quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Editora Giostri Participa do Satyrianas 2012


Começa nesta quinta-feira as SATYRIANAS 2012, e promete parar o centro de São Paulo.

O evento tem como principal objetivo estimular as manifestações culturais, agrupando artistas de diversos segmentos e milhares de espectadores em intensas atividades culturais gratuitas na praça Roosevelt.

A Giostri estará participando do evento e trouxe várias novidades para os amantes da literatura e da dramaturgia brasileira.  A primeira novidade é o FEIRÃO DE DRAMATURGIA, durante os quatro dias de evento qualquer livro do catálogo Dramaturgia Brasileira, estará por R$ 10,00.

A outra novidade é o lançamento de quatro obras da Giostri Editora, com encenação e leitura dramatizada.

Está esperando o quê?!
Venha para a maratona Satyrianas.





terça-feira, 30 de outubro de 2012

Em comemoração ao Dia Nacional do Livro a Novo Século lança uma super promoção : Livros por 10 reais.

,
Até dia 01/11/2012 (ou enquanto durarem os estoques) mais de 80 livros do selo Novos Talentos estarão por apenas R$10,00 + frete.
Confira abaixo a lista dos livros com preço promocional. Para comprar basta clicar no livro que deseja.

HATHOR

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Uma Conversa Especial Com Isa Colli, autora de "Um Amor, Um Verão E O Milagre da Vida"


ISA COLLI
Hoje trago uma entrevista que realizei com a autora Isa Colli, autora do livro “Um Amor, Um Verão e o Milagre da Vida” Publicado pela editora Baldon, o qual já trouxe uma resenha, que você confere clicando aqui. Antes de tudo vamos conhecer quem é Isa, de acordo com suas próprias palavras.
Capixaba de Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, canceriana, nascida em 1968. Sou uma pessoa cheia de sonhos, determinada, mãe de Valdeir e Philip, profissional da área da comunicação e apaixonada pelo que faço! Confio única e exclusivamente em Deus e valorizo antes de tudo, as pessoas, principalmente àquelas que fazem parte do no meu dia a dia.
Gosto de escrever poemas, crônicas e contos, principalmente os infantis.
Confesso que nem sempre fui compreendida e muitas vezes as fantasias que rabiscava nos meus folhetins, eram entendidas como sendo fatos da minha própria vida, gerando atritos e desavenças nas minhas relações pessoais.
Sou uma escrava dos meus leitores e mesmo afirmando que escrevo para mim, sou totalmente dependente de suas opiniões.
Espero ter boas inspirações para desenvolver projetos inovadores no futuro, afinal, escrever é um contínuo processo de aperfeiçoamento!

Agora sim, vamos conferir a entrevista:

STC - De Onde Veio A Vontade De Escrever?
ISA - Acho que da alma. Sou completamente encantada pela formação das palavras desde muito cedo.

STC - Quais Livros Que Você Já Tem Publicados? E Quais Ainda Estão Por Vir?
ISA - Publiquei Um amor, um verão e o Milagre da Vida, está sendo lançada a Série Verde com cinco títulos, o livro de poesias também está quase pronto e já estou trabalhando em um novo romance.

STC - E O Livro “Um Amor, Um Verão E O Milagre Da Vida” De Onde Veio A Vontade De Escrevê-Lo?
ISA - Surgiu da necessidade de compartilhar com o mundo, a experiência de descobrir que cada um de nós é possuidor de uma força interior esplêndida, que a fé é capaz de nos guiar por caminhos seguros, mesmo quando o presente estiver difícil e o futuro ainda por definir.

STC - O Livro É Baseado Em Fatos Reais, Mas Você Acrescentou Ficcção Também?
ISA - Sim. ”Escrevi uma história ficcional, baseada em fatos reais”.

STC - Quais Estilos De Livros Que Você Prefere Ler E Quem São Seus Autores Inspiradores?
ISA - Gosto de ler romances, memórias, livros históricos, contos e poesias, história em quadrinhos e biografias. Busco a minha inspiração em cada detalhe da vida cotidiana, na natureza e na obra da criação.

STC - O Que Você Acha Da Nova Geração De Autores?
ISA - Muitos jovens brasileiros estão escrevendo. Escrevendo com qualidade e dinamismo! Isso é maravilhoso!

STC - O Livro “Um Amor, Um Verão E O Milagre Da Vida” Emociona Quem O Lê, Você Emocionou-Se A Escrevê-Lo?
ISA - Escrever esse livro foi para mim um processo de libertação no sentido literal da palavra.

STC - Qual A Mensagem Que Você Deixa Para Quem Sofre De Câncer Como O Personagem Principal Do Livro?
ISA - Não desista de viver, não desista de você!

STC - O Que Podemos Esperar De Isa Colli Daqui Para Frente?
ISA - Espero publicar novos títulos, escrever novos romances, coisa que adoro, e desenvolver muitos outros de livros infantis, principalmente os com temas educativos.

STC - Deixe Suas Considerações Finais...
ISA - A luta de um profissional em busca do seu espaço é longa e na maioria das vezes frustrante. Claro que cada um escolhe um caminho diferente e o que funciona para um, não é necessariamente o que funcionará para o outro. Eu escolhi acreditar. O NÃO deve ser o seu combustível para seguir em frente em busca do seu tão sonhado SIM. Na vida tudo tem o tempo certo e a hora exata de acontecer, e, por mais que seja doído, o NÃO também se faz necessário. Usem-no para crescer, jamais para desanimar!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Dica de Livro: A Confissão da Leoa, de Mia Couto

Páginas
256
Formato
14.00 x 21.00 cm
Peso
0.31800 kg
Acabamento
Brochura
Lançamento
04/10/2012
ISBN
9788535921632
Selo
Companhia das Letras

Em 2008, quando Mia Couto participava da expedição de uma equipe de estudos ambientais ao norte de Moçambique, começaram a ocorrer na região ataques de leões a pessoas. Essa experiência inspirou o autor a escrever este romance singular.
Em A confissão da leoa, uma aldeia moçambicana é alvo de ataques mortais de leões provenientes da savana. O alarme chega à capital do país e um experimentado caçador, Arcanjo Baleiro, é enviado à região. Chegando lá, porém, ele se vê emaranhado numa teia de relações complexas e enigmáticas, em que os fatos, as lendas e os mitos se misturam.
Uma habitante da aldeia, Mariamar, em permanente desacordo com a família e os vizinhos, tem suas próprias teorias sobre a origem e a natureza dos ataques das feras. A irmã dela, Silência, foi a vítima mais recente.
O livro é narrado alternadamente pelos dois, Arcanjo e Mariamar, sempre em primeira pessoa. Ao longo das páginas, o leitor fica sabendo que eles já tiveram um primeiro encontro muitos anos atrás, quando Mariamar era adolescente e o caçador visitou a aldeia.
O confronto com as feras leva os personagens a um enfrentamento consigo mesmos, com seus fantasmas e culpas. A situação de crise põe a nu as contradições da comunidade, suas relações de poder, bem como a força, por vezes libertadora, por vezes opressiva, de suas tradições e mitos.