sábado, 13 de junho de 2015

Resenha: Se Arrependimento Matasse, de Alma Cervantes

Olá meus queridos leitores, tenho que pedir perdão por deixar vocês orfãos de postagens  por tanto tempo, mas com a correria tive que deixar o blog abandonado por uns dias, mas prometo que agora estarei diariamente por aqui.

Pra iniciarmos essa volta, hoje tenho o prazer de trazer a resenha de "Se Arrependimento Matasse" do querido autor parceiro Alma Cervantes. Fazia algum tempo que eu não lia algum livro do genero mistério, confesso que fiquei receoso pois são poucos os que me conquistam, isso não aconteceu com este livro.

Se Arrependimento Matasse traz Rebeca, Alex e Alice, um grupo de amigos de escola que se reencontram depois de anos afastados, e o local escolhido é o hotel dos pais de Alex. Tudo poderia ir bem, não fosse o misterioso assassinato do cozinheiro do hotel, onde o assassino poderia ser qualquer um dos que ali estavam hospedados.

O autor consegue nos trazer uma estória que se entrelaça em cada fato que ocorre, não nos deixando lacunas e muito menos questões a serem explicadas. a cada capitulo Alma Cervantes, conseguia fazer com que eu suspeitasse de um personagem diferente e excluindo outros que nunca poderiam ser o assassino.

Mortes em sequência, fatos inexplicáveis e momentos suspeitos faz com que o livro se torne algo prazeroso de se desvendar, fazendo com que o leitor torne-se detetive e queira desvendar cada segredo a medida que tudo vai se passando.

Além disso, o autor encaminha o enredo, que parece no inicio ter um final já detalhado e fechado, mas de repente ele consegue dar uma reviravolta e fazer com que tudo se torne obsoleto e ainda mais misterioso. E no fim, tudo acaba em um capitulo final surpreendente e totalmente fora do padrão. 

Creio que o livro poderia ter outros finais que também surpreenderiam, mas o qual o autor escolheu nos tira da mesmice do "Quem Matou?". Palavras bem colocadas e frases bem formadas podem tornar o livro um clássico, e creio que Se Arrependimento Matasse, será um desses.