sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Melhores do Ano : Personagens Cativantes

Olá amigos e amigas leitoras, chegou o momento de eleger, na opinião desse blog, as melhores leituras de 2016. Para ficar melhor dividi os melhores em categorias: Personagens Cativantes, Ousadia, Inovação, Melhor Desenvolvimento e Melhor Diagramação.  

Hoje iniciamos com : Personagens Cativantes. A opinião é baseada nas leituras feitas durante o ano, a ordem é aleatória e não do melhor para o pior ok? Então vamos descobrir que são  ganhadores da categoria? 



Nildrien - O Pergaminho - Manoel Batista (Novo Século)

Sinopse: Em um mundo de fantasia medieval, o despertar de uma poderosa energia em uma caverna milenar e remota faz com que os mais poderosos reinos de Nildrien se mobilizem para conseguir o artefato portador do poder: um antigo pergaminho criado pelo maior de todos os magos, contendo feitiços capazes de afetar o equilíbrio mundial. Sem poder enviar seus mais experientes e poderosos membros, resta às forças de reinos aliados formarem um grupo de jovens aventureiros para enviá-los ao maior desafio de suas vidas: uma aventura entre guerreiros, magos e monstros que dividem um cenário onde o fantástico e a magia se mostram mais presentes do que nunca. Uma jornada que mudará para sempre a vida desses jovens, repleta de drama, ação e humor. 
 
Como não se encantar com os vários personagens criados pelo autor? Quem ler o livro, encontrará desde Meio - Dragões até Meio - Demônios. Cada um com sua particularidade, podemos ver como Manoel se dedicou a criar personagens que chamassem atenção, tanto quando sua fantasia. Temos para todos os gostos, personagens sinceros, arrogantes, máveis, chatos, maléficos, surpreendentes e muito mais.  



O Menino Que Desenhava Monstros – Keith Donohue (Darkside Books) 

Sinopse: Um livro para fazer você fechar as cortinas e conferir se não há nada embaixo da cama antes de dormir. O Menino que Desenhava Monstros ganhará uma adaptação para os cinemas, dirigida por ninguém menos que James Wan, o diretor de Jogos Mortais e Invocação do Mal.  Jack Peter é um garoto de 10 anos com síndrome de Asperger que quase se afogou no mar três anos antes. Desde então, ele só sai de casa para ir ao médico. Jack está convencido de que há de monstros embaixo de sua cama e à espreita em cada canto. Certo dia, acaba agredindo a mãe sem querer, ao achar que ela era um dos monstros que habitavam seus sonhos. Ela, por sua vez, sente cada vez mais medo do filho e tenta buscar ajuda, mas o marido acha que é só uma fase e que isso tudo vai passar.  Não demora muito até que o pai de Jack também comece a ver coisas estranhas. Uma aparição que surge onde quer que ele olhe. Sua esposa passa a ouvir sons que vêm do oceano e parecem forçar a entrada de sua casa. Enquanto as pessoas ao redor de Jack são assombradas pelo que acham que estão vendo, os monstros que Jack desenha em seu caderno começam a se tornar reais e podem estar relacionados a grandes tragédias que ocorreram na região. Padres são chamados, histórias são contadas, janelas batem. E os monstros parecem se aproximar cada vez mais.  Na superfície, O Menino que Desenhava Monstros é uma história sobre pais fazendo o melhor para criar um filho com certo grau de autismo, mas é também uma história sobre fantasmas, monstros, mistérios e um passado ainda mais assustador. O romance de Keith Donohue é um thriller psicológico que mistura fantasia e realidade para surpreender o leitor do início ao fim ao evocar o clima das histórias de terror japonesas.  

Fico perguntando, como um personagem cheio de devaneios consegue nos encantar. Jack é um garoto que consegue nos tirar uma mistura de sentimentos, desde raiva até amor por ele. Fatos surpreendentes fazem com que fiquemos próximo do personagem, a cada capítulo. 



A Garota de Treze – Lilian Reis  (Mundo Uno)

Sinopse : Oi, meu nome é Luce. Odeio ter treze anos, ser chamada de pirralha e não ser popular, mas, Acima De Tudo, odeio nunca ter sido beijada! Só tenho uma amiga de verdade, a Rafa, e um amigo apaixonado que tenta de todas as formas chamar minha atenção, o Bruno. Ele é pra lá de fofo, mas não gosto de garotos tão novos, entende? Minha vida sem graça começou a mudar quando botei os olhos no vocalista de uma nova banda. Nossa. Que gato! Eu já queria fazer aulas de violão, mas, depois que ouvi o carinha, decidi me matricular. Quase caí dura quando descobri que ele era o professor! Pelamordideus! Além de atencioso, paciente e lindo, tocava MUITO! Fiquei maluca por ele, tão maluca que decidi trapacear. Eu só não imaginava que as consequências seriam tão desastrosas!  

Quando peguei o livro, pensei que ele só fosse um livro fofinho, que nada, encontramos Luce, uma adolescente que não aguenta mais ter treze anos ee que fará de tudo para ser mais velha, mesmo que tenha que mentir para isso. Os vocabulários, as loucuras e até mesmo as mentiras fazem de Luce, uma personagem que encanta qualquer um, pois a autora faz com que ela seja igual a muitos de nós. Que não aguentamos esperar a hora certa. 


Marcada - Série The House Of Night – P.C Cast e Kristin Cast (Novo Século) 



Sinopse: No primeiro volume da série House of Night, começa com a protagonista Zoey Redbird, que era uma garota comum, de 16 anos, até ser marcada pela Deusa Nyx. Esse mundo é igualzinho o nosso, mas os vampiros existiam desde antigamente e conviviam pacíficamente com humanos até agora. A partir daí, sua vida muda completamente e ela tem que ir morar na House of Night, porque se não, seu corpo pode rejeitar a transformação, e ela irá morrer. Porém, ela era diferente dos outros calouros (vampiros antes de completar a transformação), pois sua marca de lua crescente era completa, e tem uma estranha conexão com a Deusa Nyx. Zoey vai descobrir que mesmo não sendo mais humana, sua vida estará longe de ser fácil, pois terá que aprender a controlar poderes que nem sabia que tinha, mas agora, com novos amigos e uma nova vida a apoiando. O que ela não conta é com um novo inimigo misterioso e poderoso, que está mais próximo do que Zoey imagina. 

Tá, essa foi uma das melhores leituras que fiz esse ano, amei conhecer essa série (Só li os três primeiros, até agora). Amei ainda mais a personagem central Zoey, que cresce de acordo com o enredo. Vemos o quanto ela amadurece a cada capítulo, cada livro. Sem dúvidas, não tem como não amar Zoey. 

Versos Sombrios – Trilogia das Cartas – 
Bia Carvalho (Era Eclipse) 


Sinopse: "O bem e o mal conectados por palavras e um destino"  A segunda carta de Lolla Dewitt é revelada, com seu último desejo para Cailey DeWitt  Cailey tem o dom das palavras. Quando escreve, ela consegue transmitir sentimentos, se conectar com a história de qualquer pessoa e até curar corações partidos. Porém, seu dom pode se tornar um pouco mais obscuro que isso.  Lolla pede que ela envie uma de suas belas poesias a Jayce Hernandez, um detetive amargurado que perdeu a mulher amada e se afundou em escuridão. Por mais que Cailey não o visse com bons olhos, atendeu ao pedido da avó, e sua mensagem trouxe uma nova esperança para o policial.   Contudo, Jayce logo tem a oportunidade de retribuir a ajuda de Cailey, que se vê perseguida por um assassino perigoso, capaz de se comunicar telepaticamente com ela através de seus textos. Tentando se salvar de um homem obcecado, Cailey precisa contar com Jayce para proteger-se. Mas o que ela não contava era que os segredos que iria descobrir poderiam mudar sua vida para sempre. 

Temos aqui o segundo livro da Trilogia das Cartas, de Bia Carvalho. Trazendo a segunda irmã, uma personagem que já tinha me chamado atenção no livro anterior, como protagonista. Cailey tem uma simpatia sem igual, ela foi e é o grande forte desta trilogia, pois seu dom, vindo da sua escrita,  foi algo primoroso criado pela autora. Cativante, amante e sincera, a personagem tinha que está entre os melhores. 

16 comentários:

  1. Olá
    Adorei poder conferir seus melhores do ano. Desses já li Nildrien, assim como Marcada e adoro os dois títulos. Quero muito poder ler O menino que desenhava monstros, porque já li vários comentários positivos a respeito. A garota de treze parece ser legal também.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Adorei conferir a sua lista de personagens que te cativaram. Eu já conhecia todos os livros citados, mas eu não li nenhum dos citados. Tenho muita curiosidade em ler o Menino que Desenhava Monstros e também Nildrien pois tem sinopses e capas muito lindas. Espero ler eles logo em breve. Até mais ver
    Bj

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Desses livros eu senti interesse de ler A garota de treze, achei legal e acho que e mais próximo do gênero romance romântico que leio. Os demais as capas e um pouco da história não chamou atenção.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Gostei das suaa dicas de leitura mas desses ai só conheço Marcada porém não li nenhum deles.
    Não fazem muito meu estilo literário.
    Mas pra quem gosta é um prato cheio.
    Bjs.

    Camila de Moraes - Blog Book Obsession

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Adorei o formato da sua premiação! De todos da lista, só conheço Marcada, mas li há tanto tempo que nem me lembro direito o que aconteceu na história hahaha Mas acho que votaria nesse, por ser o único que conheço.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Como eu acabei de ler os livros "O menino feito de blocos" e "E viveram felizes para sempre", de Keith Stuart e Julia Quinn, respectivamente, certamente colocaria os personagens de ambos os livros como os mais cativantes...haha' Eu ainda não li nenhum dos livros que você mencionou, mas já conhecia todos eles. Confesso que não tenho vontade de ler nenhum, apesar de ter começado a ler "Marcada" há um tempão e desistido.
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  7. Apesar de conhecer todos os indicados, a verdade é que ainda não li nenhum dos livros citados. Gostei das suas escolhas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, ainda não li nenhum dos selecionados para a categoria, mas já li uma obra da Bianca Carvalho e adorei...comecei o primeiro volume da trilogia e preciso finalizar.

    Abraços

    ResponderExcluir
  9. Ainda não li nenhum dos livros que você citou mas quero muito ler A Garota de Treze, acho que pela temática e por a capa ser parecida com Para Todos Os Garotos Que Já Amei haha. Também tenho bastante curiosidade sobre O Menino Que Desenhava Monstros, achei a premissa incrível.
    Ótimo post, boas leituras!

    ResponderExcluir
  10. Olá. Eu amei a forma como você dividiu o seus melhores do ano. Ficou bem organizado.

    Acho que lemos estilos bem diferentes, então nem tenho como opinar muito, mas amei a escolha de o menino que desenhava monstros e a menina de 13.

    Muito sucesso em 2017!

    ResponderExcluir
  11. Só li Marcada e O menino que desenhava monstros da sua lista. :(
    Jack não me cativou em nada. Senti muito medo do menino, cruzes. hahaha
    Zoey é uma personagem que tem seus altos e baixos durante a série, mas também gosto dela. *-*
    beijo
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    A única personagem que conheço é a Zoey e, na época que li, achei ela ótima. Apesar de não achar o mesmo hoje.
    Fiquei curiosa para conhecer a Luce, de A garota de treze.
    O melhor personagem, para mim, foram os de Por Lugares Incríveis.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Dos livros indicados eu só li Nildrien que não gostei tanto assim porque achei o começo muito arrastado e um excesso de descrição que deixou cansada. Já li toda a série dá Zoey também e confesso que gostei dos livros até certo ponto depois foi ficando chato. Sei lá.
    Os outros daista ainda não li.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Oi querido, como está?
    Exceto pelos dois primeiros da saga da Zoey, não li nenhum dos outros, mas as sinopses parecem dizer que tem coisas boas nas histórias. Ainda mais porque sou chegada em de tudo um pouco!
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. oie, eu não conheço nenhum desses personagens mencionados, e tenho vontade apenas de ler o menino que desenhava monstros. Para mim os melhores personagens de 2016 foram ryan de o primeiro último beijo e wilson, de o casamento, do sparks.

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.