terça-feira, 29 de maio de 2012

Dica de Livro: Assassinato no Expresso do Oriente, de Agatha Christie



O enredo do livro, como de estilo na minha amiga, é absorvente e facílimo de seguir. Hercule Poirot está a bordo do Expresso do Oriente. Devido a uma nevasca, o trem para no meio dos Balcans durante a noite. Na manhã seguinte, um dos passageiros, o Senhor Ratchett (na verdade o fugitivo Cassetti), é encontrado morto. Foi esfaqueado 12 vezes. Poirot é encarregado, por um dos diretores da companhia de trens, de investigar o caso. Embora o crime tenha sido premeditado para parecer realizado por alguém de fora, o criminoso está certamente entre os passageiros. O crime no Expresso do Oriente está relacionado com o sequestro e assassinato, nos EUA, de uma garotinha pelo tal Ratchett/Cassetti. Os ferimentos no cadáver, embora feitos com uma só faca, não combinam. Todos os passageiros parecem estar mentindo. Todos são suspeitos. Pistas falsas são colocadas no caminho de Hercule Poirot para tentar mantê-lo fora de cena, mas, num dramático desenlace, ele apresenta não uma, mas duas soluções para o crime. O Livro foi transformado em um filme de grande sucesso em 1974...

Quem é Agatha Christie?
  Considerada a "Rainha do Crime", Agatha Christie aliou uma imaginação brilhante à sua grande habilidade como narradora, para conquistar gerações de público para suas histórias de mistério e suspense. Seus livros já venderam mais de 2 bilhões de exemplares.
Nascida Agatha May Clarissa Miller, ela se casou em 1914, com o Coronel Archibald Christie, um aviador da Força Aérea britânica. Com ele, teve sua única filha, Rosalind. Durante a Primeira Guerra, Agatha trabalhou como farmacêutica, o que lhe proporcionou, segundo consta, grandes conhecimentos sobre poções e veneno, que seriam mais tarde empregados em suas obras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe-nos sua opinião sobre esta postagem.