terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Resenha: Trilogia do Mal - Vol. 1 - Sombrio, de Fernando Drummond




Considerada a maior obra em extensão sobre assassinos em série do mundo! Conhecendo as histórias verídicas tendemos a não repetir os mesmos erros...


...Mas, se mesmo assim, preferir viver no seu mundo cor de rosa em que a maldade humana é fictícia e está muito longe de você, aconselho que feche o livro..." 

Assim Fernando Drummond, inicia sua obra, Serial Killers – Trilogia do Mal, Vol 1 – Sombrio. Ai você já pode enxergar o que vem pela frente, não pensei que é algo de ficção, nada disso, neste livro você conhecerá o lado mais obscuro da mente humana. Conhecerá psicopatas, que são capazes de tudo para atingir o que desejam, e verá que eles nem sempre mostram diretamente quem são. 

O seu vizinho, seu amigo, ou algum familiar pode ser um deles, e você talvez nunca descubra isso, este é o maior "dom", se assim podemos chamar, do psicopata, ser uma pessoa normal aos olhos da sociedade es esconder seus verdadeiros desejos.  



Fernando Drummond, formado em Direito, não queria iniciar sua vida literário com um livro ficcional, ele queria escrever algo importante para a sociedade, algo que pudesse ser levado por anos e mesmo assim não perder sua importância. Ai surge a Trilogia do Mal, que como o nome já disse traz a verdadeira face do mal. 

Nesse primeiro volume, que leva o Titulo sombrio, Fernando nos introduz no mundo de Psicopatas famosos da vida real. Seres capazes de comprar crianças para transformar em bonecas, seres capazes de trair, enganar e até matar seu próprio sangue para atingir tudo aquilo que deseja.  

O GATO NÃO ESTÁ MORTO. RS. APENAS DORMINDO


Cada capitulo conhecemos um pouco o que se passa na mente desses "humanos", E Fernando fez um intenso estudo ao lado de advogados, médicos e psicólogos para explicar como se forma uma pessoa assim. Ao ler você percebe o quanto o estudo foi aprofundado, e simplesmente não foi trazido superficialmente, mas sim com base em fatos reais. 

No livro há um capitulo, dedicado a psicopatas da ficção, afinal temos tantos por ai: Norman Bates, de Psicose. Hannibal, entre outros. Além disso, o autor explica como a o fanatismo religioso, o ocultismo e a cultura exacerbada pode construir um psicopata.   

Sempre mostrado casos reais, em cada capitulo Fernando trata de crimes importante e difíceis de esquecer. Como Amytiville,  A Condessa de sangue, Jack, O Estripador e muitos outros.  Exemplificando cada característica de um ser humano, que só enxerga a si próprio,  que pensa que ele é o centro do universo e que todo devem adora-lo. Seria Hitller, um exemplo de  Psicopata? Uma criança também é capaz de matar? E a principal pergunta, como identificar um Psicopata? 

Confesso, que o livro é forte, mas é algo que nos rodeia,  é algo que não adianta você tentar fugir e fingir que não existe. Trilogia do Mal, Vol 1 – Sombrio é um livro, um almanaque de mais de 700 páginas, que você precisa ler para conhecer ainda mais da mente humana. Não é um livro de terror, é um livro  necessário para qualquer pessoa. Deixe o preconceito de lado, e não precisa ter medo de adentrar esse mundo, não adianta mais fugir, essa é a nossa realidade. 

A diagramação é simples, mas contém fotos de casos e psicopatas, que ilustra cada capitulo. Falando nisso,  cada capitulo traz uma frase inicial que nos faz refletir antes de iniciar o próximo caso.  

A escrita do autor é calma, fluída, e deixa um assunto tão forte, leve. Você começa a ler e começa a entender o porque de Fernando ter escolhido esse tema para adentrar no mundo literário.  O leitor começa a ver que Fernando dedicou horas, e mais horas para trazer um livro de qualidade, e ele ganha minha admiração por isso. Não é só mais um autor para ganhar fama, Fernando quis trazer algo necessário para todos, um livro de cabeceira, e parabéns, ele conseguiu!


Estarei aguardando o segundo livro da trilogia, e sei que muito ainda falta para conhecer a mente humana.  

Página no Facebookhttps://www.facebook.com/TrilogiaDoMal

33 comentários:

  1. Olá
    Eu não conhecia esse título, mas já fiquei bem curiosa por conta da premissa, e adorei poder conferir suas impressões a respeito. É um gênero que me atrai bastante, e os elementos retratados por você me deixaram bem intrigada. Não tenho dúvida de que é um livro forte, especialmente por abordar esse lado do ser humano. Espero ler também..
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Gente, eu acho que só por essa frase do início eu já deixava o livro para lá e nem lia kkk Eu sou extremamente medrosa e por isso acabo evitando livros assim, mesmo que eu fique intrigada e curiosa na hora, depois eu acabo ficando muito assustada e não durmo direito. Mas lendo eu já tive algumas pessoas em mente que irão amar esse livro e já anotei para dar de presente de Natal. Obrigada por compartilhar essa dica <3
    Um beijo
    wwww.brookebells.com

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Quantos elementos de colocar meu cabelo em pé nesse livro. Provavelmente as 700 páginas desse livro fluem sem o leitor perceber com tantos detalhes descritos nos livros como você observou. Fiquei bem curiosa e espero conferir em breve.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  4. Que livro incrível gente, eu realmente não conhecia a obra e achei fascinante, gosto muito de livros, revistas, tudo que envolva serial killers, eles me deixam louca para descobrir tudo sobre eles, gostei de saber que o livro é bem detalhista e quero ler o quanto antes.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro e nem o autor, mas fiquei com um dúvida, o livro trás relatos de casos reais que aconteceram ou se trata de um livro cientifico pra conhecer essa estrutura psíquica? Enfim, a sua resenha ficou muito boa, e o livro parece ser ótimo, vou anotar a dica aqui haha

    ResponderExcluir
  6. Não é um tipo de livro que eu procuraria para ler mas não posso negar que fiquei curiosa para saber mais sobre a trama. Não sei se é uma obra que me agradaria mas acho que vale a pena dar ma chance.

    ResponderExcluir
  7. A capa do livor me deixou com medinho... rs Mas como você descreveu que apesar do enredo, a escrita do autor é leve, me interessei bastante pelo livro e acho que seria uma excelente opção para sair da zona de conforto. Adorei a dica.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não leio esse tipo de livro, mas vou ser sincera, fiquei muito afim de ler. Pelo oque entendi, o autor fez um mega e maravilhoso trabalho de campo que deve ser reconhecido sim, e com certeza irei dar uma chance.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Sempre tive receio de ler livros assim, até que li Eu vejo Kate da Claudia Lemes e gostei, gostei muito. Desde então busco outro livro da mesma temática e sua resenha veio bem a calhar.
    Vou pesquisar mais sobre o livro e talvez compre direto com o autor para ter uma dedicatória nele... ;)
    Obrigada pela resenha!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Oláá!

    E aqui nós temos um livro de um Drummond que não é o Carlos, tenho que confessar que amei o sobrenome e para mim ele já chega com uma responsabilidade a mais que os outros.

    No entanto, eu não gostei da capa e não gosto da temática, acho que eu sou uma pessoa medrosa ao extremo, então essa é uma leitura que eu não procuraria, mas agradeço pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    Eu ainda não conhecia o livro, e ele não me interessou muito.
    Eu gosto mais de romances, de histórias fofinhas, e já vi que vou me incomodar um pouco com essa história. Mesmo sendo interessante, vou deixar para outro momento.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  12. Oie! Seu texto mostra a importância do trabalho do Fernando: estas pessoas estão por aí e muitas vezes nem são percebidas, a menos que seja tarde demais, ou identificadas. Basta lembrar que ninguém sabe quem é Jack o Estripador ou aquele assassino do Zodíaco. No momento não é o tipo de leitura que estou procurando, mas parabéns por dar ao autor o destaque que o trabalho dele merece.

    ResponderExcluir
  13. Quando se trata de assuntos psicológicos, pode ter certeza que me interesso, mais ainda quando é abordado assuntos da vida real. Gostei bastante do quote que você selecionou no incio, dá um suspense bem grande hahaha. òtima resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Eu adoro livros que tratam de psicopatas e psicopatia - sejam eles ficcionais ou não. Tenho me casa alguns nesse mesmo estilo desse, mas nunca peguei eles para ler de uma vez. Utilizo mais como um apoio.
    E esse deve ser um ótimo livro, principalmente por ter essa pesquisa por trás. O que me assusta é o tamanho dele: 700 páginas somente no primeiro volume? Mas sendo bom, que mal tem?
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/12/desafio-literario-2017.html

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Adoro livros que exploram a mente humana e acho que esse é um ótima pedida.
    Achei muito legal o livro mostrar casos que, de fato, aconteceram e estou me perguntando se podemos chamar esse tipo de pessoa de humanos mesmo, sabe?
    Curti muito a resenha e quero muito ler.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Desconhecia o autor e sua obra.
    É um assunto que tem gerado grandes obras ultimamente. Ainda não li nenhuma que falasse sobre serial killer, destrinchando a mente humana e todas as maldades que ela pode proporcionar a um indivíduo.
    A capa é muito intrigante e estou curiosa pela leitura. Adorei saber suas impressões e me deixa com mais vontade de fazer a leitura saber que é fluida.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá,

    Não conhecia a obra, mas gostei muito dessa temática, adoro psicologia forense, então com certeza iria me divertir um bocado com esse livro. Apreciei muito suas impressões e espero em breve poder também adquirir um exemplar.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  18. É engraçado como esta psicopatia é mesmo de certa forma um dom. Gosto de tramas onde posso ver a mente criminosa, isso não me assusta por isso, estou anotando sua dica.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Eu não conhecia essa obra! É a primeira resenha que leio sobre o livro e você já conseguiu me deixar curiosa para conferir também!! Sou uma grande curiosa sobre o tema, e sinto falta de algo mais completo sobre isso na nossa literatura. Ótima resenha.
    beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    É a primeira vez que ouço falar na obra e já estou louca para ler, psicopatas é um tema que atrai muito e pelas suas opiniões, o autor trabalhou em explicar as variáveis desse tema, a capa é bem sugestiva ao tema, se encontrasse esse livro em uma livraria, com certeza levaria para casa. Adorei suas perspectivas e a sua recomendação, procurarei comprar o mais breve possível.
    Beijos,Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bom?

    Eu não conhecia o livro, mas já adorei, apesar de não ter curtido a capa, apesar de combinar com a história. Gosto muito de histórias sobre serial killers, adoro quando os autores mergulham na história e quando preocupam-se em fazer pesquisas, a história ganha muito mais credibilidade assim. Com certeza faria a leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Li a resenha mas não consegui me sentir atraído pela obra, por mais que você tenha feito ótimos elogios eu deixarei passar.

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Não conhecia esse livro ainda, mas fiquei bem interessada porque infelizmente esse tipo de pessoa é bem comum na nossa sociedade e não dá para fugir mesmo e nem fingir que não existem. Gostei que ele tem capítulos especiais para os psicopatas da ficção, já que nunca ficamos cansados deles. Adorei a sua resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Olá.

    Eu não conhecia esse livro, mas também não me interesso por esse tipo de gênero. Fico feliz q vc tenha gostado dessa obra. Estou passando longe desse livro rsrsrrsrs Não gosto de livros assim, mas tenho certeza que muitas pessoas vão ler e gostar. Desejo muito sucesso ao autor.

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  25. Nossa... definitivamente eu não tenho estomago para isso não... sério!!
    A sua resenha está ótima, o livro parece ser realmente interessante para quem curte o gênero, mas pra mim?
    To fora kkkkkkkkk

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  26. Olá!

    Confesso que essa capa me deixou um pouco travada e confesso também que esse assunto me deixa um pouco desconfortável. No entanto, suas considerações me deixaram a vontade para realizar esse leitura, principalmente a parte em que disse que a escrita do autor é leve. Então vou anotar essa dica. Obrigada!

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  27. Olá! Eu gosto de ler sobre esses assuntos, tenho alguns livros que falam sobre psicopatas e serial killers, esse precisa estar na minha estante, adorei muito sua resenha. Aquele momento inveja de vc ter o livro autografado rs.

    ResponderExcluir
  28. Oi
    Gosto de histórias de Serial Killers e fiquei curiosa para ler esse livro.
    Já li um da Casoy e fiqui fascinada e não conhecia esse.
    Muito interessante saber da formação do livro e as histórias.
    Pretendo ler em breve!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  29. Oi!

    Eu adoro esse gênero, ultimamente estou mais concentrada neles. Me interessei mais ainda por ser de um autor brasileiro e até hoje li poucos nacionais nesse estilo. A dica está anotadíssima, estou super curiosa e quero iniciar a leitura o quanto antes!

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Olá.
    Eu nunca tinha ouvido falar nessa trilogia antes e embora tenha curiosidade em ler um livro que fale de Psicopatas famosos da vida real tem algo que vc citou na resenha que me fez desisti do livro, pois se no livro fala de psicopatas doentes que pegam crianças para transformar em bonecos, eu já passo mal, já assisti uma reportagem sobre isso e é muito forte.
    A resenha ficou ótima, mas não tenho estomago para o livro.

    ResponderExcluir
  31. Olá, tudo bem? Primeiro que 700 páginas e esse é o primeiro livro, nossa. Segundo que a capa, amigo corro para longe de medo haha terceiro, o assunto abordado me faz correr mais longe ainda. Queria ter essa habilidade de ler livros que você entra no lado mais obscuro humano, ou de terror, sem ficar com medo ou aterrorizada. Isso me acompanha desde filmes, séries também. Deixarei a dica passar por causa desses motivos, mas ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Mesmo sendo um assunto tão assustador, fiquei super interessada e instigada a conhecer. Se Fernando Drummond queria escrever um livro que agregasse algo a sociedade, então ele realmente conseguiu.
    Não será no momento, mas irei ler a trilogia para conhecer mais desse trabalho do Fernando Drummond.
    Bjs

    ResponderExcluir
  33. Oi, tudo bem?
    Uau que livro é esse? eu sou mega suspeita de falar pois adoro esses livros mais tensos, ainda mais que falam de psicopatas e refletem a mente humana e o que uma pessoa é capaz de fazer. Gostei muito de conhecer a obra e fiquei muito curiosa, com certeza já estou querendo!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.