segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Resenha: Vitimas da Obscuridade, de Márcio Zanini

Hoje venho trazendo a resenha de Vitimas da Obscuridade, do autor nacional Marcio Zanini, publicado de forma independente. Já vou confessando que foi muito difícil de resenhar este livro. Porque a dificuldade? Explico a seguir. 


Sinopse:Próximo ao lindo oceano em São Francisco, em uma casa sinistra e revoltada com seu proprietário, onde canos que agora funcionavam como veias e a tristeza vista nas sombras parecem se mover aumentando o medo e angústia de Michael em seu conturbado casamento. Sua sanidade é colocada à prova revivendo seu eu interior que a muito tempo estava esquecido. Espiritualmente torturado na sua dúvida e horrivelmente testado na sua humanidade, Michael precisa lutar contra o inimaginável. Testar seus limites e sua fé. Fazer o impossível em nome de proteger a sua família. Vítimas da Obscuridade questiona o fino limiar entre bem e o mal. Entre os demônios internos de cada um, em como os mistérios da vida nos colocam em situações onde somente os mais adaptáveis sobrevivem. 


O enredo conta a história de Michael que está sofrendo pela briga e separação de sua esposa e filho, que somem depois de uma discussão. Enquanto sofre em seu apartamento por isso, coisas estranhas começam a acontecer. Ele vê uma criatura entrando em seu porão, um ser maligno que deixa um recado: Ele teria que matar um homem que iria tocar sua campainha a noite. A partir dai ele começa a receber pessoas que cometeram crimes ou que foram pessoas ruins em sua vida, que pedem as mate, para que possam conseguir a salvação. A cada pessoas morta, este ser que sai do seu porão,  aparece para arrastar o corpo. E o pior não é isso, esses seres estão com sua esposa e filho e o ameaçam para continuar os servindo.  

Dai pra frente temos momentos tensos, cheios de terror e suspense.  e conhecemos esses seres que saem do seu porão, que vivem em um mundo paralelo ao nosso, se alimentando de humanos. O autor conseguiu ai criar um bom enredo psicológico, pois conhecemos o mais profundo da maldade humana, através das pessoas que aparecem no apartamento de Michael.  

Na história também conhecemos o detetive Hunt, um home que tem seus próprios medos, inclusive de se aceitar como homossexual.  

Este enredo tinha tudo para ser perfeito, se Marcio não tivesse pecado em algo crucial: Desenvolvimento.  O livro demora a mostrar a que veio, e quando isso acontece tudo começa a passar rápido demais e chegamos no final, com aquela pergunta: Só isso? 

Precisaríamos de um aprofundamento maior desses seres que vivem em mundo paralelo, e que se passam por anjos para enganar aqueles que cometeram alguma maldade, e que precisam morrer para se salvar do inferno.  Acredito que não conhecemos muito o mundo em que eles vivem, como eles vivem e como iniciaram tudo aquilo.  

No meio do livro temos uma breve explicação de como esses seres conseguiram acesso ao nosso mundo e como cada portal se abre em um lugar diferente (são vários em todo mundo). Quando a história está ficando boa e o enredo engrenou, o final acontece, assim em pouco tempo e sem delongas.  


Tá, histórias arrastadas ficam chatas de serem lidas, mas histórias com um desenvolvimento curto, pecam da mesma forma. Precisamos do mesmo peso e medida, ou seja, precisamos de um desenvolvimento bom, nem curto demais, nem longo demais.  

Na minha opinião, os primeiros capítulos poderiam não ter sido feitos, mas sim termos um aprofundamento maior no terror do livro.  Nos crimes e apreensões de Michael, que continua atendendo o pedido dos "anjos" para salvar sua família 

O final foi bem escrito, apesar de ter chegado muito rápido.  Ficamos com algumas perguntas em abertos, e confesso que fiquei órfão, pois temos perguntas não respondidas. E não são perguntas simples, são perguntas necessárias para que o enredo cole.  

A diagramação do livro está muito bem feita, com folhas amareladas e letras grandes e espaçadas, tornando a leitura agradável. A capa do livro mostra realmente o enredo como ele é, com um desses seres embaixo da escada e como todo teor obscuro.  

Resumindo, o enredo de Vitimas da Obscuridade tem tudo para ser um sucesso, mais precisa de um desenvolvimento melhor, precisa que as perguntas sejam respondidas. Dei quatro estrelas no Skoob, pelo terror psicológico que o autor prega, pela escrita que é clara e muito fluída, e também porque mesmo de uma forma independente, não possuir erros de revisão.

27 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, e ainda mais por não conhecê-lo. Eu fiquei curiosa sobre a história, especialmente por ser um gênero que eu adoro conferir. Achei a capa bem intrigante, preciso confessar. Uma pena sobre o desenvolvimento, realmente é algo crucial, mas espero que possa ser algo mais estudado posteriormente.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Gosto muito de obras do gênero e essa em especial eu não conhecia. Confesso que fico com um pé atrás, ao saber que muitas coisas ficam vagas na história, já que gosto de todos os pontos bem esclarecidos, mas achei bem interessante o enredo e o mistério que ronda a trama. Vou anotar a dica e espero em breve pode realizar a leitura, para tirar minhas próprias conclusões.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Infelizmente a capa já não chamou minha atenção logo de cara, mas ao saber os reais motivos pela demora em resenhá-lo me fizeram deixá-lo ali no finzinho da lista, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Gente, que enredo curioso. Crimes, mais sobrenatural, mais terror... Esse livro tem tudo pra dar certo com uma originalidade dessas! Eu não o conhecia, mas confesso que fiquei super curiosa para saber como o autor desenvolveu, mesmo sendo um pouquinho arrastado.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduarda. Fico feliz que tenha se interessado em ler. Cada um é uma experiência única e pessoal.Tem filmes que gosto que tenho amigos que não gostam por exemplo rs... Essa é a graça não é? ;) Me envia um email (mzanini34@gmail.com) que te mando o livro de presente. Grande abraço e Feliz Ano novo. :)

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá
    A capa não chama tanta a atenção, mas o enredo parece bem agradável e instigante. O fato de algumas coisas ficarem vagas pode ser um ponto bem negativo, mesmo assim despertou minha curiosidade eme ler, já que o clima do enredo muito me agrada.
    Sei como é ler algo que poderia ser muito bom, mas não ter sido melhor desenvolvido. Acho que o papel do resenhista é esse apontar o que poder ser melhorado também. E numa futura reedição isso ser ajustado.

    Bjs,

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Nossa achei interessante sua resenha, mas quando você disse que os primeiros capítulos do livro nem precisavam ser escritos! Pá um tapa na cara. Mesmo sendo interessante eu não leria, não por causa da resenha, e si porque o contexto todo vai ser um pouco forte, acredito. Prefiro mortes dramaticas do que mortes frias.

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Não conhecia esse livro ainda e achei a proposta de enredo interessante mas não é um livro que eu leria pois sou uma pessoa muito medrosa e geralmente evito esse tipo de leitura. É uma pena que a obra careça de um desenvolvimento melhor elaborado, ainda mais pela premissa prometer tanto. Já li obras que seguiram pelo mesmo caminho e sei como isso pode decepcionar o leitor.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  9. Não gostei da premissa do livro, mas saber que ele peca em desenvolvimento não me faz querer nem dar uma chance ao livro. Achei a capa maravilhosa, mas é como você disse, histórias arrastadas são ruins da mesma forma que uma história com um desenvolvimento ruim.
    Ótima resenha!
    Obrigada pela dica!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    A sua resenha está muito bem escrita, mas sinceramente não leria o livro, não ando numa "vibe"de enredos tão densos e pesados. Sabendo que a leitura é arrastada, aí perdi o interesse de vez.
    Gostei da foto que fez da capa.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Ainda não conhecia esse livro e, sinceramente? Parece que o autor tinha tudo para fazer a coisa funcionar, mas não fez isso, o que é bem triste.
    Acho que, se essa obra fosse mais bem trabalhada, eu poderia adorá-la, mas, no momento, não é o que preciso, infelizmente.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. é até clichê eu falar isso, mas é que não gosto de livros de terror e esse é mais um exemplar dele. Sou muito medrosa para tal portanto essa dica vou deixar passar.

    Por outro lado eu amei a sua sinceridade e o fato que sua resenha não é apenas confetes. Apresenta o lado bom sim, mas aponta as falhas no enredo e onde poderia melhorar.

    Beijos e bom 2017!

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Nossa não conhecia o livro mas seu enredo me pareceu bem assustador com esses seres malignos e tantas mortes. Fiquei interessada na história mas seus apontamentos negativos me desanimaram e ei tô cansada de histórias arrastadas. Esse ano ano tive uma boa dose delas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá! Tudo bem por aí?

    A capa é bem meia boca, mas a premissa é muito interessante. É o tipo de história que eu adoro! Apesar de suas considerações sobre a obra não serem tão boas por faltar desenvolvimento na história, eu acho que ainda a leria mesmo assim, pois fiquei bem curioso para saber sobre esses seres, etc.

    Abraços.
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  15. Oie,
    Não conhecia esse livro ainda, mas gostei bastante da premissa dele, amo terror/horror e esse livro com esses seres e tudo mais me chamou a atenção. Apesar do autor ter pecado no desenvolvimento, fiquei com vontade de ler.

    Beijos
    Bru, Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  16. Oie
    ah que pena que apesar do bom enredo, não teve um desenvolvimento tao legal, é bem chato quando acontece pq desanima bastante a leitura e sabemos que poderia ter sido boa se melhor aproveitada, ótima resenha e parabéns pela sinceridade

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia esta obra, mas não sei se quero conhecer. Minhas duas últimas leituras foram nesse estilo: arrastadas e do nada puf tudo acaba. Decepcionante. E este livro segue a mesma linha? Aff. Mas legal conhecer, embora duvide que eu vá lê-lo. Bexitus livrescos!

    |amorlivresco.wordpress.com|

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?

    A premissa até chamaria minha atenção se não tive esse problema de desenvolvimento. Não gosto quando os autores não conseguem desenvolver bem a trama, tudo fica muito superficial. Não é um livro que eu leria imediatamente, mas vou anotar a dica para formar uma opinião um dia.

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  19. Eu fiquei interessada mas sinto que não tem muito mais coisa para descobrir no livro, apenas o final e como ele se livra dos "seres" (eles ganham um nome?). Vou ficar de olho no autor e nos títulos dele, quem sabe Marcio Zanini não consegue um contrato com uma editora e lança o livro com um desenvolvimento melhor? Não custa nada torcer a favor.

    ResponderExcluir
  20. Oiee ^^
    Poxa, é uma pena que o autor não tenha desenvolvido bem a história, e corrido com tudo depois. Eu odeio quando isso acontece, é bem decepcionante, né?
    Eu ainda não conhecia este livro, mas, pela premissa, não o leria. Não gosto muito do gênero...haha' Mas, tirando esses fatores, parece ser um bom livro :)
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Ainda não conhecia essa obra mas eu concordo com você, o autor precisa encontrar o ritmo certo de sua narrativa, senão fica muito chata por ser arrastada ou por não ser bem trabalhada. Eu gosto muito de histórias de terror e suspense, mas confesso que esses pequenos detalhes me desanimaram com a trama toda... Enfim, vou deixar essa dica de lado por enquanto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Mairton

    Eu não conhecia o livro nem o autor. Que pena que ele peca no desenvolvimento, um aspecto tão importante. Pra te falar a verdade eu já comecei a entortar o nariz pra história lá no começo da resenha...esse negócio de criaturas não é minha praia. Gosto daquele terror/suspense com pessoas, sabe? A maldade das pessoas com as pessoas. Enfim...

    Beijo

    ResponderExcluir
  23. O livro no geral não me chamou muita atenção, não sei se eu ia conseguir aproveitar a ideia do enredo de forma positiva sabe? Vou passar a dics dessa vez.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  24. Oi,
    Confesso que ele me chamou atenção, de uma forma ou de outra, talvez pelo título,sinopse ou capa, mas lendo sua resenha e percebendo porque demorou para escrever-la, digamos assim que essa curiosidade foi desaparecendo, uma pena já que me pareceu ser um livro envolvente.
    O que me deixou um tanto frustada foi essas perguntas sem respostas no fim, odeio quando isso acontece.
    Enfim mesmo com sua resenha, por hora dispenso a leitura.
    Beijos

    Mari - Stories And Advice

    ResponderExcluir
  25. Olá,
    Desconhecia a obra, mas de cara já fiquei bem curiosa para ler para saber um pouco mais sobre esses "anjos" e como eles fazem com que as pessoas se encaminhem até a casa de Michael para que tudo aconteça.
    Uma pena que ao seu ver tenha faltado um pouco de desenvolvimento e que tenha achado que tudo foi muito rápido. Fiquei desanimada ao saber que algumas perguntas não foram respondidas até o desfecho da obra e isso me irrita um pouco.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Meu Deus que livro é esse. Fiquei com medo e ao mesmo tempo curiosa para conhecer esses seres malignos. Pena o livro não ter um desenvolvimento bom, isso acaba desanimando o leitor. Adorei a sua resenha e se tiver oportunidade quero ler o livro mesmo com os pontos negativos.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.