segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Resenha (1/150): O Pesadelo do Príncipe, de Leonardo Galvão - Editora 4 Letras


Sinopse: No carnaval de 1916, o transatlântico espanhol “Príncipe de Astúrias” bateu em um rochedo na Ponta da Pirabura, na costa de Ilhabela, naufragando, causando a morte de mais de mil pessoas, quando fazia sua sexta viagem da Espanha à América do Sul. Este é considerado um dos maiores naufrágios do mundo, comparado ao famoso navio Titanic. Até hoje, as causas desse acidente não foram totalmente explicadas. 
Neste romance, com pano de fundo neste trágico acidente, o autor nos leva a bordo desta que fora sua última viagem. Como expectadores, temos a oportunidade de acompanhar tudo que aconteceu, em primeira mão, temos todos os detalhes, um privilégio graças à narrativa inteligente e envolvente empregada. 
Todos os mistérios têm seu véu retirado. Segure-se, porque a emoção é inevitável. 



Antes de iniciar essa resenha, gostaria de esclarecer algo, sempre no títulos das resenhas desse ano, indicarei o número do livro em minha leituras. Fiz uma meta pessoal de ler 150 livros em 2017. Então como esse é o primeiro coloquei 01/150 e assim por diante.  

******** 

Quando um autor se predispõe a transformar algo histórico em um enredo ficcional, fico sempre com um pé atrás. Não foi diferente com O Pesadelo do Príncipe, obra do autor parceiro Leonardo Galvão.  

O autor nos põe como espectadores de um grande naufrágio, mostrando todos os fatos que aconteceram antes de o Príncipe das Astúrias afundar em mares latinos. Mas não para ai, Leonardo ousou em trazer algo sobrenatural para explicar isso. Então prepare-se para visões, demônios e seitas que servem à um ser maligno.  

Percebi enquanto lia o livro, algo que fiz em apenas uma tarde, que o autor cuidou de estudar sobre o navio e mostra isso quando nos leva a conhecer cada compartimento de O Príncipe das Astúrias. Torna-se impossível não se encantar e se cativar com os personagens protagonistas, Sara e Romero, que vivem um rápido romance a bordo do empreendimento. Amor esse que será regado de muitos mistérios, momentos assustadores e  suspense que sempre os rondam.  



Mas o foco do livro, não é esse romance, tudo isso se desenrola paralelamente aos acontecimentos que culminaram no terrível naufrágio do navio, na visão do autor e de muitas lendas que rondam o acidente.  

Sara tem visões, herdadas da mãe, e consegue prever tudo que irá se desenrolar com o ser que está a bordo do navio, mas se sente sozinha pois é desacreditada por todos. Como ela, sozinha, conseguiria vencer esse mal? 

Um ser demoníaco utiliza uma seita formada por homens da alta sociedade, para atingir seu grande objetivo. Será que ele conseguirá? Será possível que forças sobrenaturais tenham causado o acidente que culminou na morte de diversos passageiros? 

Leonardo Galvão ousou e conseguiu nos levar para aquele fatídico dia de carnaval de 1916, 100 anos atrás, e por mais que seja boa parte ficção, o leitor se sente dentro do navio, vivenciando os acontecimentos e torcendo para tudo se resolver e nossos personagens se salvarem no fechamento da história.  

O fim do livro me surpreendeu, o autor conseguiu me deixar de boca aberta e procurando mais páginas, para ver que tudo aquilo não era verdade. Fiquei repetindo: não pode, não pode, não pode. Até perceber que tinha chegado ao fim, foram apenas duas horas de leitura para viajar pelo terror que assolou aquele dia 

O autor tem uma narrativa leve e com uma linguagem aberta que faz o leitor viajar pela páginas sem nem perceber as horas passaremNarrado em terceira pessoa e mostrando a visão de diversos personagens, como do comandante do navio, dos tripulantes e de Sara/Romero, o livro flui de uma forma bem desenhada e construída. 

Publicado foi pela Editora 4 Letras, com folhas amareladas e letras de bom tamanho, o que torna a leitura ainda mais agradável. Traz uma capa condizente com o enredo e orelhas que trazem mais informações do autor e do enredo.  

O Pesadelo do Príncipe, de Leonardo Galvão, é um livro de suspense, terror e muitos mistérios que irão te tirar o fôlego. Quer sair do mais do mesmo? Entre nesse navio, mas cuidado com quem está perto de você. 

38 comentários:

  1. Oie! Tudo bem? Não conhecia esse livro, muito menos o autor e a editora! Oxi ;-; kkk Mas a capa é linda e parece ser uma história bastante interessante!
    Bjss http://resenhasteen.blogspot.com.br/2017/01/um-porto-seguro.html

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    150 livros é uma meta é tanto hein, boa sorte!
    Não conhecia o livro e nem o autor mas achei muito interessante essa ideia dele de misturar ficção e realidade, acrescentando ainda algo místico, por assim dizer. Pelas suas impressões essa mistura deu bastante certo e resultou num livro que fiquei bastante curiosa pra ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Caramba, 150 livros em um ano, uma meta super ousada a sua, tomara que você consiga! Quando ao livro, por ter vindo de um fato histórico me interessou bastante, pois ao contrário de você, adoro ver inovações com temas já existentes. E o melhor é que você se surpreendeu, então quer dizer que é bom.

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro e fiquei curiosa, principalmente por você ter percebido que o autor fez um bom trabalho de pesquisa para compor a história com credibilidade. Quero muito ler.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, que inclusive, eu não conhecia ainda. Pelo visto, é uma obra completa e eu fiquei bem curiosa diante de seu desenvolvimento, visto que há um empenho a respeito disso. Sem dúvida, é uma obra a se levar em consideração, ainda mais por conta dos elementos inseridos.
    Boas leituras nesse ano ♥
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  6. Primeiramente, COMO CONSEGUIRÁ LER 150 LIVROS? kkk socorro que eu não consigo. Ameia resenha, o livro parece ser muito com e essas paradas de navio me dão um medo do caramba kk. Parabéns!

    www.memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Também fico como você, especialmente quando é um fato que eu conheço, acabo ficando muito confusa porque muitas vezes são mudadas certas partes para se encaixar na trama do livro.
    Como eu não conheço a história verdadeira do naufragio acho que posso gostar desse livro, parece um suspênce bem legal

    ResponderExcluir
  8. Hello, tudo bem?

    Não conhecia o livro, tampouco a editora, autor. Uma verdadeira perdida, hahaha. Mas acho que pelo enredo já descobri que ele não faz assim tanto meu tipo de leitura predileto. Provavelmente vou deixar passar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie!
    Nossa, um livro que vai me tirar da minha zona de conforto. Eu li poucos livros do gênero, mas fiquei bem interessada em fazer a leitura esse livro, e ainda de quebra conheci uma editora que desconhecia.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  10. Oie amore,
    Adorei a ideia de colocar número nas resenhas, assim dá pra acompanhar melhor as metas não é!
    Nossa você escreve tão bem, adoro suas resenhas... e essa não foi diferente afinal, de cara não leria o livro, mais lendo sua resenha, confesso ter mudado de opinião!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  11. E eu que nem sabia de um acidente assim na costa brasileira!

    Misturar a história com fantasia pode ser complicado, mas quando dá certo, fica lindo! (já criei uma personagem de RPG de Maria Antonieta, foi uma de minhas preferidas!)

    Não conhecia o autor, nem a editora mas a história me parece muito interessante! Gostaria de lê-lo um dia!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas ainda bem que gostaste de fazer a leitura!! :) Eu espero ler em breve!!

    Adorei a junção destes géneros e que a narrativa seja leve e de linguagem aberta, assim como que não seja "mais do mesmo", e numa diagramação boa! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Olá! Parabéns pela meta de 150 livros, é isso aí, tem que se desafiar, colocar a meta alta. Você vai dar conta dela, pode crer! Já escrevi antes que este livro me interessa e vou procurar por ele. Boas leituras em 2017!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Nossa, uma meta de 150 livros? É bastante coisa e espero que você goste.
    Fiquei bem intrigada com relação a essa obra, pois ela parece ser um misto de gêneros que me agradam bastante. Fiquei curiosa para saber o que acontece e contente por saber que a edição está tão boa, pois desconhecia essa editora.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    Gosto muito de obras do gênero e não conhecia esse livro em especial. Achei bem interessante a premissa e já estou curiosa para saber desse final tão impactante, já que adoro me surpreender com os desfechos. Legal saber que a narrativa do autor é fluída e com certeza vou incluir o livro na minha lista.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  16. Olá, adorei sua resenha, o livro parece ser fantastico, adoro quando eles nos passam a certeza de que foi feita uma grande pesquisa para o livro ser escrito,e percebemos isso quando ao ler aprendemos sobre algum assunto.

    ResponderExcluir
  17. oie, adorei a premissa desse livro e fiquei muito intrigada para realizar a a leitura. gostei de ele envolver esses acontecimentos reais com a ficção e fiquei curiosa com essas seitas que aparecem e toda a magia. Adorei também o fato de ele ter estudado bastante o funcionamento de navio e etc. Espero poder ler, obrigada pela dica, eu ainda não conhecia, e torço para que você alcance seus 150 livros lidos.

    ResponderExcluir
  18. Olá Mairton, tudo bem?

    Achei sua dica ótima, embora não seja muito fã do estilo. Se é um suspensezinho mais básico, encado de boa.Mas quando tem terror, fico com o pé meio atrás, morrendo de medo de sentir medo! rs

    Vou guardar sua dica entretanto, principalmente por se tratar de literatura nacional, que procuro sempre prestigiar.

    Abraço,
    Leitoras Inquietas

    ResponderExcluir
  19. Oi!

    Não conhecia o livro, mas fiquei até que curiosa com a história. Fico feliz que o autor tomou o cuidado e conhecer bem os fatos históricos para construir a ficção. Adoro suspense e quando o romance se desenvolve paralelamente. Com certeza uma história que quero conhecer mais apra frente. Parabéns pela resenha. :)

    bjs!

    ResponderExcluir
  20. Olá. Acompanho seu blog já a um tempo e estou gostando cada vez mais de suas leituras. Estão sendo mais com minha cara assim como esse que me chamou atenção, talvez pelo toque de romance, não sei. PS:150 leituras! Espero que você consiga. Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem? Eu já notei que eu e você temos o gosto parecido para livros. Eu também adoro livros que tenham um enredo recheado como esse terror, suspense, sobrenatural em uma tacada só. São elementos que tornam a leitura envolvente e nos prende do início ao fim.
    Eu ainda não conhecia a obra mas é claro que já quero ler o quanto antes.
    Bjs

    ResponderExcluir
  22. Bom, só não gostei de saber da parte do terror, porque sou muito medrosa... Rs... Não sei se acho necessário esse toque sobrenatural, mas se existem lendas sobre o naufrágio acredito que talvez combine bem com o enredo. Estava procurando uma boa indicação de livro com esse tema, e acho que finalmente encontrei, queria um livro realmente envolvente e com personagens cativantes, vou querer ler.

    ResponderExcluir
  23. Oii, não conhecia esse livro e achei a história bem interessantíssima, e fiquei bem curiosa para conhecer mais sobre a mesma. É tão bom quando um livro nos surpreende não é? Adoro quando isso acontece comigo.

    beijos

    ResponderExcluir
  24. Oi, Tudo bem?
    Que livro interessante! Gostei da premissa e acho que seria uma leitura que me agradaria muito. Não conhecia o livro, mas já quero ler. Seria uma ótima leitura para sair um pouco da minha zona de conforto. Vou ler com certeza!

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  25. Oieee
    Tudo bom?
    Nossa eu não estava dando nada pelo livro enquanto lia sua resenha, mas a partir do meio comecei a ficar empolgada, pois no meio de uma tragédia, ele conseguiu colocar vários elementos que me fascinam.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não conhecia o livro e que não costumo ler histórias assim, mas acho bacana histórias criadas a partir de algo histórico, só que não sei se gostaria dessa parte sobrenatural. Enfim, parece ser uma boa leitura mesmo, muito bem construída, por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  27. Oie
    parabéns pela resenha, está bem completa e parece ser um livro muito legal mas não sei se leria por agora por não ser meu gênero favorito, mesmo assim muito boa a dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Ola! Uau 150 livro? Tomara que consiga ler muito mais. =) Que bom que final do livro te surpreendeu. Que bom que a narração posta a visão de diversos personagens. Não conhecia o livro, você além de me apresentar me deixou com vontade de ler. Beijos'

    ResponderExcluir
  29. Olá, tudo bem? Nossa quando você começou a resenha falando que era uma história baseada em um fato real, já ia correr para comprar, mas a medida que leio e vejo um terro e suspense, meio que travei. Não sou adeptas a esses gêneros e isso me assusta muito. Que bom que a leitura foi boa para você. Quem sabe futuramente eu adquira.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Oie, tudo bem?
    Não conhecia o livro e diferente de vc, gosto muito do tipo de historia que o autor conta da sua maneira acontecimentos, pois nos permite "viajar" sobre o assunto. É tão bom quando um livro nos surpreende dessa forma, não?

    Adorei a sua resenha e anotei a sua dica

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  31. Não conhecia o livro mas fiquei bem curiosa com a premissa dele.
    Acho mais do que interessante quando se mistura realidade e ficção, e adoro quando o sobrenatural está encaixado na narrativa - mais ainda quando ele é bem colocado e o leitor fica com a sensação de que poderia ser mesmo algo fora do normal para explicar o que aconteceu..
    Adorei a dica e espero que a oportunidade de ler apareça por aqui :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  32. Olá,
    Eu não conhecia o livro e assumo que fiquei curiosa. Parece ser daqueles que prendem o leitor por causa do suspense presente no navio. Fiquei com um pé atrás por causa do terror que você disse que era presente, porque sou bem medrosa. Além disso, fico com medo de como o terror foi retratado dentro de um navio, isolado no mar.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  33. Uaaaau! 150 livros? Vai ser um prazer acompanhar. Fiquei curiosa com o enredo do livro, essa mistura total qnd você lê, realidade, ficção e ainda o sobrenatural, Jesus, me pergunto se o livro não ficou confuso? Mas creio q vale a pena ler e descobrir como tudo se desenrola.
    Dica anotada
    Bjks

    ResponderExcluir
  34. Eu adorei esse livro!!!
    Desde que li a sinopse me interessei pela história, pois ano passado havia visto uma reportagem sobre o centenário do naufrágio do navio Príncipe de Astúrias.
    Quando comecei a ler, não consegui mais parar! O tempo todo fiquei tentando descobrir junto com os protagonistas qual era o mistério que envolvia o navio e a tripulação!
    Por vezes fiquei me imaginando dentro do navio passando por todas as situações com os personagens.
    Realmente história e ficção se misturam de uma forma tão natural que é impossível saber o que é verídico e o que é ficção. E o final me deixou ainda mais perplexa.
    É como assistir o filme Titanic com uma história de terror.
    Vale muito a pena ler esse livro. Recomendo a todos!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  35. Oi, tudo bem?
    Eu adorei a sua resenha, e diferente de você, adoro quando autores escrevem livros com base em fatos históricos, com suas alterações, quando bem feita, se torna um ótimo livro. E esse parece ser um desses casos, mesmo eu não tendo achado o sobrenatural tão chamativo quanto deveria ser(pelo menos pela resenha, para saber tudo só lendo, né?)

    ResponderExcluir
  36. Uhuul, parabéns pela meta de 150! Te desejo uma boa sorte e ótimas leituras (:

    Terror e suspense sempre me encantam e estão entre meus gêneros favoritos.

    Gostei bastante do enredo e talvez possa conferir esta leitura em breve! Parabéns pela resenha e obrigada pela dica (:


    ResponderExcluir
  37. 150 livros é livro pra caramba, hein? Boa sorte! hahaha
    Eu também fico meio receosa quando o autor/autora usa um acontecimento real como enredo. Confesso que acho o ponto de partida interessante, mas não curti esse lado mais sobrenatural, sabe? Acho que se fosse algo mais crível eu ficaria mais interessada, mas eu sou dessas que nunca digo nunca!
    Adorei a resenha, parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Olá!! Adorei a resenha e o tema do livro! Fico muito contente de ver que os autores nacionais não deixam nada a desejar aos autores aclamados lá de fora!! Já foi para minha lista de desejados!! Bjs e obrigada pela dica!
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.