sábado, 12 de julho de 2014

Pronto Falei: Porque As Editoras Não Valorizam Novos Autores Nacionais!

Antes de começar a matéria, desejo deixar expresso aqui as minhas opiniões e criticas que não seguem opiniões de parceiros e amigos do blog. Não citarei nenhum nome de editora e principalmente de autores por questão de ética.

Há algum tempo tenho um livro completamente escrito e digitalizado e venho procurando editoras para conseguir publicá-lo, já encontrei algumas interessadas, porém ai está o problema. Muitas das editoras que procurei, cobram valores abusivos para autores em inicio de carreira ou mesmo condições que poderia julgar como “duvidosas”. O mesmo problema que ando passando, conversando com alguns autores nacionais, consegui verificar que alguns passam ou já passaram por situações iguais.

Entrando nesse mérito, vejo o quanto nossos novos autores nacionais encontram dificuldades para poder lançar seus livros ou mesmo continuações deles. Valores abusivos são cobrados por algumas editoras, que nem ao menos conseguem pensar de onde um autor, que repito, está inicio de carreira conseguirá tirar. Dez, Quinze e até Vinte mil reais foram alguns valores cobrados por essas editoras. Para mim um cidadão assalariado que tem contas a pagar e faculdade todo mês para quitar fica praticamente impossível publicar algo assim.

Então pergunto: Por que estás editoras que cobram esses valores não procuram outras formas melhores de publicar esses autores que podem se tornar um sucesso?

Segundo ponto a citar sobre propostas de editoras, são algumas que querem sim publicar, que não cobraram nada ou pouco para fazer isso, mais que um por um lado, não pagarão direitos autorais ao autor ou autora que será publicada. Ou seja, se o livro for um sucesso de vendas, a editora poderá lucrar o quanto quiser e não pagar nada ao autor como está em alguns parágrafos de um contrato que recebi. Entendo, que há gastos relacionados a publicação de um novo autor, que é um risco, já que ele pode ou não fazer sucesso, mas porque essas editoras não buscam pagar o menos o direito autoral para o escritor?

Fico triste como algumas editoras, não procuram valorizar os que são “de casa”, mais que se surgir um autor estrangeiro para publicar correm em busca de quem publicará primeiro.


Onde está o amor a literatura brasileira? Ai fica a pergunta, e continua a minha procura e de outros autores para que editoras consigam um dia valorizar os nossos escritores que sim. Tem a capacidade de fazer sucesso. Mas deixo claro também, que já há editoras que estão valorizando nossos autores nacionais e conseguem fechar um proposta igualitária para os dois lados.

5 comentários:

  1. Concordo completamente com o que foi dito. Também sou escritora e vejo nitidamente essa "falta de interesse" pelos autores brasileiros... E por esse motivo tenho amigos escritores que buscaram outros métodos, como publicar por conta própria em sites que fazem isso e vendem os livros por encomenda.
    Achei bem interessante o blog e estou seguindo;
    Abraços. :)
    - - http://contosdeescritores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Mairton, sua reflexão e conclusões são pertinentes. Já também me debrucei sobre o tema e ainda acompanho a luta diária de amigos autores para publicar seus livros. Em silêncio percebo o que está acontecendo e me posiciono. Penso, de forma sucinta, que o novo autor pode (deve) disponibilizar o que produz de uma forma alternativa. Como bem exemplificou a Amanda, a forma independente é um opção, mesmo que alguns tenham preconceito. As boas plantas geram frutos, é o que acredito. Quanto ao mercado, ele é o mercado, tem suas regras por mais injustas e desagradáveis que sejam. Ótima postagem. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Oi Mairton!!!!
    Realmente é bem difícil ganhar espaço para poder publicar um livro em termos aceitáveis. Converso com alguns autores parceiros do blog, eles sempre comentam da dificuldade da publicação, e eu fiquei chocada esses dias quando um autor falou que cobraram 15 mil reais para publicarem seu livro, achei exorbitante. rsrs
    Gostei bastante da postagem!

    Beijos!
    aculpaedosleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Falar mal do Brasil jamais. Comparar sim. Afinal o Brasil só pode ser bom se comparado com outros lugares. Agora literariamente livros de outros países são escritos e traduzidos em centenas de outros idiomas para que o mundo conheçam sua literatura, Eu acho que a literatura brasileira deveria ser traduzida para outros povos nos conhecer melhor. O nosso idioma é belíssimo si, mas se um escritor conseguir encaixar uma ou outra expressão de outro idioma na dose certa, e momento exato prova que o nosso português tem uma plástica dinâmica, e o texto fica 'estéticamente' mais "palatável" aos olhos de quem lê, e prova que nosso idioma ainda está se formando com influências vindo de outras culturas, e que está longe de dizer que nosso idioma está pronto, e fichado.

    ResponderExcluir
  5. Realmente o descaso com os escritores brasileiros, principalmente com os inciantes, mas também graças a essa negligencia que as Editoras independentes puderam florescer num imenso e promissor mercado literário, e tem algumas que têm preços bastante em conta, e ainda valoriza e protege os direitos autorais do autor. Basta pesquisar na internet.

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.