segunda-feira, 22 de maio de 2017

Resenha (27/150): Por Quê, Pai? de Paul Law (Por Salvattore) #EuLeioBrasil

Sinopse: Até onde uma escolha pode levar uma pessoa? À felicidade, ao remorso, à loucura ou à destruição? Denis Ferreira é um advogado falido. Deprimido, afunda-se no álcool. Ao reencontrar Julieta, sua filha, revive momentos terríveis. Ela o coloca contra a parede em busca de respostas; tem ânsia por saber quais motivos justificariam aquela decisão capaz de mudar a vida de toda a família.


E se você tivesse que fazer a pior escolha de sua vida? E se a vida de suas filhas estivesse em suas mãos? “Por quê, Pai?” do autor Paul Law, publicado pela Editora Penalux, conseguirá te fazer repensar as suas atitudes e escolhas. Prepare-se para se surpreender do inicio ao fim.

No livro conhecemos Denis, um pai que teve que fazer uma terrível escolha e que mudaria completamente a sua vida. A cada capitulo o autor surpreende seu leitor com informações que passam despercebidas ao longo da leitura. A emoção ocorre na sua forma mais intensa com personagens que se destacam pelo seu desenvolvimento e criação. Além de Denis, conhecemos os pensamentos e devaneios de outros personagens que conseguirão te surpreender a cada capitulo.


Em “Por quê, Pai?”, Paul Law consegue criar um enredo cheio de nós que são desatados a medida que adentramos a leitura e a medida que conhecemos os mais íntimos sentimentos de Denis, o pai que teve que fazer uma escolha que mudou completamente sua vida. Mas não se espante se tudo não for como você pensou que seria. Não se espante se em determinado momento a história der uma guinada que te fará chorar e enraivecer  ao perceber que história tinha muito mais que contar do que aquilo que imaginaste.


Narrado em primeira pessoa por Denis, o autor consegue fazer o leitor adentrar dentro da mente de um personagem que sofre com uma grande culpa e aflição. Publicado pela Editora Penalux, em folhas amareladas e bem trabalhadas, o livro vai encantar o leitor a partir do primeiro capitulo. Sendo dividido em duas partes, “Por quê, Pai?” mostra a relação complicada entre pai e filha, além de tocar no tema da esquizofrenia , doença pela qual um dos personagens sofre.


“Por quê, Pai?” foi feito para você leitor, que busca uma história que te surpreenda do inicio ao fim. 

15 comentários:

  1. É com muita alegria que agradeço por esta resenha! Queria muito que os leitores se surpreendessem com a história de Denis e sua família. Perceber que este objetivo foi alcançado me dá a satisfação de ter realizado um bom trabalho. Obrigado, São Tantas Coisas, por prestigiar o meu trabalho e por me apoiar enquanto escritor brasileiro! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Não conehcia o livro e nem a editora, mas ja pude perceber que é uma leitura bem intrigante e profunda, levando em consideração que já não é fácil fazer escolhas, imagina quando envolve filhos né?! Fiquei curiosa quanto ao desenvolvimento do personagem diante do seu sentimento de culpa, entre outras emoções conflitantes. Imagino mesmo que possa surpreender bastante, e gostaria de poder conferir também!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que livro é esse? Me interessei bastante pela estória e gosto muito de ser surpreendida, só que eu fiquei um pouco preocupada já que você falou que não é para o leitor se espantar se a estória não for como se imagina. Gosto de surpresas, mas gosto mais ainda quando ela é boa.

    ResponderExcluir
  4. Hey,
    nossa, tanto a sinopse como a resenha ficaram bem misteriosas, revelaram muito pouco da trama em si, acabei sem saber direito se curtiria a leitura, mas com uma tremenda curiosidade. Não conhecia a obra, mas depois dessa vou procurar mais a respeito, e dependendo do achar posso até embarcar nessas paginas tão surpreendentes.

    Beijos
    Delmara Silva

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem
    Não conheço a editora nem livro .
    Mais este livro com certeza me deixou louca de vontade ler pois trás vários temas que né agradam nuito assim que possível irei adquiri o livro .

    ResponderExcluir
  6. Oi Salvatore, tudo bem ?
    Nossa que dilema e que luta a deste pai. Achei curioso, mas não sei se leria. Não conhecia a capa e nem a editora, achei a proposta diferente de tudo que tenho visto.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas fui conquistada pela capa, e depois, pela sua resenha!
    Imaginei mesmo que seria recheado de surpresas...haha' dá uma raiva quando estamos certos de que a história vai para um lado, e chega na hora dá uma guinada e vai pra outro, completamente diferente, né? Fiquei curiosa para saber que escolha foi essa, e mais ainda para conhecer o resto da história. Adorei!
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Parece um livro cheio de revelações tensas!! Fiquei até curiosa. Tem uma premissa bem diferentes e instigante. O que esse pai fez?!
    Sua resenha está ótima! ;)
    Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  9. Oie! Tudo bem?

    Não conhecia a obra ou o escritor, mas infelizmente não chamou a minha atenção, pois me lembra muito um livro com a trama parecida com essa então por enquanto deixo a dica passar, mas para quem gosta do gênero com certeza irá se surpreender com essa trama instigante!

    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei a história bem interessante, ainda mais quando comenta sobre a narrativa é daquelas que envolve o leitor, onde consegue saber o que os personagens estão pensando. Adorei essa dica.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Olá , tudo bom?

    Ainda não tinha lido nada a respeito desse livro e me interessei bastante após essa resenha linda! Principalmente pelo fato do autor brincar bastante com o suspense e ao longo da história ele ir se revelando, através da sua resenha posso ver como te emocionou e amo livros que me emocionam ! Quero conhecer a história do Denis e sua família, obrigada pela dica!

    Beijos
    Jess
    Pintando as Letras

    ResponderExcluir
  12. Oi Mairton, como está?
    Achei a sinopse do livro extremamente interessante, ainda mais porque me lembrou um bocado "A Escolha de Sofia", um livro que já é clássico cuja trama é igualmente profunda e muitíssimo trágica, considerando o contexto onde a história se passa.
    Excelente resenha. Espero um dia encontrar esse livro para venda e assim poder adquiri-lo para realizar a leitura.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Não seria um spoiler aquela imagem inicial falando da escolha entre os dois filhos? Fiquei meio na dúvida porque a sinopse não menciona isso e nem você mencionou na resenha, só falou sobre a "escolha"...
    Bom, não conhecia o livro, o autor e nem mesmo a editora, mas o livro me parece muito interessante. Gostei também de saber que a esquizofrenia é abordada. Gostaria de conferir!

    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Gosto bastante dos livros da editora, mas confesso que não conhecia esse.
    Gostei bastante da resenha, me interesso bastante por livros que possuem personagens com doenças psicológicas. E esquizofrenia é uma dessas doenças.
    Gostei bastante também por ter como tema a relação conturbada entre pai e filha, bastou isso para me convencer a ler este livro.

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Fiquei bem intrigada ao ler o título da obra e sua resenha só aumentou minha curiosidade por saber qual foi essa terrível decisão que Denis precisou tomar e que mudou o rumo da família drasticamente.
    Deve ser agoniante acompanhar essa mente que se sente tão culpada e que é corroída por ela a cada dia. Fico feliz em saber que a obra surpreende do início ao fim!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.