sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Entrevista Exclusiva com Lilian Reis, autora de "Eu, meu Pai e Meus Outros Amores" e Nova Parceira do Blog



Lilian A. R.  Reis nasceu em 1968, é casada e mãe de dois filhos. Mineira de Belo Horizonte, cresceu lendo romances e aprendeu amar a leitura quando ainda era uma menina de doze anos. Sonhou com o dia em que pudesse escrever suas próprias histórias, o que veio acontecer após graduar-se em Letras. Jura que escreve com o coração na ponta dos dedos, que seu maior desejo é divertir o leitor e incentivá-lo a amar a leitura por meio de “Eu, meu pai e os meus outros amores”... Lilian também é contista.
Ao término de um lindo dia dominical, eu, carioca cheia de vida e de sonhos, sofro um terrível acidente. Ao despertar do longo coma no qual fui acometida, descobri que esse desastre levou minha mãe e meu querido padrasto. Acho que um montão de surpresas me espera. A começar pelo meu novo lar: a cidade de Estrela do Campo. Na boa, já detesto esse lugar! E pra ajudar, vou ter de suportar meu pai ausente – que agora tenta recuperar o tempo perdido me enchendo de presentinhos, até que dessa parte eu gosto – e sua família perfeita. Inclusive o arrogante e bonitão do Fred, um dos filhos da minha angelical madrasta Isolda. Espero que divida comigo todas as descobertas entre eu, meu pai e meus outros amores... E serão muitas!
 "Eu, meu pai e os meus outros amores", será lançado em Dezembro. E essa nova grande autora se torna parceira do Blog São Tantas Coisas A Partir de Hoje, Clique Aqui e confira a Sinopse Completa do Livro. Abaixo trago uma entrevista exclusiva com a autora, e em breve teremos resenha do livro.

STC – Diga-nos, quem é Lilian Reis?
LILIAN - Vidrada em leitura e escrita, cinéfila assumida, curto rock anos 80 e 90. Não fumo, mas adoro um bom vinho, socialmente. Não posso negar que me identifico com músicas atuais, adoro bandas góticas, love metal, e músicas espanholas; um exemplo, Alejandro Sanz. Gosto muito de Pop americana por influência de meus filhos. Quando não estou escrevendo ou lendo; assisto às minhas séries de TV prediletas. Na verdade, assisto a várias. Minhas preferidas são: Vampires Diares, Teen Wolf e uma nova Beauty and the beast. Para ler sou eclética, leio quase tudo. Para meu trabalho é importante.
Sou mãe e esposa apaixonada. Uma das coisas que mais gosto de fazer é me reunir com minha família. “Pai irmãs, sobrinhos e participar de momentos intensos, bem família”, rrsrs. Nesses momentos me liberto, brinco, danço, adoro cantar e falar besteiras deixo minha palhacinha interior se aflorar. E estes, são os momentos mais divertidos que passamos juntos.  Momentos onde me permito tomar uma taça ou outra de vinho, minha bebida preferida. Deus me presenteou com uma família abençoada. Adoro estar com eles... todos eles, e são muuiiiiitos.

STC - Qual foi o caminho que percorreu até seu livro ser publicado pela Novo Século?
LILIAN - Bem, escrevo há muito tempo. Já possuía arquivos salvos em meu notebook de uns 4 anos atrás. Nunca pensei que seria escritora. Escrevia apenas por gostar muito, diria “paixão”. Um dia recebi um elogio por parte de um professor e perdi aquela “vergonha” que tinha de mostrar meus escritos. Assim que me senti encorajada pelo professor e pelos colegas comecei, então, a assistir a vídeos relacionados à profissão. Aprendi muito com as dicas de outros profissionais, como Lycia Barros. E li muito. No ano passado devorei livros e mais livros em busca de conhecimento. Técnicas. Li um livro de Sônia Belloto, que acredito, foi muito importante, aprendi bastante. Conclui que ler muito, e não só apenas um gênero, vários gêneros, é fundamental.
Bem, rsrsrs de posse da grande CORAGEM que adquiri, criei a sinopse e enviei para a editora.  Antes, porém, tentei outras. Sempre via que não estavam recebendo originais, então, depois de algum tempo, entrei no site da Novo Século e resolvi preencher um cadastro. Eu mesma não acreditava que fossem gostar de minha história, uma vez que, sabia que o que estava “bombando” no momento era os romances do gênero fantasia; que, diga-se de passagem, adoro!
Esperei por um mês, mais ou menos, vislumbrando que poderiam sim, querer publicar a minha história. Ficava só imaginando... Porém quando vi que não recebia resposta, acabei me esquecendo. (Bem, um pouco), sempre tinha um pouquinho de esperanças; até que um belo dia estava escrevendo um conto e recebi uma mensagem que me fez gritar quase até ficar sem voz. Disseram que haviam gostado da sinopse e depois foi só negociação, as questões de contrato etc... E bota etc... nisso... Rsrsrs


STC - De Onde Veio A Vontade De Escrever?
LILIAN - Quando eu ainda era uma menina de uns 12 anos, eu comecei a ler muito. Então criava em minha memória estórias parecidas com as que eu lia. Isso meio que ficou esquecido por muito tempo. Entretanto sempre gostei muito de escrever. Acho que já disse várias vezes, escrevia em diários, escrevia deitada de bruços na cama, criava alguns poemas, aleatoriamente. Acho que escrever fazia parte de mim e eu nem sabia. Descobri que poderia fazê-lo de maneira mais eficiente, exatamente quando estava na faculdade. Acredito que a vontade de escrever nasceu naturalmente...

STC - Quais Livros Que Você Já Tem Publicados? E Quais Ainda Estão Por Vir?

LILIAN - Bem, Eu, meu pai e meus outros amores... É meu primeiro romance a ser publicado ainda em novembro, lançamento dezembro – data a ser definida.
Tenho três histórias já finalizadas. Uma delas já se encontra nas mãos do editor da Novo Século. Esperaremos para ver o que será de meu futuro como escritora de agora para frente. Estou cheia de expectativas...
STC – Ao escrever o livro, você pensou em atingir que tipo de público?
LILIAN - No início queria atingir um público mais jovem, acima de 16 anos, uma vez que a história é de uma jovem de 17 anos. Para isso usei linguagem solta, gírias, diálogos bem divertidos e que certamente os jovens se identificariam. Entretanto recebo todos os dias um retorno enorme por parte das pessoas mais velhas, que gostaram da história e que se sensibilizaram, por causa da sinopse e do tipo de história que contei. Fala do amor de pai e filha e do amor em algumas de suas formas, além de abordar o assunto primeira transa, o perdão, a amizade e por aí vai... Rsrsrs
STC - Quais Estilos De Livros Que Você Prefere Ler E Quem São Seus Autores Inspiradores?
LILIAN - Como já disse adoro romance de qualquer gênero. Novela, e fantasia são meus preferidos. Meus autores inspiradores não poderiam deixar de ser Nickolas Sparks, Nora Roberts, Danielle Steel, Becca Fitzpatrick, que é nova na profissão assim como eu, e que escreve do jeito que eu gosto.  - adoro seu tipo de narrativa, dentre outros.
STC - O Que Você Acha Da Nova Geração De Autores?
LILIAN - Excelente. A literatura está evoluindo a cada dia e isso é muito bom!
STC – Qual foi sua inspiração para escrever “Eu, meu pais e meus outros amores”?
LILIAN - Não tive uma inspiração. Pensei no tema que queria abordar, e pensei de que forma eu abordaria o tema amor em todas as suas formas. Assim criei uma situação na qual a protagonista passasse por problemas e fosse obrigada a se adaptar a outra realidade.
STC - O Que Podemos Esperar De Lilian Reis Daqui Para Frente?
LILIAN - Muitas histórias. Amo escrever e o faço com o coração na ponta dos dedos. Kkkk Já disse isso várias vezes, mas é assim mesmo que  me sinto.
STC - Deixe Suas Considerações Finais...
LILIAN - Adoraria que os leitores dessem uma oportunidade à história. Que lessem até a última página. Sei que irão se surpreender.
Gostaria de agradecer à oportunidade que Mairton Costa do blog “São tantas Coisas”, me ofereceu tão gentilmente, e também aos leitores. Espero que leiam e gostem de “Eu, meu pai e meus outros amores”... Beijos Lilian Reis.



4 comentários:

  1. Lilian um amorzinho sempre! Simples e educada cada vez mais. Sou mt grata a ela por ter me ajudado na publicação do meu livro e me acalmado nas horas de desespero! rs

    ResponderExcluir
  2. Legal! Bela entrevista.
    É sempre bom conhecer um pouco mais sobre nossos talentosos escritores.
    Parabéns e sucesso Lilian.
    Abraço Mairton.

    Marco Antonio Rodrigues.

    ResponderExcluir
  3. Mais uma vez agradeço por ser tão atencioso comigo. Feliz 2014 para você e todos os seus leitores.Beijos, Lilian.

    ResponderExcluir
  4. No ano de 2013, sai de Pratinha com 17 adolescentes que nunca tinham saído da comunidade, para ir a um evento em BH, tudo novidade, muita vergonha e curiosidade, Lilian Reis era uma das autoras presentes, foi uma agradável surpresa conhecer uma pessoa tão maravilhosa, tenho o maior ciumes dos "meus meninos" e ficava atenta a tudo, ela foi de uma sensibilidade emocionante para com eles, gentil, carinhosa sempre a disposição para fotos e bate papo, mesmo sabendo que pouco tinham condições de comprar livros, fez doações de Eu, meu pai e os meus outros amores para nossa escola, autografou marcadores para todo mundo, deu autografo nas cadernetinhas deles e na hora do sorteio, vibrava quando um de nós ganhava um prêmio. Na volta mesmo sabendo que teriam quase 300km de estrada pela frente, eu só ouvia palavras de felicidades vindo deles. Seu trabalho é igual a dona, fala ao coração, simples, cheio de conteúdo, ser humano maravilhoso que tive a honra e prazer em conhecer. Projeto Mãos Amigas nunca vai esquecer essa pessoinha

    ResponderExcluir

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.