segunda-feira, 11 de junho de 2012

Paro Ao Lembrar... --> de Mairton Costa


Paro ao lembrar dos teus olhos
Não esses olhos que você tem hoje
Mais aqueles que demonstravam
Um olhar meigo e carinhoso
Aqueles olhos que me encantaram
Desde a primeira vez que os fitei.

Paro ao lembrar do teu abraço
Não esse abraço seco de hoje
Mais aquele abraço que me aconchegava
Que sem palavras me dizia
O quanto eu era importante para você

Paro ao lembrar do teu beijo
Aquele beijo que me levava ao infinito
Aquele beijo que me fazia feliz
Que me fazia flutuar e sentir-me amado

Paro ao lembrar de suas cartas
Aquelas cartas em que você dizia tudo
Falava do seu amor, do seu carinho
Falava de nós dois, do nosso amor

Paro ao lembrar dos nossos momentos
Não esses momentos de hoje
Mais aqueles momentos inesquecíveis
Em que me sentia o mais feliz do mundo
E que te tinha nos meus braços
Nem que fosse por alguns minutos

Paro ao lembrar de suas palavras
Pena que ficaram apenas nas palavras
e que as suas atitudes foram contrárias
E que você não cumpriu tudo que me dizia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.