segunda-feira, 26 de junho de 2017

Resenha (37/150): Uma Vez Você, Uma Vez Eu de Diego Martello | Por Salvattore #EuLeioBrasil

Resultado de imagem para uma vez voce uma vez eu diego martello 
Sinopse: Marcos e Willian, pai e filho, tentam se reconciliar após anos de desentendimento. Em paralelo, Eva, mulher de Willian, quer a todo custo engravidar, o que frustra o casal. A partir da visão do interior de cada um, esses personagens terão de reconfigurar o modo de pensar para enfrentar os seus conflitos. Nessa fase tão conturbada para todos, reflexões acompanham cada segundo da trajetória deles.Narrada de forma surpreendente, provocativa e crítica, esta obra não tem a pretensão de apresentar soluções para os problemas enfrentados, mas, sim, mostrar as armadilhas de nosso fluxo de consciência, para compreendermos que as soluções dos problemas dependem, muitas vezes, da forma como se lida com as ilusões, ou, ao contrário, como se enxerga verdadeiramente a realidade.


Todos sabem que nossas escolhas transformam nossas vidas. E William sentiria na pele tudo o que suas escolhas erradas ou não, trariam para a sua trajetória. Uma Vez Você, Uma Vez Eu do autor Diego Martello possui uma forma bem diferente de nos fazer refletir sobre nossas escolhas. De uma maneira critica e surpreendente o autor nos leva a pensar e repensar nossas atitudes referentes a várias áreas de nossa existência.

O livro narrado em primeira pessoa por William trata dos sentimentos do personagem quanto a sua relação com seu pai, e como cada atitude tinha influído na construção de sua vida. Ele precisava voltar no passado e repensar suas escolhas para que seguisse em frente. Durante todo o livro o personagem viaja dentro de suas emoções e leva o leitor com ele para dentro dos seus mais profundos sentimentos. Você leitor, se sentirá de mãos atadas enquanto a história se desenrola ou se enrola  em um grande novelo.

Uma Vez Você, Uma Vez Eu tem uma escrita relevante que leva o leitor a torcer e querer esganar nosso personagem central em cada atitude que ele toma em sua vida. Diego Martello conseguiu escrever uma história leve e reflexiva sobre o verdadeiro valor de nossa existência. O autor não mediu esforços para que sua história, não fosse apenas mais um livro e sim uma história que marcasse o leitor por muito tempo.

Até hoje, dias depois de terminar a leitura, me pego pensando no final diferente e inesperado do livro, e como o autor consegue brincar com as palavras e sentimentos de seus personagens. Com trechos que vão da emoção para a revolta, a obra possui uma escrita diferente e peculiar, algo difícil na literatura recheada de clichês que encontramos no caminho.


Uma Vez Você, Uma Vez Eu é o livro para quem busca fugir da mesmice e procura uma leitura cheia de reflexões e personagens reais e palpáveis. Em 181 páginas,, Diego Martello consegue marcar seu leitor para a vida toda, principalmente com um desfecho completamente diferente do que o leitor espera ao iniciar a obra. 

21 comentários:

  1. Olá
    Eu nao conhecia a obra, mas fiquei curiosa diante dessa proposta de reflexão a respeito de valores, escolhas, consequências e da própria existência. Confesso que não costumo ler obras desse estilo, porém a premissa parece ser bem instigante. Acredito que essa forma de compreensão com o personagem pode deixar a obra mais envolvente ainda. Espero poder conferir em algum momento também.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Olá! Bacana o livro trazer o sentimento de pai e filho, fazer uma viagem nas emoções do personagem. Que bom que mesmo dias depois da leitura você ainda pensa no final inesperado do livro, realmente deve ter sido bom para isso ter acontecido. Beijos'

    ResponderExcluir
  3. Oi, muito legal ver vocês resenhando tanto livro nacional e diferentes, pois não conhecia e o título e é refrescante ver que ele não é mais do mesmo e te marcou tanto, mais uma para lista. Obrigada pela dica. Bjs

    ResponderExcluir
  4. oIE...
    Adorei sua resenha!!!
    Não conhecia a obra ainda, mas, estou impressionada com tantos elementos atrativos que o livro possui! Gostei de saber que é uma leitura que nos faz refletir e mais ainda de saber desse final diferente... É sempre bom ter um livro pra sair da mesmice, portanto, vou anotar nos desejados ;)
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro, mas sua resenha me deixou curiosa pra conferir, já que o final foi inesperado e quero saber como o autor te fez refletir assim.
    Fora que tem poucas páginas, então dá pra ler rapidinho, entre uma leitura obrigatória e outra! :D

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  6. Gosto de livros exatamente assim, que nos façam pensar, questionar o que achávamos que já era definido. Ainda não conhecia o livro e já quero ler hoje!!!
    Adorei a dica
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia este livro ainda e sua resenha foi fundamental para me deixar com vontade de lê-lo.
    Gosto de livros assim, que marcam a gente, que não passam em branco, pois nos fazem refletir e pensar neles por um bom tempo.
    Agora estou ansiosa para conhecer esta história mais a fundo.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?

    Já conhecia o livro por fotos, mas não sabia muito sobre a história, achei ela bem interessante. Gosto muito de livros que fazem a gente refletir, ainda mais quando é sobre a nossa existência. Espero não querer esganar o personagem assim como você hahaha. Enfim, sua resenha me deixou com muita vontade de ler o livro, espero fazer isso em breve.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  9. Hey,
    Que bom que a leitura te agradou tanto assim. Também gostei de o final ter feito você se surpreender tanto assim! É bacana esse livro ser indicado para quem quer fugir da mesmice, mesmo porque são tantas coisas iguais que cansa muito.
    Vou anotar a dica!
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  10. Oi, Mairton

    É muito legal quando um livro faz a gente ficar pensando mesmo após seu término. Eu achei o enredo bem interessante e particularmente gosto quando o enrelo é reflexivo e nos faz olhar pra dentro da gente, mas infelizmente o algo além disso não chamou minha atenção.
    Achei a capa bem interessante, entretanto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    não conhecia a obra, mas já valorizo muito pelas abordagens realistas, gostei dos pontos que você destacou e a obra realmente parece fora do comum. Amo tramas que trazem lições e nos fazem refletir durante a leitura, o livro é bem curtinho, mas me pareceu ser bem rico. Eu não teria problema algum em lê-lo e inclusive espero ter a oportunidade de fazê-lo algum dia.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Eu não conhecia o livro nem o autor, mas achei a premissa interessante e sua opinião bem convincente. Ultimamente venho procurando livros que façam questionar a forma como vejo e reajo ao mundo, mas nunca pensei em procurar algo que me faça questionar a mim mesma e minhas escolhas. Adorei a sua dica e assim que eu tiver um tempo prometo dar uma chance!

    Beijos e Sucesso!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá
    Não conhecia a obra nem o autora, mas amo livros que nos faz ter mix de sentimentos . O que mais me chamou atenção foi você falar do fim inesperado, garanto que isso deixou muitos leitores curiosos. Única coisa que não chamou minha atenção foi a capa, mas isso é o de menos . Espero em breve poder fazer a leitura desse livro , pois a dica já está mais que anotada. Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Tenho que dizer que não conhecia o livro e nem o Diego, e fui meio taxativa com a capa, pois ela na me atraiu tanto assim. Contudo, os seus comentários sobre a trama e a forma como o autor consegue ensinar e nos levar a refletir sobre a vida, me deixaram bem curiosa. Gosto bastante de livros que tenham essa pegada reflexiva e fica em nossa memória por muito tempo. Obrigada pela dica.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    É sempre bom quando lemos algo que nos leva a pensar e refletir em vários momentos.
    Achei muito bacana o livro mesmo tendo poucas páginas ser tão bom assim.
    Só a capa que não achei muito interessante, mas gostei muito da sua resenha

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?
    Acho que já ouvi esse título em algum lugar.
    Eu gostei bastante da sua resenha, você apresentou bem a obra, e conseguiu despertar o meu interesse pela mesma.
    Dica anotada, e assim que ler, volto aqui para papear.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem? Confesso que esse é mais um livro que eu não conhecia e achei a capa bem diferente, mas não sei se ela me atrai. No entanto, saber que você gostou tanto que ainda se pega pensando nela mesmo depois de já ter terminado a leitura significa que é uma obra que realmente é capaz de fazer o leitor se envolver e o faz refletir sobre e gosto bastante disso. No entanto, nada além desse fator foi capaz de me interessar a ponto de eu querer ler. Então acho que vou passar a dica por agora, mas espero encontrar mais trabalhos do autor e que eu tenha a oportunidade de ler!
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Não conhecia ainda o livro e nem o autor, mas confesso que a premissa não me chamou a atenção, até porque não curto muito dramas desse estilo. Mas é muito legal saber que o final te deixa pensando até hoje, é muito difícil encontrar livros que nos tocam dessa maneira, e ainda mais depois de tanto tempo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Olá! não conhecia o livro nem o autor, mas ja me interessei pela premissa e já anotei na minha listinha de adquiridos para o o próximo semestre. O estilo foi o que mais me chamou atenção, sou completamente apaixonada por dramas.

    ResponderExcluir
  20. Oii...
    Nossa não conhecia esse livro, mas curti muito o que disse sobre ele. Livros que nos fazem refletir e que entram em nossa cabeça de forma que não o esqueça como aconteceu com vc em relação a esse livro é raro... É foi justamente isso que me chamou atenção.

    Beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  21. A capa é bonita, mas a sinopse não me atraiu muito... Provavelmente eu deixaria ele passar, em uma estante.

    Mas saber que ele meio que foge dos clichês que encontramos por aí é um ponto positivo, assim como a escrita única. Mas ainda não tenho certeza se eu o leria, apesar dos elogios à obra!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.