terça-feira, 6 de junho de 2017

Resenha (31/150): A Teia dos Sonhos, de Karine Aragão | Por J.M.

A Teia dos Sonhos 
Sinopse: Com uma narrativa envolvente, A Teia dos Sonhos apresenta aos jovens leitores a beleza e o poder da amizade, a dor de uma perda, o caminho da superação e, no meio do caos, o amor. Uma história sobre a difícil tarefa de crescer e aprender a perdoar aquilo que jamais será esquecido. Nessa jornada do amadurecimento, A Teia dos Sonhos nos mostra que para ser feliz é preciso estar vivo.



Livros com temáticas relevantes sempre me atraíram. Quanto mais polêmico o assunto que eles retratam, mais eu gosto. Sou da filosofia de quanto mais tabu o assunto, mais ele deve ser discutido. Principalmente sexo e política. Meu raciocínio é simples: quanto menos se fala a respeito, menos se sabe sobre o assunto e mais se comete besteiras por ignorância. De novo, sexo e política.

A Teia dos Sonhos nada tem a ver com esses dois assuntos acima. Perdoem-me por viajar um pouco na explicação, mas foi necessário. O livro retrata outro assunto de igual importância e que faz as pessoas dizerem impropérios gigantescos por ignorância sobre o assunto, já que ninguém fala a respeito: suicídio.

A história é narrada em primeira pessoa por uma adolescente de dezesseis anos chamada Júlia. Ela e sua melhor amiga, Laura, fazem tudo juntas. Estudam no mesmo colégio, moram em prédios vizinhos, gostam das mesmas músicas e até do mesmo garoto. Para celebrar esta imensa amizade, elas decidem fazer uma tatuagem igual. Apaixonam-se pela imagem e ideia das teias dos sonhos e Júlia desenha uma exclusiva só para elas duas. Laura fica extremamente feliz com o resultado da arte. Elas se tatuam e passam o dia inteiro se divertindo juntas. No outro dia, Laura tira a própria vida.

Sentiu-se perdido? Júlia também. A história se desenrola a partir daí. O leitor acompanha Júlia em todas as suas fases do luto. A raiva, a tristeza, a negação, a busca desenfreada por respostas... Laura era sua melhor amiga, como não pôde saber que ela enfrentava problemas ao ponto de suicidar? Como não tinha notado que ela precisava de ajuda?

A autora do livro, Karine Aragão, nos leva por uma narrativa instigante que, apesar de tratar de um assunto pesado, não enfada em momento nenhum. A leitura é leve e o leitor consegue terminar o livro em pouco tempo (para mim, durou uma tarde), mas fica pensando na história mesmo assim. Achei o final extraordinário. K. Aragão quebra a romantização do suicídio que acontece com histórias que fizeram sucesso por aí (sem citar nomes, mas deixando bem claro) e mostra para nós o que resta depois de uma morte de alguém querido: não são fitas com todas as respostas para o mundo e todas as coisas. É apenas um vazio que, por mais que você tente, não conseguirá preencher, apenas lidar com ele.

Recomendo a leitura. Já leu esse livro? Ficou curioso? Deixe nos comentários!

    Au revoir e até a próxima.

24 comentários:

  1. Olá
    Suicidio é uma temática extremamente importante sim e que deveria ter uma exploração bem maior, mas parece que as pessoas não sabem se portar perante a isso, e é por isso que as vezes as pessoas acabam sofrendo sem conseguir comentar com mais ninguém. Enfim, eu não conhecia essa obra, mas é claro que fiquei bem curiosa e com certeza gostaria de poder conferir também. Não tenho dúvidas de que deve ser uma narrativa instigante, apesar de todo o peso emocional explorado. Obrigada pela indicação, irei procurar mais a respeito!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Concordo plenamente com suas divagações iniciais, também sou apaixonada por tramas que abordam assuntos relevantes, realistas é atuais e é notável que esse trás uma narrativa extremamente necessária. Eu percebi uma certa popularização em obras que retratam o suicídio nos últimos tempos, não acho que seja de todo ruim, é um assunto importante que deve sim ser falado e entendido, mas também não sei se isso é de todo bom. Vou procurar o livro pra ler e buscar entender o que de fato houve com Laura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. O suicídio tem sido um tema recorrente nos dias de hoje e confesso que esse livro me deixou curiosa. Anotarei a indicação e buscarei maiores informações, tenho certeza de que será uma leitura muito emocionante. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bdm?
    Tenho livro vários livros com esse mesmo tema, e alguns foram sem nem ao menos saber. Cada vez que leio sobre, consigo sentir na pele a dor da pessoa que se vê obrigada a fazer isso. É um tema importantíssimo que deve ser discutido.

    ResponderExcluir
  5. Oi! Tai ai minha teoria, quando um livro é bom, uma resenha curta, é o suficiente, para nós convencer a ler tal livro. Amei o livro, gostei da resenha, foi curta e esclarecedora.

    Dica super anotada.

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. oi tudo bem
    eu amei sua resenha pois estou louca atras deste livro.
    pois amo livros que fazem a gente sofrer junto com personagem, espero em breve ter oportunidade de ler o livro .

    ResponderExcluir
  7. Desde que assisti 13 reasons why e li os treze porquês, o tema suicídio me chamou a atenção e tenho procurado ler mais sobre o assunto. A trama me deixou muito curiosa, quero saber o que levou a personagem a tirar a vida depois de um dia tão bom.

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Sabe que precisamos de mais livros assim, que mostre a realidade sem florear tanto.
    Ainda não conhecia o título, mas depois da sua resenha, fiquei curiosa para conferir mais sobre essa trama.
    Um ótimo tema, e bem atual!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Eu acho a abordagem do suicídio bem importante, mas não é um tema que me agrada. Acho que há uma linha muito tênue entre livros que acrescentam e ajudam e livros que reforçam uma ideia. Acho que ultimamente há um exagero e uma hype muito grande em torno do assunto. O que por um lado é bom, pois há autores que fazem trabalhos excelentes de utilidade pública. Só falei tudo isso pra explicar pq não leio o gênero! Rs
    Mas que bom que você gostou e recomenda.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?

    Não conhecia o livro mas o tema é muito interessante, principalmente entre os jovens. Fiquei com muita vontade de ler, sua resenha ficou ótima.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Eu ainda não conhecia este livro, nunca tinha visto nada sobre essa autora também. A premissa dele é muito boa e me deixou muito curiosa. Vou adicionar o livro a lista de "Quero ler" no Skoob depois.

    ResponderExcluir
  12. Oiii,

    Eu nunca tinha lido nada sobre a obra, mas achei muito interessante a maneira como o tema é retratado de maneira não romantizada e real, apesar de ser um tema muito delicado tem de ser tratado e com cuidado pra poder ajudar e não acabar dando ideias pras pessoas que passam por isso. Adorei sua resenha e já anotei a dica.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas também gosto de histórias que abordam temas "tabus", mesmo que já tenha lido tantas abordando o mesmo tema...haha' como é o caso do suicídio. Mas eu nunca me canso, porque gosto de sentir na pele o que os personagens estão passando, sinto-me mais inspirada a ajudar e a ser útil dessa maneira. Gostei de suas observações acerca do livro, fiquei animada para ler :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  14. Olá J.M.,
    Ainda não conhecia esse título e, apesar de ter ficado levemente interessada, não é uma leitura que me instigou muito para fazer, sabe? Gostei muito da sua resenha e acho que a autora soube aproveitar muito bem trama e desenvolvê-la bem, ponto positivo.
    Vou deixar a dica passar, pelo menos, por enquanto.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!!
    Por mais que você diga que neste livro não existe a romantização do suicídio, eu ando com uma preguiça tão grande dessas histórias todas que têm surgido repetindo esse tema!!
    Fico feliz que você temha gostado, e realmente me pareceu que a autora escreve sob outro prisma, mas de verdade, acho que estou um pouco saturada rs
    Obrigada pela dica! Um beijo!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  16. oie, nunca li esse livro mas me identifico com você em gostar de livros com temas polêmicos e achei bem interessante esse falar de suicídio e do processo de luto, são fases dolorosas mas que infelizmente em algum momento da vida passamos por ela.

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Realmente livros com temáticas importantes como a deste precisam ser lidos e discutidos, pois quanto mais informação os jovens e qualquer outra pessoa possa ter sobre o assunto, mais ele será tratado com seriedade e assim será trabalhado melhor com ajuda profissional quando tais pensamentos vierem a tona na pessoa.
    Achei a proposta do livro muito interessante e com certeza é algo que eu leria

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Sempre vi esse livro pelo feed do Instagram, e não sabia nada sobre ele, pois nunca me interessei o suficiente para ler ao menos alguns comentários. Lendo sua resenha, fiquei bem intrigada com essa premissa, adoro livros que abordam assuntos polêmicos e tem assunto mais polêmico que suicídio nos dias de hoje? Na minha opinião, não! Enfim, achei bacana a proposta do livro e quero muito conhecê-lo, pois adoro livros que retratam a realidade de algumas pessoas e acredito que esse livro será fiel a sua mensagem.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oie! Tudo bem?

    Já li muitas resenhas sobre esse livro, mas nenhuma como a sua! Simples, direta ao ponto e que conseguiu despertar meu interesse pela leitura da obra! Coisa que nenhum outro blogueiro conseguiu! De verdade, depois da sua resenha, vou atrás desse livro para realizar a leitura!

    Bjss

    ResponderExcluir
  20. Oi Jamilly, como está?
    Não conhecia essa obra até então e com certeza achei muito curiosa a premissa embora eu já tenha visto a temática do suicídio várias vezes. Ainda mais agora com o advento da série "Os Treze Porquês", baseada no livro de mesmo nome. Espero que, quando eu realizar essa leitura, futuramente, eu tenha uma opinião tão positiva quanto a tua.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Uau que livro é esse? eu adoro livros com temas mais pesados e esse já chamou minha atenção de cara, com certeza irei ler logo que tiver uma oportunidade, achei a premissa mega interessante e a personagem também. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  22. Ler essa resenha foi quase um soco no estomago, estava sorrindo até ler que uma das garotas se mata, que pesado... Adoro livros com essa temática e nunca li nenhuma resenha que me causasse esse estranhamento que essa me causou, definitivamente algo tão bom só aguçou minha curiosidade.

    ResponderExcluir
  23. Oii

    Nunca tinha ouvido falar nesse livro e agora já o queri. ADORO livros com temas mais fortes. Esse aprece ter tudo o que amo numa estória. Esse tema de suicidos precisa ser discutido, e a serie dos 13 porquês abriu um espaço bem legal para ser abordado o tema com mais frequnacia. Enfim, já anotadinho aqui na lista.

    Bjos

    ResponderExcluir
  24. Oi
    Não conhecia o livro, mas já senti, pela sua resenha, que vale a pena conferir essa história.
    Gosto de livros que nos levam a refletir e repleto de temas fortes. Apesar de serem personagens mais jovens, percebi que mesmo assim o tema foi bem tratado.
    Anotei a dica e espero ter oportunidade de ler.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.