terça-feira, 19 de novembro de 2013

Lançamento: Páginas de Uma História, de Lilian Reis

E se algo inesperado mudasse todas as suas convicções?
Após se casarem - de forma irresponsável -, Sara e Victor não se adaptam. Ele, empresário bem sucedido, agnóstico, arrogante e orgulhoso não apreende o conceito “viver a dois”, e, aos poucos, despreza a mulher. A jovem psicóloga, infeliz, por não conseguir lidar com os problemas alheios sem se envolver, decide abandonar a promissora carreira e encontra na escrita sua verdadeira vocação. Ao atingir o sucesso com seus livros, desperta o interesse da imprensa local. Victor se sente ameaçado e começa a sentir ciúme doentio por ela. Mas, por orgulho, passa a ignorá-la ainda mais. Sara, por sua vez, acreditando que não mais era amada por seu marido, resolve pedir o divórcio e partir para a serra gaúcha, em busca de paz e uma vida nova.

Ao chegar em casa depois de um telefone emocionado da mulher, Victor percebe que ela havia partido. Reconhece que não pode viver sem ela e resolve ir buscá-la. Contudo... “algo inesperado” acontece em sua vida, causando uma reviravolta ainda maior.

Descubra "Páginas de Uma História" da autora Lilian Reis um romance envolvente, como o ciúme, a impaciência, a intolerância, o egocentrismo, a traição e até mesmo o amor exacerbado, levam o casal a uma crise de proporções enormes... Será que o amor que ambos sentem um pelo outro, superará mediante tantos problemas? Mergulhe nas páginas dessa história e se emocione com mais um sucesso da autora Lilian Reis.

Por enquanto você pode adquirir o livro em formato e-book no site da Amazon : http://migre.me/gHbpE. Já em 2014 o livro será publicado pela editora Literata, e em breve você poderá conferir uma linda resenha do livro aqui no blog. Lembrando o livro está a venda na Amazon no link : http://migre.me/gHbpE



segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Dica de Livro e Paper Toy: Veneno, de Sarah Pinborough (Única Editora)

Gênero: Única Editora/Ficção
Formato: Brochura
Número de Páginas: 224
ISBN: 9788567028002
Ano: 2013
Você já pensou que uma rainha má tem seus motivos para agir como tal? E que princesas podem ser extremamente mimadas? E que príncipes não são encantados e reinos distantes também têm problemas reais? Então este livro é para você! Em Veneno, a autora Sarah Pinborough reconta a história de Branca de Neve de maneira sarcástica, madura e sem rodeios. Todos os personagens que nos cativaram por anos estão lá, mas seriam eles tão tolos quanto aparentam? Acompanhe a história de Branca de Neve e seu embate com a Rainha, sua madrasta. Você vai entender por que nem todos são só bons ou maus e que talvez o que seria “um final feliz” pode se tornar o pior dos pesadelos!

Veneno é o primeiro livro da trilogia Encantadas, e já é um best-seller inglês. Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitor será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia!
Imagem
Que tal não só ter o livro em sua estante como também um lindo Paper Toy enfeitando sua prateleira.  Para quem não sabe Pepakura, Papercraft - Paper toy - Cube Craft ou Paper Models 3D é um método de construção de modelos em 3D com papel. São feitos com diversos pedaços separados, que posteriormente são cortados e colados. E a Editora Gente, através do seu selo Única Editora, disponibilizou o Paper Toy da branca de neve do livro Veneno para download.

Para quem quiser basta clicar no link e baixar: http://goo.gl/gwLTLO

Para comprar o livro você clica aqui: http://www.editoragente.com.br/livro/253/veneno

Em breve volto com mais dicas para vocês e com a resenha de Veneno e um super sorteio do livro.

domingo, 17 de novembro de 2013

Lançamento: Lambinho - O Defensor da Natureza (Editora Baraúna)

Este mês a Editora Baraúna lança um livro que ajudará você a ensinar as crianças como  é importante a preservação da Natureza.

lambinho
Em Lambinho – O defensor da Natureza um cachorro e seu inseparável ursinho, Terrível, lutam para proteger o meio ambiente.

Lambinho é um herói que está envolvido na difícil tarefa de reduzir a quantidade de lixo no planeta, zelar pelos animais e pelas plantas. Para isso, ele conta com a colaboração das crianças.

Em uma corrente do bem, onde o único intuito é descobrir o verdadeiro caminho para manter a natureza cada vez mais bonita, Lambinho distribui doces a todas as crianças que não jogam lixo no chão, que cuidam das plantas e dos animais.

Compre o seu clicando aqui

____________________________

Os Autores

Maria Lúcia e Norberto Salvadori, nascidos em São Paulo, sempre foram preocupados com as questões socioambientais. Ela, bibliotecária aposentada do Departamento de Bibliotecas Públicas do Município de São Paulo, e ele, administrador e poeta.

____________________________

Ficha técnica

Lambinho – O defensor da natureza
Autores: Norberto Salvatori e Maria Lucia Salvatoti
ISBN: 978-85-7923-728-7
Formato: 21 x 21 cm

Número de páginas: 24

sábado, 16 de novembro de 2013

Resenha: O Coração de Salatiel, Kézia Lobo

Olá amados, hoje venho trazendo para vocês a resenha de “O Coração de Salatiel” da autora Kézia Lobo. Confesso que por causa do meu tempo nos últimos meses esse livro ficou esperando para ser lido e não sabem como me arrependi.

Quando comecei a ler o livro entrei em um mundo diferente, onde seres mágicos, podres da natureza e humanos lutavam por único fim: a paz.  Todo o enredo da estória fica em volta de Lenora, uma das últimas humanas que consegue controlar o elemento da água e guarda uma joia extremamente valiosa e poderosa: O Coração de Salatiel. Ai vocês já podem imaginar que o mal fará de tudo para se apoderar do poder do Coração e dominar todo o mundo mágico que viviam.

Kézia Lobo consegue prender o leitor em cada frase, cada parágrafo e a cada capitulo do livro com acontecimentos extraordinários e onde a cada momento segredos são revelados e poderes são descobertos. Lenora terá que lutar contra seres terríveis, ao mesmo tempo em que descobre o amor e o poder de uma boa amizade.

Kézia criou um mundo encantado e ao mesmo tempo e acho que de uma forma espontânea acaba fazendo com o leitor tome consciência do valor da natureza em nossas vidas e quanto pecamos quando a maltratamos.
A capa do livro tem um mistura de cenas das batalhas do livro e foi delicadamente trabalhada, matando assim aquela frase que não devemos julgar um livro por sua capa, porque por essa capa qualquer leitor se encantaria.

Digo que a autora só pecou em uma coisa: não ter feito uma saga da estória, porque com certeza digo que daria boas continuações e novas aventuras de Lenora e seus amigos. Mas não vou dar spoilers aqui para vocês, quem quiser conhecer a estória por completo terá que ler esse livro totalmente encantador. Volto em breve com novas postagens. 

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Lançamentos da Editora Giostri: Sutil Armadilha, de Nelson Pascarelli e O Incrível Dr. Karlof, de Eric Francato

Olá amados, ando muito ausente do blog, porém o tempo e a falta de internet esses dias tem causado minha ausência por aqui, mas estou procurando resolver isso rapidinho e voltar com as postagens normalmente. Agora deixando isso um pouco de lado, venho trazendo hoje para vocês alguns lançamentos da nossa Editora Parceira Giostri.


Sábado, dia 30/11, das 16h30 às 19h30, teremos o lançamento da obra "Sutil Armadilha e Outras Crônicas" do autor Nelson Pascarelli Filho no Espaço Parlapatões.

Reflexões cotidianas e o toque sensível e peculiar que expõe as sutilezas do comportamento humano surpreendem o leitor na trama das palavras. Esta é a tônica das diversas crônicas do livro, que a cada texto retrata momentos de breves sensações, percepções do mundo e das relações entre as pessoas (e delas com o ambiente que as rodeia).


Dia 14/12, sábado, teremos o lançamento da obra "O Incrível Dr. Karlof", de Eric Francato, no Centro Cultural Levy de Oliveira Zurita*.
O livro conta a história de três irmãos órfãos que fogem do orfanato onde vivem e vão parar no porão de uma casa, longe da cidade. Nela mora o temido Dr. Karlof, cuja reputação é de ser monstruoso. Mas as crianças se surpreendem com a hospitalidade de Karlof, que além de tratá-los muito bem, deseja realizar o sonho de cada um deles. Tudo vai bem até que Poncio, o dono do orfanato, descobre onde eles estão e articula um plano para capturá-los, mas Karlof e seus amigos, os irmãos Tirkens, são capazes de diversas artimanhas para atrapalhar seus planos.

* Av. Angelo Franzini, s/nº - Jardim dos Ipês, Araras - SP


domingo, 3 de novembro de 2013

Livros Inesquecíveis: O Morro dos Ventos Uivantes, de Emily Bronte

E estamos aqui de volta com mais uma seção “Livros Inesquecíveis”, e hoje atendo o pedido da leitora Debora Melo que nos enviou um e-mail solicitando que falássemos e relembrássemos do livro “O Morro dos Ventos Uivantes” único romance escrito pela escritora britânica Emily Brontë. Uma historia de amor que se tornou um clássico da literatura mundial.
Toda a história, com poucas exceções, é contada pela testemunha ocular de todos os acontecimentos, uma governanta chamada Ellen Dean, ao locatário da propriedade Thrushcross Grange, também traduzida como Granja da Cruz dos Tordos.

No início da trama, o patriarca da família Earnshaw resolve fazer uma viagem e traz consigo um pequeno órfão, que todos acham ser um cigano, porém sua procedência não é revelada em hora alguma da narrativa, ao qual denominam Heathcliff. Toda a afeição que o pai logo demonstra pelo menino enciúma seu filho legítimo, Hindley, que acha que está perdendo a afeição do pai para o menino. Sua irmã, Catherine, se afeiçoa por Heathcliff.

Quando o Sr. e a Sra. Earnshaw morrem, Hindley sujeita Heathcliff a várias humilhações. Este passa a ficar bruto e melancólico. Apesar do amor entre ele e Catherine, ela decide casar com Edgar Linton, por esse ter melhores condições de sustentá-la que Heathcliff.

Heathcliff sai do Morro dos Ventos Uivantes e, quando volta, está rico, chamando a atenção de Catherine e despertando ciúmes em seu marido. Catherine tem uma filha de Edgar e morre logo em seguida. Heathcliff resolve se vingar de Edgar e de Hindley.

Primeiro se casa com Isabella, irmã de Edgar. Logo após, Isabella se lamenta de ter casado com Heathcliff, abandona-o e tem um filho chamado Linton, enquanto está longe de seu marido. Hindley cai no vício do jogo e da bebida e perde todos os seus bens para ele. Hareton, filho de Hindley, consequentemente, fica sem herança - mas apesar disso, considera Heathcliff uma pessoa de alta moral, não permitindo que se fale mal de sua pessoa. Antes da morte de Edgar, Heathcliff casa Linton e Cathy (filha de Catherine e Edgar). Cathy descobre-se sem bens, quando seu marido Linton morre e Heathcliff apresenta um testamento onde seu filho lhe passava tudo quanto possuía. Pensando já ter se vingado, percebe nos últimos descendentes das casas da Granja da Cruz dos Tordos e do Morro dos Ventos Uivantes o olhar de seus antepassados e a paixão entre os dois, morrendo só em sua loucura e solidão. Como último desejo é enterrado junto com Catherine, seu grande amor. Deste dia em diante muitos juram ver sempre um casal vagando pelas charnecas do Morro.

Em certo momento do livro Catherine diz: "Meu amor por Heathcliff é como uma rocha eterna. Eu sou Heathcliff".

Capa de Lançamento no Brasil
O livro já foi traduzido para varias línguas e já teve várias adaptações para o cinema, sendo que a primeira delas foi no ano de 1920. O filme de 1970, com Timothy Dalton como Heathcliff foi à primeira versão colorida do romance, e é interessante, pois supõe que Heathcliff pode ser meio-irmão ilegítimo de Cathy. O caráter de Hindley é retratado de maneira mais simpática, e a história é alterada. Em 1978 foi lançada pela BBC uma minissérie, estrelada por Ken Hutchison (como Heathcliff) e Kay Adshead (como Catherine).
No Brasil duas telenovelas foram feitas, em 1967 e 1973, respectivamente O Morro dos Ventos Uivantes (Tv Excelsior) e Vendaval (Tv Record), confira um trecho da adaptação da Record abaixo:


A primeira tradução no Brasil, com o título Morro dos Ventos Uivantes, foi feita em 1938, por Oscar Mendes, então da Editora Globo.

O único romance escrito por Emily Brontë e uma das histórias de amor mais surpreendentes de todos os tempos, O Morro dos Ventos Uivantes é um clássico da literatura inglesa e tornou-se o livro favorito de milhares de pessoas, incluindo os belos personagens de Stephanie Meyer. E com certeza esse livro entra para o hall dos “Livros Inesquecíveis”. Até a próxima!

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Resenha: O Despertar da Paixão, de Diéssica Nunes Sales


Um livro envolvente, com pitadas de romance que são incalculáveis, assim é “O Despertar da Paixão”, primeiro livro da trilogia Amanhecer, da autora mineira Diéssica Nunes Sales.

Desde que soube que a autora iria lançar esse livro, fiquei extremamente ansioso por lê-lo. Sempre ao conversar com a autora pelas redes sociais, sentia muito amor e apego por aquilo que ela escrevia e por isso fiquei esperando o lançamento de “O Despertar da Paixão”, confesso para vocês que não me decepcionei nenhum pouco com o que li.

Diéssica consegue nos trazer uma estória ágil e divertida, mesmo sendo um romance, com os dramas e clichês que sempre temos que encontrar (pois se não há clichês, não há romance). A autora nos apresenta Nicole, uma garota cheia de sonhos e que está prestes a publicar seu primeiro livro, ela é uma jovem como qualquer outra, mas com problemas sérios de relacionamento com seus pais. Mesmo sendo de uma família que vive bem financeiramente, Nicole não consegue ser feliz por causa de sua mãe, que faz de tudo para estragar sua vida e a de sua irmã Luna. Em meio a tudo isso, Nicole encontra Vitor, aquele que viria a ser o grande amor de sua vida, mas para isso eles teriam que sofrer bastante para conquistarem a felicidade juntos. Senti um pouco da própria autora na personagem, parece que alguns traços de personalidade de Diéssica estavam inseridas em Nicole.
O livro se destaca pelos diálogos bem elaborados e personagens que se encaixam bem na estória. Quem ler o livro acabará se igualando a algumas das pessoas que compõem o enredo, seja com a protagonista ou mesmo com um dos personagens secundários. Amores, amizades, tristeza, alegrias, companheirismo e vários sentimentos se misturam em “O Despertar da paixão”, transformando o livro um prato cheio para quem curte um bom romance jovem.


Mais no fim, digo que não gostei muito do final desse primeiro livro da trilogia (final esse que você terá que ler o livro para saber qual foi), pois agora terei que ficar aqui na curiosidade de ler a continuação dessa linda e eterna estória de amor. O Despertar da Paixão vai te encantar por seu enredo singular e da forma simples que trata do amor entre duas pessoas.