quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Resenha: Rockfeller, de Alexandre Apolca #euleionacional



Sabe aquele livro e aquele autor, que você não sabe o que esperar? Assim foi Rockfeller, assim é Alexandre Apolca. Mas você deve estar se perguntando, por que eu não sabia o que esperar do autor, vou explicar. 

Algum tempo atrás, li, na verdade tentei ler, o Livro Legna, o primeiro livro publicado por Alexandre. No quinto capitulo desisti, pensava o que aquele autor (que não conhecia) queria dizer com toda aquela história enrolado, com aqueles diálogos sem nexo. Por isso quando peguei Rockfeller em mãos, recebido do próprio autor, fiquei imaginando o que esperar. Ai foi a minha tamanha surpresa, encontrei um Alexandre mais seguro, um autor que enfim tinha encontrado seu caminho.  

Rockfeller traz a história de Beto Rockefeller, um jovem comum, ou quase, que só queria viver a vida, ser cantor de rock e se divertir com seus amigos. A historia começa nos anos 80, 90 onde Beatles, Legião Urbana, Raul Seixas e outros tocavam em todas as rádios. E essa a trilha sonora que acompanha a vida de Beto, um dos pontos fortes do livro, já que em todo o enredo encontramos boas filosofias vividas por Renato e outros de nosso rock nacional.  

Beto depois de uma "pequena" confusão com a Polícia de São Paulo, acaba tendo que se mudar apara a cidade de São Thomé das Letras, em Minas. Ai encontrei outro encanto do livro, Alexandre pesquisou sobre a cidade para incluí-la na história, na verdade foi nessa cidade que ele se inspirou para escrever Rockfeller. Me apaixonei por essa cidade, que até mesmo coloquei algumas fotos para vocês verem, afinal ela é cheia de segredos, possíveis "visitas" de seres extraterrestres e outras lendas, como o livro cita a cidade é conhecida como a Machu Pichu (Peru) do Brasil. 

Abaixo fotos de São Thomé das Letras:

Resultado de imagem para sao thome das letras

Resultado de imagem para sao thome das letras

Resultado de imagem para sao thome das letras

Ali Beto inicia um relacionamento com Anita, namorada do seu grande amigo, e que passaria a ser a mulher que mudaria, mudaria mesmo sua vida por completo. A partir dai a vida do personagem se transforma e ele deixa de ser aquele jovem inconsequente, para se tornar um homem que faz tudo, tudo por quem ama. Não vou contar mais, se não sairá muito, muito spoiler.

Entre os assuntos trazidos nos livros temos as rebeldias dos jovens, a síndrome da Mão Alheia (Aquela onde a mão não obedece seu corpo e parece ter vida própria). Mas o principal assunto que me chamou bastante atenção, são os delírios do personagem. Entre todas as suas aventuras e reviravoltas que a vida dá, ele sempre observa um corvo lhe seguindo, e várias alucinações que acontecem junto disso. Para ele tudo de ruim que acontece em sua vida, é trazido por este corvo que sempre está presente. Ai vemos um caso de esquizofrenia, onde Beto parece ter grandes crises de ficção.  

Um ponto negativo que deixaria sobre o livro, são as cenas eróticas, não são frequentes, foram 3 ou 4, durante o enredo, mas é algo que realmente não necessitária.  

Alexandre se arriscou ao escrever o livro, afinal ele conduz uma história onde tudo pode acontecer, onde Beto é um personagem imprevisível, suas atitudes muitas das vezes não são esperadas. E essa imprevisibilidade de acontecimentos, é o ponto forte que o autor encontrou para surpreender, até chegar a um final que ninguém, ninguém mesmo imaginaria.  


O livro narrado em primeira pessoa pelo próprio Beto, me deixou em muitos momentos pensando, se aquele livro era uma obra de ficção ou relatos reais. Acompanhamos Beto de sua juventude, até sua morte. São poucas páginas, cerca de 184, em 39 capítulos curtos. Nada mais, nada menos do que necessário para deixar o leitor aflito, emocionado e muitas das vezes até chocado com tudo que acontece com nosso personagem.  

Alexandre conseguiu se renovar, e enfim mostrar ao que veio, encontrou seu gênero, encontrou seu espaço. Não é a toa que o livro ficou muito tempo entre os 10 mais vendidos da Amazon 

Seja bem vindo ao mundo dos jovens roqueiros, seja bem vindo ao mundo de alucinações, seja bem vindo a Rockefeller.  

30 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro, especialmente porque ja fiz essa leitura também e achei ótimo. Ja conhecia a escrita do autor e gostei muito de mais esse desenvolvimento. Me identifiquei demais com sua opinião, seja por conta dos personagens, de cenas desnecessárias e afins.
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem? Eu já li muitas resenhas mega positivas sobre a obra, e lendo a sua minha curiosidade só aumentou. Gosto da premissa e acho que teria uma boa experiência com essa narrativa. Que bom que o autor amadureceu sua escrita! :D Espero ter a oportunidade de ler.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não conhecia o livro e fiquei bem interessada no enredo, achei master original. Não sabia que o autor já era um sucesso na amazon e me senti morando embaixco de uma pedra com esta informação.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá...
    Gostei de sua sinceridade na resenha!
    Fiquei bastante feliz pelo autor ter conseguido se renovar e presentear o leitor com uma história mais qualificada. A premissa é até legal e me deu vontade de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bem bacana, adoro livros que envolvam música. Que bom que vc deu uma nova chance ao autor.

    ResponderExcluir
  6. Ooi
    Confesso que mesmo com sua ótimaa e positiva resenha não pretendo ler o livro, pelo menos não por agora. A história parece ser bem legal e bem escrita, por isso anoto a dica. Quem sabe um dia eu o leia. :)

    ResponderExcluir
  7. Sendo bem sincera, eu amei muito a capa e a história, mas por saber que tem cenas eróticas não me atraiu tanto. Não me atrai tanto livros assim, porem, daria uma oportunidade sim.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Essa história é bem diferente do que costumo ler e confesso que me prendeu de jeito! Sua resenha ficou demais e quero ler.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  9. Olá! Eu realmente não sei se eu leria o livro depois de suas considerações. rs
    O que me chamou a atenção foi o cenário Machu Pichu com seus mistérios e segredos.
    Está anotado de repente quem sabe? Eu leio.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Uma curiosidade: você sabe se tem alguma relação com a trama de uma novela antiga (antiga meeeesmo, da época da TV preto e branco) chamada "Beto Rockfeller"? Seu texto apresenta uma trama interessante. No momento, não é o que estou procurando, mas a dica está anotada. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim. A mãe do personagem era fã da novela e colocou o mesmo nome no filho. kkkkk

      Excluir
  11. Oi!
    Já li algumas resenhas desse livro e admito que não me senti muito atraída pela trama pois não é um gênero que eu goste muito de ler mas fiquei muito animada em saber que nesse livro o autor conseguiu se encontrar e se superar, renovando e desenvolvendo o seu talento e a sua criatividade. Isso é algo muito difícil e por si só ele já merece os parabéns.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  12. Oie!
    Eu ainda não conhecia esse livro, nem tinha lido outra resenha dele por ai.
    Achei bem interessante essa história, mesmo que essa parte das cenas eróticas não tenha agradado.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Você acredita que eu nunca ouvi falar do autor, nem dessa história? Mas olha, fiquei bem curiosa. Eu adoro aventura e fiquei bem instigada a saber como o autor escreveu esses delírios do personagem. Fiquei pensando aqui.. Hahaha. Acho que vou comprar o livro para ler ano que vem. Parabéns pela resenha!

    bjs!

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Eu não conhecia o livro nem o autor, mas você me deixou intrigada. Principalmente pelo livro ser narrado em primeira pessoa por um personagem esquizofrênico. Adoro esse tipo de leitura em que não sabemos o que é real e o que é criação da mente do personagem. E ainda mais vindo de um autor nacional.
    É uma leitura que pretendo fazer em breve.

    ResponderExcluir
  15. Oi.
    Eu não conhecia o livro nem o autor, mas você me deixou intrigada. Principalmente pelo livro ser narrado em primeira pessoa por um personagem esquizofrênico. Adoro esse tipo de leitura em que não sabemos o que é real e o que é criação da mente do personagem. E ainda mais vindo de um autor nacional.
    É uma leitura que pretendo fazer em breve.

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Já ouvi mutos elogios para esse livro, mas não tenho muita vontade de ler. Acho que o principal motivo é que você não é a primeira pessoa que fala que as cenas eróticas desse livro não foram necessárias. São Thomé das Letras é uma cidade muito bonita, já a visitei várias vezes. Acho que não entendo essa questão de o mocinho namorar a namorada do amigo :(
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu nunca li nada do autor, tenho Legna na estante, e que pena saber que você desistiu da leitura. Fico até com o pé atrás, rsrs. Sobre essa obra, também recebi ela, e vou ler nas minhas férias. Que bom saber que o autor amadureceu mais. A premissa é bem interessante, espero gostar da leitura.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  18. Eu já li um livro do autor e também desisti. Acho que o mesmo primeiro livro que você, mas agora que vejo que ele encontrou seu caminho em Rockfeller eu quero muito poder conferir a obra e ver se eu penso como você. Beijoa

    ResponderExcluir
  19. Olá, eu já conhecia a obra mas ainda não realizei a leitura. Acho o enredo meio louco e adorei a maneira como você falou do livro, achei sua resenha bem sincera e fiquei mais curiosa para conhecer essa história e entender melhor a trama. Parece ser uma leitura muito boa e espero poder realizá-la em breve.

    ResponderExcluir
  20. Oii!!
    Eu já li sobre esse livro antes, mas sempre vale a pena relembrar o quanto essa história é interessante. Como se trata de um autor nacional, fico super feliz pelo sucesso dele. Pelo que li na sua resenha, sucesso mais que merecido. Moro em São Paulo, e conheço bem a fama dessa cidade rs, primeira vez que eu vejo algum livro que a história se passa por la. Espero ter a oportunidade de ler mais para frente.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Oi!!


    O autor consegue trabalhar com um tema bem atrativo, afinal, são poucos as estórias que falam sobre a esquisofrenia. Enfim, o fato de vc dar essa nova chance para o autor e ser surpreendido por essa maturidade é uma postura exemplar. Não sei se lerei o livro, mas a premissa está bem atrativa. Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oiii!!

    Eu não li esse livro ainda, mas fiquei bem curiosa para conhecer essa obra. Gostei bastante de saber que há um pouco da história de Rockfeller criada pelo autor. Parece ser bem legal.
    A resenha tá bem escrita e gostei das fotos escolhidas!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Não conheço ainda o autor, mas gostei muito de saber que a escrita dele evoluiu muito de um livro para outro, a ponto de você ter passado de um que desistiu a um que amou. Adorei saber que a história de passa em São Thomé das Letras, realmente é um lugar mágico que deixou tudo ainda mais interessante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  24. Oi!

    Não conhecia a obra nem o autor, mas parece ser interessante. Adoro esse gênero. Fico feliz em saber que o autor evoluiu bastante de um livro pra o outro e isso só me dá mais vontade de conhecer a escrita dele. Confesso que a capa não me agradou, mas não vai ser por isso que irei descartar a leitura.

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bem? Não conhecia o autor nem a obra, mas quando você citou que tem pano de fundo os anos 80/90 me interessei. Sou fã assumida desse rock e por isso adoro qualquer coisa que os tenhas. De fato acho horrível quando autor força cenas eróticas em livros que não precisa disso. Ainda estou pensando se darei uma chance ou não, mas quem sabe?
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá.

    Não conhecia o autor muito menos sua obra, mas achei bem interessante a premissa da obra. Achei bem legal o livro ter elementos da nossa cultura brasileira e tal. Eu nunca li um livro que contém uma trama assim como essa obra. Quem sabe eu não leia mais p frente? Fico feliz q vc tenha gostado.

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem?
    Eu já li esse livro também e adorei ainda mais no final que o autor deixou um final entreaberto onde fiquei me questionando se tudo realmente não passou de delerio dele ou se realmente algo sobrenatural aconteceu ali.
    Amo rock, amo São Tomé das Letras então amei o palco do enredo também.
    Bjs

    ResponderExcluir
  28. Oi, tudo bem?
    Sabe que eu tenho esse livro aqui na minha estante já faz o maior tempão, mas nunca havia me interessado de fato nele em ler tão logo. Mas gostei muito de ver do que se trata e de saber o quanto você gostou, vou ver se consigo adicionar na minha lista em breve!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  29. Olá,
    Achei interessante o autor trazer uma história que se passa em um lugar lindo e aproveitando cantores maravilhosos como Renato. Porém, não me senti atraída pela história e acho que não leria o livro. Adorei a sua resenha.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.