terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Livros Inesquecíveis: A Escrava Isaura, de Bernardo Guimarães


Quem aqui já não ouviu falar de A Escrava Isaura? Seja as novelas ou o livro, alguém já teve algum contato com essa história de amor e luta pelo preconceito e escravidão.  Hoje tem um número infindável de edições, pelas mais variadas editoras como Martin Claret, Atica e L&PM Pocket. 


A Escrava Isaura é um romance de Bernardo Guimarães que teve sua primeira edição publicada em 1875, pela B.L. GarnierRio de Janeiro. Com o romance, Bernardo Guimarães obteve fama, sendo reconhecido até pelo imperador do Brasil, Dom Pedro . 

Escrito em plena campanha abolicionista (1875), o livro conta as desventuras de Isaura, escrava branca e educada, de caráter nobre, vítima de um senhor devasso. 
SUB.Escrava.BAIXA
O romance foi um grande sucesso editorial e permitiu que Bernardo Guimarães se tornasse um dos mais populares romancistas de sua época. O autor pretende, nesta obra, fazer um libelo antiescravagista e libertário e, talvez, por isso, o romance exceda em idealização romântica, a fim de conquistar a imaginação popular perante as situações intoleráveis do cativeiro. 

Narrado em terceira pessoa, o livro traz a história da Escrava branca Isaura, que sofre as perjúrias do cativeiro, que a impedem de viver com seu pai Miguel e sofrer nas mãos do seu senhor Leôncio. Leôncio é o vilão leviano, devasso e insensível que, de “criança incorrigível e insubordinada” e adolescente que sangra a carteira do pai com suas aventuras, acaba por tornar-se um homem cruel e inescrupuloso. Homem de aparência rude era o herdeiro de todos os maus instintos e devassidão do comendador, seu pai. Nutre por Isaura o mais cego e violento amor. 

E é esse amor que mais causa sofrimento em nossa protagonista, que após várias tentativas de comprar por parte do seu pai Miguel, acaba fugindo com ele para Recife. Lá ela conhece Álvaro, que torna-se seu grande amor. Mas muita história ainda acontecerá, até que esse amor possa se realizar.  


"A tez é como o marfim do teclado, alva que não deslumbra, embaçada por uma nuança delicada, que não sabereis dizer se é leve palidez ou cor-de-rosa desmaiada. (.) Na fronte calma e lisa como o mármore polido, a luz do ocaso esbatia um róseo e suave reflexo; di-la-íeis misteriosa lâmpada de alabastro guardando no seio diáfano o fogo celeste da inspiração." 

(A Escrava Isaura, Bernardo Guimarães)

O livro já teve duas adaptações de grande sucesso para TV, a primeira pela Rede Globo, no ano de 1976, protagonizada pela Lucélia Santos (Isaura) e Rubens Falco (Leôncio). Até hoje a novela foi a mais vista do mundo, vendida para mais de 80 países.  
Resultado de imagem para a escrava isaura novela
Adaptação de 1976/ Imagem Reprodução Internet

Em 2004, a Rede Record resolveu fazer uma nova adaptação, protagonizada por Bianca Rinaldi (Isaura) e Leopoldo Pacheco (Leôncio). Curiosamente, Rubens Falco que interpretou o vilão em 1976, nessa nova versão dá vida ao Comendador Almeida, pai de Leôncio. 


Resultado de imagem para a escrava isaura novela record leoncio isaura
ADAPTAÇÃO DE 2004/IMAGEM REPRODUÇÃO INTERNET

Um clássico da nossa literatura, e porque não dizer da Tv, A Escrava Isaura trata de temas como servidão, subjugação da mulher, sofrimentos dos Negros na época de Escravidão e a força do amor. Bernardo Guimarães conseguiu reunir em sua obra, que já teve várias edições, o amor no seu mais puro conceito e em uma escrita envolvente consegue fazer o leitor viajar entre suas páginas. 

O autor claramente conseguiu o que queria. A sociedade brasileira do século XIX, que tanto se apiedou das desventuras de Isaura, aceitou-a porque ela era branca e educada. O autor pôde, assim, demonstrar, através do seu sofrimento, o quanto "é vã e ridícula toda a distinção que provém do nascimento e da riqueza". E é claro, a cor de Isaura serve, como afirma o crítico Antônio Cândido, "para facilitar a ação de Álvaro, compreensivelmente apaixonado e decidido a desposá-la, como fez.

O livro é uma forma deliciosa de se aventurar pela história do Brasil e conhecer mais um Livro Inesquecível. Até a próxima. 

31 comentários:

  1. Olá
    Com certeza já ouvi falar na Escrava Isaura sim, mas por novelas mesmo. Confesso que nunca tive a oportunidade de conferir nenhuma edição do livro, mas deve ser uma história maravilhosa heim?! Deve ser ótimo por conta dos personagens e suas características mais marcantes e especialmente por causa da própria história do Brasil mesmo.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Gente do Céu acho que sou o único ser do Planeta Terra que não gosta de ler clássicos nacionais! Esse livro era leitura obrigatória no meu ensino médio, mas não cheguei a ler ele, pois fiz meu trabalho em cima do Alienista, mas não nego que a novela foi muito boa, o que significa que com certeza o livro também deve ser!
    Bjss http://resenhasteen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu me lembro de ter lido este livro na escola. Está na lista dos que gostei. E olha que nem todos os clássicos que a gente tem que ler no ensino médio me deixaram impressão positiva. As pessoas o conhecem ainda mais por causa das novelas, como você bem citou. Não é à toa que o Leôncio é um dos grandes vilões da telinha. Bom texto por abordar todos estes aspectos. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Li o livro no ensino médio e embora a novela já fosse um sucesso mundial, nunca assisti nenhuma das versões. Mas o livro sempre recomendo para todo mundo, principalmente por causa de um dos motivos que você tão bem pontuou: a história do Brasil.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Já ouvi falar da novela, e com muita frequência, mas confesso que não sabia que tinha o livro. E fico feliz em saber que é uma das obras de maiores sucessos e não só um clássico na literatura mas como também na Tv. Adorei a postagem, não conhecia esse quadro aqui e achei maravilhoso, acabei de descobrir coisas que não sabia haha

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas já tinha ouvido o nome... Gostei de ler a opinião e e verdade que alguns livros são mesmo inesquecíveis!

    Gosto dessa forma do autor de expressar o seu próprio sofrimento através da historia! :) Pelo que percebi, talvez goste...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas cheguei a acompanhar a última adaptação na tv.
    Preciso colocar o livro na pilha para ter a oportunidade para ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Que lindo post! Amei!!
    Não li o livro e nem assistir nenhuma das adaptações até hoje, pelo menos não inteira.
    Adoro clássicos, ainda mais sobre a escravidão e muito de nossa história. Claro, um dia ainda pretendo ler a obra com certeza. É sempre bom relembrar.

    Blog Livros, vamos devorá-los

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Claro que já ouvi falar nesse clássico, só nunca me senti tentada a lê-lo, já assisti alguns episódios da novela, mas não achei muito impactante não. Acredito que o livro mexeria mais comigo e teria um ar realista.
    Sou uma pessoa que tem problemas com clássicos por conta do modo como eram escritos, mas quem sabe eu não acabe mudando isso né?

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi,
    Eu só vi a novela, ainda não tive a oportunidade de ler os livros. Mas, com certeza, é emocionante.
    O livro deve trazer muito mais emoções e sentimentos.
    Beijos
    Daya

    ResponderExcluir
  11. Que delícia encontrar uma postagem sobre um livro clássico.
    Tive a oportunidade de ler essa história quando estava na escola, mas nunca cheguei a ver nenhuma das adaptações... Infelizmente não tenho mais um exemplar desse livro, mas acho até que vale a pena procurar por uma edição nova e colocá-lo na estante!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Adorei conhecer esse livro em sua postagem. Morro de curiosidade de ler a obra original, pois já assisti várias versões das novelas e todas me agradaram.
    Acho que, quando eu ler, essa leitura será inesquecível também.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Oi! :)
    Ótima postagem! Assisti a novela, e confesso que tenho muita curiosidade de ler o livro, principalmente por se tratar se uma obra tão famosa. Tenho certeza que será uma ótima leitura!

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    p://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? Tudo que foi televiso de A Escrava Isaura já vi, mas na literatura nunca peguei nada. Gostei da dica pois não conhecia edições que tinha e fiquei com vontade. Adorei <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Nunca parei pra ler, nem ver as adaptações dessa obra; mas após esse post detalhado fiquei com vontade de desbravar essa história, é um tema que fez parte da história do país a qual o autor parece trabalhar bem, como não consigo me adaptar bem a essas leituras vou procurar assistir a alguma adaptação para TV; adorei a indicação e vou deixa-la anotada.
    Beijos,Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi
    Muito legal o post.
    Tive a oportunidade de ver a adaptação de A escrava isaura, mas nunca li o livro. Com certeza é um clássico memorável e, como você disse, um belo retrato do Brasil.
    Espero ter oportunidade de ler um dia.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Nunca tive a oportunidade de ler nenhuma das edições da escrava Isaura. E também não tive interesse mesmo gostando muito do tema escravidão.

    http://feliciity-unjourdepluie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oii!!!
    Na época que passava na televisão eu era muito pequena e não assistia e mesmo depois de ter crescido, eu não gostava muito de ver.
    Realmente é uma obra muito importante para a literatura brasileira, e eu tenho até que te agradecer por ter falado desse livro, estava procurando um clássico nacional para ler e com certeza vai ser esse. Vi que é um romance, mesmo a protagonista sofrendo nas mãos de Leôncio, acredito que seja uma história diferente, por envolver a escravidão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Confesso que não li essa grande obra da literatura nacional, mas que tenho muita curiosidade e sua postagem fez com que isso aumentasse.
    Não tenho o hábito de acompanhar novelas, mas conheço várias pessoas que estão assistindo à reprise da versão que está passando na Record!
    Adorei sua postagem e as informações contidas nela sobre a obra e também a história relacionada.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Eu nunca tinha me interessado pela obra, pois achei que ia ter uma narrativa cansativa, então sempre me contentei com as adaptações. Mas, agora lendo sua resenha, pelo jeito estava bem enganada. Imagino que a leitura deve ser muito envolvente, acho que vou dar uma chance!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  21. Sabe que nunca li Escrava Isaura e nem vi aquela novela antiiiiiga? E nem sabia que tinha uma nova!

    Não gosto muito de clássicos nacionais, embora tenha lido alguns no ensino médio e gostado. Quando tivemos a opção de Escrava Isaura, corri pro A moreninha e amei demais!

    Mesmo com sua resenha dizendo o quão bom e amplo é o livro, ainda não sinto vontade de lê-lo... Quem sabe um dia em minha velhice...

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  22. Acredita que conheço a história mas nunca li o livro... Conheço mais ou menos. Assisti a primeira novela, não tinha opção era criança e tinha que ver o que minha mãe via, mas não lembro quase nada. Quando passou o remake não cheguei no final, então não sei o que acontece com as personagens... aaaaahhhhhh... e nunca li o livro, o que aliás é imperdoável pra quem gosta de clássicos. E seu post foi excelente exatamente pra isso... Muito obrigada.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Acredito que todo já ouvi falar na Escrava Isaura. Até porque a nova voltou a passar. Achei bem bacana você ter pega tanto as novelas de 1976 e 2004, e o livro para comentar nessa publicação. Deixou a postagem bem interessante e completa. Nunca tive interesse em ler o livro, mas já assistir a novela de 2004 e é interessante. Beijos'

    ResponderExcluir
  24. Oi Mairton, tudo bem?
    Que coincidência, essa semana mesmo, eu vi um programa na TV falando da novela da Globo, dizendo que até hoje continua fazendo sucesso. Fiquei impressionada, pois já se passou muito tempo. Não tive a oportunidade de ver a novela e nem de ser o livro, mas com certeza é uma história incrível que está na minha lista.

    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Nunca li o livro, mas cheguei a ver a novela.
    Era bem jovem na época e não gostei muito.
    Talvez lendo a obra agora, minha impressão seja diferente!
    Quem sabe no futuro?!
    Obrigado pela dica!

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  26. Olá,
    Realmente é impossível encontrar alguém que não conheça, pelo menos de ouvir falar, esse clássico. Eu particularmente nunca me interessei em ler o livro, mas já assisti alguns capítulos da adaptação e consegui enxergar na adaptação alguns pontos que você ressaltou sobre os temas que constam na narrativa.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  27. Olá.
    adorei o post. Nunca li o livro, mas assisti a adaptação de 2004, acho que todo mundo assistiu.
    O post ficou bem informativo, parabéns pelo lindo trabalho, amei a coluna.

    ResponderExcluir
  28. Oie!!
    Nossa eu adorei essa coluna!!
    A Escreva Isaura é uma dos classicos que eu mais amo da nossa literatura. É tão vivido e bem escrito que encanta qualquer leitor, por isso faz tanto sucesso inclusive na televisão.
    Posso sugerir para você fazer uma postagem sobre A Moreninha? Amo o livro e o filme... são incriveis!

    beijos

    ResponderExcluir
  29. Olá, os clássicos são mesmo incríveis!

    Eu nunca li mas já acompanhei algumas informações sobre o enredo. Adorei esse post especial <3

    Abraços

    ResponderExcluir
  30. Oi, tudo bem?
    Já vi uma adaptação de A Escrava Isaura feita pela record, inclusive acho muito bem feita, mas nunca cheguei a ler essa obra. Para falar a verdade, sinto até receio pois é uma linguagem antiga e mais rebuscada.

    ResponderExcluir
  31. Olá!!
    Está passando adaptação da Record novamente na TV, né? Eu nunca assisti, mas conheço um pouco da história. Há muito tempo que eu quero ler o livro A Escrava Isaura, é clássico da literatura e TV, uma história incrível. Eu tento achar a versão pocket, mas nunca achei nas livrarias por aqui, depois vou procurar na net.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.