segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Dica de Livro: Lançamento - Bem mais perto de Susane Colasanti

Autores: Susane Colasanti
Titulo: Bem Mais PertoEditora: NOVO CONCEITO 
Ano: 2012
Edição: 1
Número de páginas: 240

Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele.
Abaixo você confere o BookTrailer do Livro:


domingo, 26 de agosto de 2012

Como foi a Bienal do Livro em São Paulo, por Miriam Sales


Como somos parceiros da Editora Pimenta Malagueta da autora Baiana Miriam Sales, estou postando aqui as considerações da autora sobre a Bienal 2012 de São Paulo, por suas próprias palavras:


Ufa,foi custoso,mas,enfim,encontrei um tempinho para comentar sobre a Bienal de S. Paulo/2012.
Não pude estar lá todos os dias;até pensei em comprar um stand,mas,não podia deixá-lo fechado e,só poderia estar lá no final de semana.


Assim,”hospedei-me” no stand da U.B.E,onde,no domingo das 18 ás 20 hs,pude exibir e divulgar os livros da nossa Editora.Agradeço ,publicamente,o apoio e o carinho com que fomos recebidos,e,recomendo aos escritores de todo Brasil,que façam esta filiação.A união faz a força e temos que nos fortalecer.


Apesar do tempo tão curto,ainda vendemos exemplares de todos os autores que levamos.O fato é que,desde que chegamos,eu e meu neto ,o diretor financeiro da Editora,passamos sempre por lá,onde os livros ficaram em exposição permanente.


Uma Bienal do porte desta é o espaço ideal para se fazer contatos,aprender com os maiores,falar com pessoas,visitar outras
editoras,gráficas,distribuidores,livreiros,entidades do livro como a CBL –onde,num dia comum,encontrar tanta gente junta?
Foi o que fiz e não me arrependi.
O movimento de pessoas,visitando e comprando,me surpreendeu.
Toda São Paulo parecia estar lá ,apesar da ausência de nomes consagrados ,mais conhecidos do público.


A Bienal deste ano,disse-me um livreiro amigo,estava menor,muitos expositores não vieram;notei,porém,a presença de muitos autores independentes que alugaram pequenos stands e venderam seus livros.


Na UBE,por exemplo,houve muitos lançamentos individuais,de autores filiados á entidade,que há 50 anos luta pelo povo do livro.


HOTEL HOLLIDAY INN,NOSSA CASA EM S. PAULO

Conversei com o simpático e atuante Antonio Luceni,diretor de integração nacional,que vive em Araçatuba, e discutimos como congregar melhor os nossos escritores,fazendo uma corrente pra frente,reunindo os escritores das várias regiões deste país,tão farto de talentos ,mas, tão dispersos...
Os números da Bienal  nos deixam embasbacados:estimadas 750.000 pessoas passaram por lá.Muitos livros foram vendidos,porém,a maioria de custo baixo( preço de capa até $10).Ouvi um comentário de um distribuidor ,dizendo que,para um livro ser bem vendido e melhor distribuído,o autor tinha que  imprimir de 1000 a 30000 exemplares;assim, o custo do livro pode cair até para 0.50,
  o que facilitaria muito as vendas e aumentaria o lucro do autor. Concordo. Mas, como o autor venderia tanto livro?Onde?Só se fosse para os programas do governo.
Como sou kamikase,vou experimentar fazer 2000 livros  meus  e ver como o mercado se comporta.Daí,conto pra vocês,ok?



COM A SIMPÁTICA SECRETÁRIA NILSI E COLEGAS DA UBE
Percebo,também,que com os dados que recebi da CBL –dados confiáveis – a autora que mais vendeu livros ,vendeu 500 exemplares.Muito poucos,a meu ver,dada a quantidade de visitantes – compradores.
Mas,no frigir dos ovos ,a Bienal de São Paulo é tudo de bom.Ano que vem,pretendemos estar lá com nosso stand ,durante toda a festa,oferecendo o que temos de melhor a esse público tão fiel e antenado.


Pois é;para coroar nossa estada,recebemos no hotel a visita do meu amado revisor Léo Gargi e sua esposa ,a bela Fátima.
Léo revisou o meu novo livro "Contos e Causos" que está quase nascendo,revisto e ampliado.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Dica de Livro: Lançamento - Sereias, O Segredo das Águas de Mirella Ferraz

Pág: 240
Editora: Novo Século
Lançamento: 2012


Neste romance encantador, urdido a sal e água, escrito por Mirella Ferraz, é narrada a emocionante história de Coral, uma garota de aparência exótica, que nasceu envolta em mistérios sobrenaturais e com um estranho fascínio pela água. Poderá ela, com a ajuda do apaixonado Marcelo, desvendar todos os enigmas que cercam a sua vida? Conseguirá sua mãe, Marina, afastá-la de um destino que, para ela, parece apavorante, mas que constantemente se revela inexorável? Qual preço você estaria disposto a pagar para ajudar seu grande amor? Com uma narrativa dinâmica e empolgante, o leitor viajará pelo mundo de uma das mais fascinantes figuras lendárias, e presentes, de todos os tempos: a sereia. E verá que, muitas vezes, as lendas são mais reais e estão bem mais próximas de nós do que imaginamos. Venha desvendar o que se esconde nos mares...
“Então fiquem em silêncio e apurem seus ouvidos, pois podem ser agraciados com um canto vindo das ondas... por um canto de sereia...”

terça-feira, 21 de agosto de 2012

A Bienal Cearense e os 10 Livros Mais Lidos no Mundo


Agora que estamos a menos 90 dias para a 10ª  Bienal Internacional do Livro do Ceará, que vai acontecer no Centro de Eventos de Fortaleza, alguém sabe dizer quais são os 10 livros mais lidos no mundo? Fácil. O topo da lista ainda é ocupado pela Bíblia. O ‘Livro Vermelho’ de Mao vem em segundo e é até explicável. Aquele mundão de gente na China.
A exceção do brasileiro ‘O Alquimista’ e ‘Quem Pensa Enriquece’, todo o  restante da lista já foi adaptada para o cinema, como Harry Potter, O Senhor dos Anéis, Crepúsculo, E o Vento Levou. Aliás, o livro de Paulo Coelho é o único que aparece nessa lista dos dez mais lidos.
Com relação à bienal ela acontecerá de 8 a 18 de novembro e homenageará os 120 anos do movimento literário “Padaria Espiritual” – promovido por um grupo de escritores, pintores e músicos no final do século XIX. Outra novidade confirmada é a participação, pela primeira vez, de um Prêmio Nobel de Literatura, o escritor e dramaturgo nigeriano Wole Soyinka, vencedor do Prêmio em 1986.
Vamos a lista:
1. A Bíblia Sagrada
2. O Livro Vermelho
3. Harry Potter
4. O Senhor dos Anéis
5. O Alquimista
6. O Código Da Vinci
7. Crepúsculo
8. E o Vento Levou
9. Quem Pensa Enriquece
10. O Diário de Anne Frank

Bienal do Livro de São Paulo 2012




Com um saldo de mais de 750 mil visitantes, terminou neste domingo (19) a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontecia desde o dia 9 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na zona norte da capital paulista.
“Encerramos o maior encontro literário da América Latina com a certeza de que a leitura continua crescendo no interesse da população. Somente neste sábado (18/8), passaram pelo Pavilhão de Exposições do Anhembi 123 mil visitantes, batendo todos os recordes da história do evento", afirmou a presidente da Câmara Brasileira do Livro, Karine Pansa.
Segundo a CBL, em parceria com as editoras, a Bienal conseguiu trazer para São Paulo cerca de 1.180 autores, dentre consagrados e novos talentos, 18 deles internacionais.
Ainda segundo a organização do evento, aproximadamente 1.829 lançamentos de livros foram apresentados nos 34 mil metros de exposição.Nesta sua 22ª edição – cujo tema central é “Livros transformam o mundo, livros transformam pessoas” –, o evento prestou três homenagens: a Jorge Amado (1912-2001) e Nelson Rodrigues (1912-1980), que completariam cem anos de idade justamente neste mês de agosto, e aos 90 anos da Semana de Arte de 22.
“Posso dizer, em nome da organização do evento e seus curadores, que superamos as nossas expectativas em todos os sentidos”, disse Pansa.
O número de alunos das escolas públicas e particulares que visitaram a Bienal do Livro chegou a 120 mil, vindos da capital e interior do Estado de São Paulo.
A Bienal do Livro de SP 2012 teve 84,7 mil seguidores pelo Facebook e houve 12 mil compartilhamentos. Já no Twitter, foram 17,3 mil seguidores e dois mil retweets até o sábado (18). (fonte: g1.com)


Como Surgiu?

A 1ª Bienal Internacional do Livro, bancada exclusivamente pela CBL, foi realizada entre 15 e 30 de agosto de 1970, no mesmo edifício da Bienal de Arte, essa primeira feira reuniu algumas centenas de editoras nacionais e estrangeiras e atraiu milhares de pessoas, adultos, jovens e crianças. Já na 2ª Bienal, em 1972, o total de visitantes chegou a 80 mil e o de expositores passou de 700.
Em 1996, para abrigar um maior número de expositores e proporcionar maior conforto ao público, ela passou a ser realizada no Expo Center Norte. Em razão do crescimento contínuo de público e expositores, em 2002, ela foi para o Centro de Exposições Imigrantes (com 45 mil metros quadrados de área), até finalmente chegar, em 2006, ao Anhembi, o maior centro de exposições da América Latina. Em 2008, a Bienal chegou a sua 20ª Edição e o público infanto-juvenil foi contemplado com o projeto Ler é a Minha Praia.
Em 2010, a Reed Exhibitions Alcantara Machado passou a ser a organizadora oficial da Bienal em parceria com a CBL. Nesse ano a CBL levou uma programação cultural intensa e diversificada atraindo 743 mil visitantes e ampliando o prestígio e importância à Bienal de São Paulo.

Esse ano, a previsão é trazer mais de 800 mil visitantes para a feira que terá uma programação cultural diferenciada que, como sempre, terá o objetivo de incentivar o gosto pelos livros e pela leitura. (fonte: http://www.bienaldolivrosp.com.br)

domingo, 19 de agosto de 2012

Eu Te Amei, de Aila Sampaio



Eu te amei com a sofreguidão de um barco à deriva, fazendo dos teus braços o meu cais derradeiro e definitivo. No mar  turbulento das minhas incertezas, navegaste como se pudesses transcender a tua condição humana e ser um deus. Talvez porque compreendesses as minhas súplicas silenciosas e quisesses atendê-las. Talvez porque pensasses que eras a minha salvação ou eu a tua; talvez porque acreditássemos que o amor nos redimiria de todo sofrimento presente, passado e futuro. Naufragamos nos 'entretantos' que a ausência prolongada cavou em nossas certezas, como um túnel abarrotado de dúvidas e inseguranças. Porto de chegadas e partidas, meu coração cansou do vai-e-vem das embarcações, da turbulência dos ventos; escolheu a solidão por morada, não quer mais ancoragem nem despedidas.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Dica de Livro: Mais que um Amigo,Elizabeth Winfrey


Título Traduzido: Mais Que Um Amigo - Elizabeth Winfrey
Título Original: Coleção Primeiro Amor 10 - Mais Que Um Amigo
Gênero: Romance | Juvenil
Editora: Ática

Aqui estamos nós, mais um vez trazendo uma dica de livro para aquele seu momento de lazer, distração. Para quem gosta de histórias românticas e imprevisíveis, o livro "Mais que um amigo" de Elizabeth Winfrey é uma ótima opção. 
Um perigoso jogo de amor
Para Steve, sua melhor amiga Kelly, tem medo de se aproximar dos garotos. Ela acha que será rejeitada, sem perceber como é bonita, inteligente e charmosa.
Então ele resolve lançar-lhe um desafio. Até o Baile de Verão, no final do ano, deve arranjar um namorado. Para sua surpresa, Kelly não só aceita, como o desafia também. Os DOIS devem encontrar uma nova paixão.
É só quando ela começa a sair com Derrick que Steve percebe como foi tolo.
De que lhe adianta ter conquistado a insinuante Claudia, se seus pensamentos jamais se afastam de Kelly?
Por causa de uma aposta inconseqüente, corre o risco de perder seu verdadeiro amor...

Esse livro não só vai conquistar os jovens, mas também pessoas de todas as idades.


sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Conto de Amor: Amor Sem Medida, de Mairton Costa



Eu quero a sua atenção, pois o que você vai ler agora, é para ter a certeza que o amor muitas vezes é difícil de entender.
Ele se chamava Jean Martini, filho de conde rico na pequena cidade de Boa Vista, Minas Gerais. A época da nossa história é de 1860. Desde que nascera, era prometido em casamento a uma moça que ele só conhecia o sobrenome, que pertencia a grande família Monterrei, porém nunca a tinha visto e muito menos sabia seu primeiro nome. Ele em seus pensamentos estava aflito, pois o dia do casamento estava próximo, mas ele não sabia se seria feliz, tinha o sonho de casar um dia com quem realmente amasse.
Próximo ao casarão que morava, havia um grande lago, que desde a sua infância visitava e adora ficar o dia passeando por ali.
Mas naquele dia em especial algo aconteceu de diferente, na sua caminhada diária avistou uma linda donzela sentada em uma pedra próxima olhando para o lago. Ao perceber que estava sendo admirada, ela fez menção de partir, porém ele a segurou pelo braço e disse: fique por favor.
- Não posso – disse ela.
- Por quê?
- Sai escondida de meu pai, se ele ao menos sonhar que estou aqui não me perdoará.
Ele sorriu para ela, e soltou seu braço. Ela retribuiu o sorriso.
- Me chamo Jean, qual seu nome?
Ela relutou um pouco e no fim disse: Me chamo Catherine.
- Você é muito linda, faz um bom tempo que não avisto uma moça tão bela.
Ela agradeceu com um sorriso, e partiu.
A partir daquele dia no mesmo horário eles passaram a se encontrar. Ficavam horas conversando, falando sobre suas vidas. Porém ele nunca contará que já era noivo, de alguém que ele nem conhecia. Dias se passaram, meses, até que em um encontro Jean tomou coragem e roubou-lhe um beijo. Um beijo apaixonado, de amor, que foi retribuído por ela.
Os dois confessaram estar apaixonados, se abraçaram e disseram que aquele amor era infinito. Porém no dia seguinte, depois de contar as horas, ele foi ao seu encontro, mas ela não apareceu.  E isso aconteceu nos dias seguintes. Ela desapareceu.
Desiludido e achando que Catherine o havia abandonado, ele aceitou o casamento com a Senhorita Monterrei.
E o dia do casamento chegou, lá estava Jean no altar, o coração apertado porque ainda lembrava daquele seu amor do lago. As horas se passaram e nada da noiva aparecer, até que o pai da noiva entrou na igreja chorando e gritando que a filha tinha desaparecido, que ele já procurara em todos os lugares e não havia achado.
Triste, abatido e mais uma vez decepcionado, Jean resolveu sair da igreja sem falar mais com ninguém e se dirigiu ao lago, precisava pensar, precisava lembrar do seu amor. E qual não foi sua surpresa, ao ver de costas uma noiva de costas olhando para o lago. Só podia ser ela, sua futura esposa, chegou perto, tocou em seu ombro e quando ela virou-se, teve uma grande surpresa...
Sua noiva era a Catherine, aquela mesma por quem ele se apaixonou, e que havia sumido.
- Catherine, então você é a Senhorita Monterrei?
- Sim, sou eu, Jean.
- Nunca imaginei que fosse você, mas se você sabia que eu era seu noivo porque sumiu, porque não apareceu na igreja.
- Quando sumi, não sabia que você era o meu noivo, sumi porque estava prometida e nosso amor seria impossível, hoje horas antes do casamento descobri quem era você. Fiquei com vergonha, medo, achei que você nunca mais ia querer olhar para mim.
- Claro que eu olharia pra você, eu te amo, te amo eternamente Catherine.
Ele se aproximou e a beijou. Enfim estavam juntos, sem que ninguém os pudesse separar e entendo que o amor as vezes, ou quase sempre nos guarda muitas surpresas...

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Dica de Livro: Olhos Entreabertos de Aila Sampaio


É com muito prazer que venho trazendo como dica de livro hoje "Olhos Entreabertos" da escritora cearense Aila Sampaio. Um livro que reúne os melhores poemas da autora, acumulados em anos de inspiração e amor por escrever. Com toda certeza, o livro traz o que ainda há de bom nas leituras e resgata a verdadeira poesia, aquela que encanta, que enaltece, que nos faz viajar a cada verso lido. Confesso que sou fã de carteira dessa autora, de seus textos, poemas e até de suas simples frases. Simples no tamanho, mas grandiosas nos sentimentos transmitidos em casa palavra escrita. Ainda não tive a chance de ler esse livro em especial, mas já li vários de seus poemas no sue blog pessoal: http://literaila.blogspot.com.br/ (que vale a pena você conferir também), e posso afirmar com toda certeza que esse será mais um grande sucesso literário cearense, brasileiro e quem sabe mundial.

domingo, 5 de agosto de 2012

Andross Editora recebe contos românticos para publicação em coletânea literária


Até 31 de agosto, a Andross Editora estará recebendo
contos de amor de novos escritores para publicação no
livro “Corações Entrelaçados”.


Capa
Romeu e Julieta, Tristão e Isolda, Aberlardo e Heloise... A História e a Literatura já nos apresentaram belíssimos exemplos de casais apaixonados, que conseguiram ou não concretizar seu amor. Pois agora novos escritores poderão contar suas histórias românticas. A Andross Editora está recebendo contos de escritores em início de carreira para publicação no livro “Corações Entrelaçados", a ser lançado em dezembro de 2012, no evento Livros em Pauta, em São Paulo.

Queremos publicar contos românticos de todos os tipos, de qualquer época, com finais felizes ou não. O importante mesmo é que a história emocione”, diz o escritor Leandro Schulai, organizador do livro.
Leandro Schulai
Qualquer pessoa pode participar. Basta acessar o sitewww.andross.com.br, ler o regulamento de participação e submeter seu texto à avaliação. As inscrições vão até 31 de agosto de 2012.

SINOPSE:
"Muitos dizem saber o que é o amor, mas quantos podem ter essa certeza? Um sentimento que todos buscam e tanto temem. Corações Entrelaçados traz histórias que mostram infinitas manifestações do amor e tudo o que ele pode nos causar. Algo que pode ser salvação, mas também ruína."

SERVIÇO: 
Livro: Corações Entrelaçados – Contos de amor” 
Organização: Leandro Schulai 
Envio do texto: até 31/08/2012 
Lançamento: 16/12/2012 (no evento Livros em Pauta
Regulamento: no site www.andross.com.br
Realização: Andross Editora

sábado, 4 de agosto de 2012

Dica de Livro: Ecos da Alma, Andross Editora


Editora: Andross

Quem não gosta de poesias não é? Eu pelo menos adoro, principalmente poesias que nos chegam a tocar a alma, e as melhores são as escritas por nossos autores brasileiros. O livro “Ecos da Alma” da Andross Editora reúne grandes poemas diversificados escritos com o maior dos sentimentos: O Amor. O livro 'Ecos da Alma' foi escrito por poetas que tentam entender o ser humano e o desconhecido, nutrindo assim sentimentos íntimos para que o leitor ouça os sons até então despercebidos, buscando a essência da vida.
Com certeza recomendo a leitura de mais esse clássico da Andross Editora, ótimo livro pra viajar no mundo do poesia.



quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Dica de Livro: Contos Apimentados, de Miriam Sales

Editora: Pimenta Malagueta


Hoje venho trazendo aos leitores, mas uma dica de livro, dessa vez a dica é o livro: Contos Apimentados, da autora Baiana Miriam Sales. A autora consegue trazer contos engraçados e picantes, de uma forma que não chegue a vulgaridade. São contos divertidos, diferentes e que chamam a atenção do leitor. Alguns contos que você encontrará no livro: Leão dos Mares, Dono das Águas, Filho de Yemanjá. A autora sempre valorizando em seus contos o Nordeste Brasileiro, utilizando a cultura e costume do nosso país. Portanto, são todos contos bem contados, feitos para alegrar os leitores . Mais uma vez a escritora Mirian Sales Oliveira revela porque ocupa com méritos a constelação de estrelas na literatura baiana e brasileira.

O Crítico Benjamim Batista vai mais fundo na sua descrição do livro, veja abaixo:
"Em síntese, pois não se pode dizer tudo num prefácio, adorei a ousadia do livro – que quebra convenções traz palavrinhas e palavrões, teses, tesinhas e tesões, muda paradigmas, mostra a autora interagindo com o (a) leitor (a), como se estivesse ali, inteira, como é do seu feitio, conversando conosco, no sofá de nossa casa, ou numa palestra em Biblioteca Pública ou nas, repito, interessantes reuniões do nosso sodalício, lugares, aliás, onde já tive o privilégio de ouvir, a autora falando...Diz-se que até hoje estão felizes. Apreciei bastante, dentre outros, o conto Caipira Mineiro, onde um jovem vendedor de carros, arrogante, observando as roupas simples de um matuto (na verdade, um grande e rico produtor de soja) o humilha e termina sendo demitido da concessionária, cuja moralidade da história revela que as aparências enganam, se bem que o meu amigo Belchior, compositor e cantor cearense afirme em uma de suas canções que “as aparências não enganam, não.” Prefiro a primeira hipótese."

O São Tantas Coisas recomenda mais esse clássico brasileiro.

Quem é Miriam Sales?


 
 Aos 68 anos, Miriam, que nasceu em Salvador, é uma ativista em defesa do livro e da literatura baiana, sendo autora, entre outros, dos livros ‘As filhas do General’, ‘Contos e Causos’, ‘Maktub’, ‘Contos Apimentados’, além de centenas de crônicas publicadas na internet, em três blogs que a autora mantém com atualizações diárias.“Gosto de escrever causos sobre a Bahia antiga e contos sobre o dia a dia, minhas observações do mundo. Sempre com muito humor, que é marca da minha escrita”, diz a autora.