quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Gal Costa no Show de Abertura da X Bienal do Livro no Ceará


                              Para abrir a Bienal em grande estilo… Gal Costa!

A diversidade sempre foi o mote da carreira de Gal Costa. E em suas apresentações não poderia ser diferente. Paralelo ao show “Recanto”, Gal Costa se apresenta também no formato voz e violão, ao lado do músico Luiz Meira. Mais uma raridade na longa carreira da cantora, poder ouvi-la de forma mais intimista e moderna, como ela mesma cita durante as apresentações.

O show já foi mostrado na Europa e em parte da América Latina e já teve uma variedade de número de espectadores: desde 80 pessoas no Baretto até 50 mil, na Virada Cultura de São Paulo, além de festivais para 2, 15 e 20 mil pessoas.

A apresentação – um mergulho no passado e no presente da música brasileira – é bem intimista e simples. Apenas uma luz forte ilumina Gal Costa no palco.

O repertório é recheado de sucessos como “Folhetim”, “Meu Bem, Meu Mal”, “Chega de Saudade”, “Wave”, “Você Não Entende Nada”, “Festa do Interior”, “Quem te Viu, Quem te Vê” e “Aquarela do Brasil”, onde voz e violão tornaram-se percussão, cheios de citações e paródias bem- humoradas. Mas Gal também mostra ao público músicas recente como “Ruas de Outono” (Ana Carolina/Antonio Villeroy) e “Mulher eu Sei” (Chico César).



QUANDO?

O show será no dia 08 de novembro, aberto ao público

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.