domingo, 11 de dezembro de 2016

Prosa no Divã por Leandro Salgentelli: Adiamento dos Sonhos

REPRODUÇÃO/INTERNET
Se você é um homem ou mulher de quarenta e poucos anos, sabe quantas renúncias acumulou durante a vida, sabe quantos adiamentos teve que sofrer, seja pela gravidez inesperada, seja pela mudança de cidade, seja por qualquer coisa. Há sempre um motivo nas renúncias — às vezes um motivo bobo, e depois de longo período você se questiona: por que não fui adiante?
Lembro como se fosse ontem quando meu irmão mais velho decidiu abrir sua própria empresa e todos diziam “Não faça isso. Você tem um trabalho remunerado”, “Você tem coragem de abrir mão da estabilidade em busca do que não se sabe direito?”. Lembro que ele ouvia todas as acusações e eu só observava seu posicionamento: ele ouvia e saía calado. Nunca ouvi contestar nada. Mas aposto que essas opiniões que viam carregadas de negatividade foram o real motivou que o fez seguir em frente.

Resultado de imagem para adiamento dos sonhos
REPRODUÇAO/INTERNET
Ao observar sua persistência, fico me perguntado por qual motivo renunciamos aquilo que justifica nossa existência. Por que atravessamos os dias um após outro sem ser complacentes com nossa verdadeira vontade?
Quando queremos algo fazemos de tudo para conquistar, ficamos madrugadas sem dormir, ficamos dias trabalhando num projeto que nem sabe se vai sair do papel, mas você está lá, confiante, acreditando que no final tudo vai sair como planejou — e às vezes nem sai. Fica melhor. E quando não fica, quando tudo dá errado, o desânimo se apresenta, mas há sempre uma brecha esperando por uma nova porta se abrir. E quando ela se abre a gente percebe que o queríamos era tão pequeno…
Resultado de imagem para adiamento dos sonhos
REPRODUÇAO/INTERNET
Observo as pessoas andando nas ruas e vejo que falta um querer de verdade nelas. Algo que os impulsionem para a verdadeira vontade. Pessoas que só trabalham e atravessam os dias como se todos os seus sonhos estivessem adiados. Como se todas as portas estivessem fechadas e não há mais nada há fazer a não ser trabalhar, ir pra casa, dormir — porque sempre temos sono atrasado.
Lembra-se da vontade de fazer intercâmbio, lembra-se do sonho em ter um carro, lembra-se quando tinha anseio por uma viagem à Europa, lembra-se da casa dos sonhos, o que tem feito para alcançar aquilo que deixou adormecido dentro de você?
Basta que evitemos os sonhos para que o cansaço se apresente. Adiar as vontades, adiar aquilo que mais significa é uma sucessão de desistência. O adiamento dos sonhos só devia acontecer quando não há jeito mesmo, quando todas as possibilidades forem esgotadas, quando o impossível se apresentar, caso contrário, todos deviam apostar.

Leandro Salgentelli

Leandro.salgentelli@outlook.com.br

47 comentários:

  1. Olá!
    Nossa que texto. Adorei. Ainda não passei por tantas coisas como no texto descrito, mas já precisei fazer muitas escolhas e algumas o medo se sobressaiu, outras a coragem me fizeram continuar a realização é a melhor coisa do mundo. Você olhar para sua conquista e dizer "Graças a Deus eu consegui, contra tudo e todos eu consegui!".
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Letícia, obrigado pelo carinho e pelo comentário. Chega uma hora que a gente fica adiando aquilo que mais significa a nossa existência, é preciso dar uma colher de chá para nossas vontades também, caso contrário fica impraticáveis atravessar os dias. Um beijo bem grande. <3

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Meu deus, que texto foi esse, em? Fiquei até sem palavras pra descrever o tanto que gostei dele haha A maior parte das pessoas, muitas vezes, desistem do seus sonhos e acabam vivendo uma vida no tédio e no vazio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Brenna, e contigo? Muito obrigado. Pior que você tem razão, conheço várias, tão pessoas tão perdidas delas, mas que nem sabe o que vieram fazer aqui. Um beijo.

      Excluir
  3. Olá,

    Gostei muito da reflexão, justamente porque devemos sempre persistir em nossos sonhos. Já ouvi muitos comentários desanimadores e é por isso, que só digno a perguntar para pessoas que realmente incentivam, essa história de contar tudo para todos não dá muito certo e acaba nos colocando para baixo. E claro, devemos sempre nos arriscar. Adorei a reflexão!

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivianne, a gente se arrisca quando ficamos em silêncio também, a não ser fiel a si mesmo, a não dizer o que sente, tudo isso vai amontoando dentro da gente, até que o momento de chega. Obrigado e um beijo bem carinhoso pra você.

      Excluir
  4. Ótimo texto! Me levou a refletir sobre uma decisão minha de ficar apenas com um filho. Aos cinco anos ele me cobrou, disse que gostaria de ter uma irmã. Coloquei o trabalho a frente e deixei o tempo passar. Quando me dei conta o tempo já tinha passado demais.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cidália, que relato, hein? E aí, como se sente com essa decisão? Gostaria muito de saber. Um beijo.

      Excluir
  5. Nossa, gostei do texto! Me fez lembrar algumas coisas na minha vida, pois quando quis mudar o curso da faculdade escutei várias criticas negativas, mas mudei mesmo assim e me sinto ótima com isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu. Às vezes a gente acha que o mundo vai cair se tomarmos algumas atitudes, mas na verdade é o contrário, a gente fica mais leve. Um beijo no coração.

      Excluir
  6. Olha Leandro é a pura verdade!
    Estou com quase 50 e ultimamente tenho me feito tantas perguntas. Me acomodei diante de uma gravidez, de um divorcio, de uma tentativa malsucedida, enfim estou naquelas será que ainda dá tempo? Uma voz lá no fundo grita: CLARO QUE DÁ!
    Achei interessante seu texto justamente nesse meu momento.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcia, acredite, dá tempo, esta fase que você está vivendo acredito ser a melhor, não precisa corresponder as expectativas dos outros, já não precisa mais dizer amém pra tudo. O pior já passou. Agora, aproveite essa liberdade e siga em frente. Um beijo enorme.

      Excluir
  7. Olá!
    Adorei o seu texto! Ultimamente ando correndo muito atrás dos meus sonhos, mas às vezes fico frustrada porque quero abraçar o mundo e não consigo hahaha Mas acredito que se nos esforçarmos, é claro que conseguimos o que queremos!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, gêmea? rsrs É assim mesmo... Quando você começar a cansar do anda querendo, aí as coisas vão começar acontecer... ;) Um beijo bem carinhoso.

      Excluir
  8. EU sou uma dessas pessoas que anda por aí sem motivação alguma. Perdi a vontade de fazer qualquer coisa. Mas estou melhorando e espero criar novos "sonhos" para ir atrás, um deles já está sendo encaminhado! Ah! Excelente texto também, eu gostei bastante. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariana, não desiste não, olha, quando estiver com seus 50 anos (falo como se tivesse), vai olhar pra trás e vai lembrar que valeu a pena, então, o conselho que dou: insista. Se joga. E deixa o resto com a sorte. Um beijo.

      Excluir
  9. Oie4
    adorei o texto, não quarenta e pouco mas entendo completamente o texto e ja me sinto como tal em relação a certas coisas hahaha muito legal mesmo

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Catharina, ao ler seu comentário fiquei pensando com os meus botões: nem eu tenho quarenta, mas convivo tanto com pessoas dessa idade que já me sinto no direito de invadir o que acontece nessa fase da vida. Um beijo bem grande. Adorei o blog.

      Excluir
  10. Olá Leandro,
    Parabéns pelo incrível texto. Acho que as pessoas andam muito no piloto automático e entendo essa falta de um querer verdadeiro que você sente. É uma pena que nos sintamos assim e que seja algo que acontece com frequência.
    Fiquei curiosa para saber o que mais você escreverá, pois tens o dom.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Gabrielle, pelo carinho e pelo comentário. Sim, elas andam, é uma pena. Domingo temos mais um encontro. Um beijo carinhoso.

      Excluir
  11. Olá,
    Gostei deveras do texto, profundo e carregado de significado. Eu não tenho 40 anos ainda, mas já carrego muito disso, não de hoje mais de outras fases. Hoje em dia busco mais viver ousando, melhor se arrepender de algo que deu errado, do que chorar imaginando se algo teria dado certo.
    Excelente texto, obrigada por compartilha-lo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Kris, pelo comentário e pela carinho. Nem eu tenho, acredita? Às vezes sou topetudo acho que entendo que acontece na fase dos 40. (rs) "Hoje em dia busco mais viver ousando, melhor se arrepender de algo que deu errado, do que chorar imaginando se algo teria dado certo." Concordo inteiramente e profundamente com você. Excelente é essa sua frase. Uauuu... Um beijo.

      Excluir
  12. Eu não tenho quarenta e poucos, mas já passei por umas situações complicadas. Acho que hoje eu tento viver o melhor que eu posso.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Débora, sei exatamente do que se fala, viver nunca foi fácil e nunca vai ser, o que nos resta é se conformar com isso e tentar tirar algum proveito desse breve período que estamos vivendo... Um beijo bem grande.

      Excluir
  13. A verdade é que o mundo adulto às vezes é uma merda. Adiamos sonhos não apenas por falta de coragem, como muitos pensam, mas porque simplesmente não conseguimos espaço ou fôlego na nossa agenda para pararmos e programarmos o que é necessário para torná-los realidade. Então, quando finalmente bolamos um plano, existem os riscos (riscos reais e irreversíveis) que precisam ser considerados. Se você é casado, pai de família, ainda precisa considerar que as consequências atingirão não apenas você, mas a todos que ama. Complicado. A história do seu irmão me anima, como muitas outras, sabe? Obrigada pelo post.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uauuu... Fiquei sem palavras, você está coberta de razão. É muito complicado, já que o nosso país domestica a vontade alheia, por outro lado, se a gente quiser mesmo, de verdade, mesmo com filhos, mesmo com família, a gente vai em frente; se eles nos amam, o que resta é nos apoiar. Um beijo bem grande.

      Excluir
  14. Oiee ^^
    Eu nunca contei isso para ninguém, mas o que eu mais temo é me tornar uma dessas pessoas que só vivem por viver, e deixam os sonhos para depois. Às vezes eu vejo quanto potencial algum conhecido possui e fico triste por vê-lo deixando tudo para depois, desperdiçando aquela vontade, aquele sonho por medo ou até mesmo por acreditar que tudo vai dar errado. Espero que isso nunca aconteça comigo ou com mais ninguém, seria incrível se todos corressem atrás de seus sonhos *-*
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dryh, adorei seu comentário. Sinto na pele o que relatou... É muito triste ver alguém com tanto potencial, mas acaba deixando de lado por medo de errar, por medo de não dar certo, se não der, milhões de vezes não vai dar, pelo menos tentou. Um beijo.

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Oiii, tudo bem?
    Adorei o texto, nos permite fazer muitas reflexões a cerca da nossa existência e condição.
    Otimo post, muito bem escrito.
    Abraços Leituras da Mary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Mary, pelo carinho, volte mais vezes. Um super beijo.

      Excluir
  17. Eu vivo esse tormento. Desejo realizar, ou tentar realizar sonhos. Sempre fui muito objetiva, mas toda vez que dava um passo a frente, algo me arrastava 4 passos pra trás. Isso ainda acontece hoje em dia. O problema é que os sacrifícios sobressaem aos desejos. Não sei se mais pra frente será tarde, mas ainda estarei tentando dar 6 passos pra cobrir os 4. A minha história é mais complicada...

    Ótimo texto, boa reflexão.
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, nossa seu relato me comoveu. Se algum conselho servir: eu diria que para fazer com calma, tudo que planejei até aqui deu errado (mas esse errado é minha visão que tantas vezes é limitadora), quando deixei de apostar, a sorte apareceu. Um beijo, se sentir a vontade para me dizer o que houve, me mande um e-mail, gostaria muito de ouvi-ló. Um abraço bem carinhoso.

      Excluir
  18. oi Leandro...
    Adorei seu texto e concordo muito com você... A gente não deveria deixar um sonho adormecer antes de tentar esgotar as possibilidades. Mas nem sempre é assim fácil. As vezes acontece de você tentar e tentar e tentar e por mais que continue sempre tentando nada parece dar certo e eu acho que persistir demais cansa... e desanima... e acaba desorientando.
    Mesmo assim... Ainda acredito que é melhor cansar de tentar do que cansar de só sonhar e ver os sonhos passando e não sendo alcançados...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lica, obrigado pelo carinho e pelo comentário cheio de reflexões. Você tem razão. Nem sempre é fácil. Na verdade, nunca é. Mas o motivo é unicamente se arriscar mais, sabe, no fundo escrevi esse texto falando para mim mesmo. Quem arrisca, pode até se arrepender, mas sabe qual é a sensação de ir em frente. Um beijo bem caloroso. <3

      Excluir
  19. Adorei seu texto! Não tenho nem 30 ainda, mas espero que até chegar aos 40 faça muitas coisas ainda, para não me arrepender depois e não passar por nenhuma situação citada.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa, obrigado pelo carinho, acredite, eu também não tenho 30 anos. Mas convivo muito com pessoas que passaram pelas mesmas situações. Que corremos atrás dos nossos sonhos hoje e sempre. Um beijo.

      Excluir
  20. Oi, estou na casa dos trinta e um pouco e meu maior desejo é tranquilidade, para obtê-la, faço renúncias sem medo de ser feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liliam, você está coberta de razão. Não há nada melhor que paz de espírito. Aproveito para desejar um feliz Natal e prosperidade no ano que está por vir. Um beijo.

      Excluir
  21. Também acho que falta um querer nas pessoas. No seu texto, você diz: "Ao observar sua persistência, fico me perguntado por qual motivo renunciamos aquilo que justifica nossa existência. Por que atravessamos os dias um após outro sem ser complacentes com nossa verdadeira vontade?" e penso exatamente assim. Por que fazemos isso e com tanta frequência? Por que não damos corda aos nossos desejos? Muitas vezes, trabalhamos no que sabemos fazer e tiramos nosso sustento, mas, no fundo, sabemos que não é esse o nosso propósito. Ainda assim, conheço várias pessoas que não tentam nem adequar ao dia a dia as coisas que poderiam para minimizar essa falta. Acho que falta garra, falta crer nos objetivos. Enfim, que a paz de espírito seja alcançada da melhor maneira para cada um. Beijos e sucesso!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina, obrigado pelo comentário tão lindo. Você está coberta da razão. As pessoas, a maioria, passou por tantos tropeços, teve tanta rasteiras da vida, que deixaram de lado o que levam dentro. Mas existem pessoas como você, que tem uma clareza tão profunda, que persiste nas suas verdadeiras vontades. Desejo um feliz natal. <3

      Excluir
  22. Oiii, tudo bem?
    Adorei seu texto, tem essa pegada existencial e faz a gente refletir sobre a vida e nossas atitudes.
    excelente post, amei.
    Abraços Mary ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary, obrigado pelo comentário. A ideia é sempre esta, fazer todos nós refletir. Um beijo bem grande. Feliz Natal.

      Excluir
  23. Olá,
    Tenho 26 anos e, infelizmente, já tive que adiar alguns sonhos por causa de imprevistos. Mas não me arrependo de alguns deles, afinal cheguei onde estou graças a isso e não tenho do que reclamar, sendo muito feliz. Claro que ainda não abri mão deles e pretendo ainda alcança-los um dia!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Michele, obrigado pelo comentário. Espero e torço para que consiga alcançar seus sonhos e objetivos. Adorei o blog, um super beijo.

      Excluir
  24. Que texto bonito!
    tem uma colaboradora no LiteraKaos! que com certeza iria amar ler isso!!!
    Vou mandar o link para ela!
    Parabéns !!!

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que gostou. Fico feliz. Aliás, obrigado pelo comentário. Mande pra ela e diz pra ela me contar o que achou depois. Um beijo, Ana. Seguindo o blog.

      Excluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.