domingo, 29 de abril de 2012

Eu só quero ser feliz... de Mairton Costa



"Da vida não quero muito, 

quero apenas saber que tentei tudo que quis, tive tudo o que pude.

amei tudo que valia, e perdi apenas o que no fundo nunca foi meu..."
Pela amizade que você me devota, por meus defeitos que você nem nota...
Por meus valores que você aumenta, por minha fé que você alimenta...
Por esta paz que nos nos transmitimos...Pelo silêncio que diz quase tudo,
por este olhar que me reprova mudo...Pela pureza dos seus sentimentos,
pela presença em todos os momentos...Por ser presente, mesmo quando ausente,
por ser feliz quando me vê contente..Por repreender-me, quando estou errado,
por meu segredo, sempre bem guardado...Por seu segredo, que so eu conheço,
e por achar que apenas eu mereço...Por me apontar pra DEUS a todo o instante,
por esse amor fraterno tão constante, valeu Papis do Céu...

"Não existe um caminho para a felicidade.
A felicidade é o caminho...Faça o que for necessário para ser feliz.
Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples,
você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade...
A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio.
Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade.
Se a meta está alta demais, reduza-a.
Se você não está de acordo com as regras, demita-se.
Invente seu próprio jogo.
E viva a Felicidade!"

Oração, de Aila Sampaio



Livra-me, Senhor, dessas horas de saudade 
dessas exasperadas horas 
que desafiam os ponteiros 
e se eternizam como se fossem anos. 
Tira-me essa sofreguidão do olhar 
que se demora na lembrança 
do que devo esquecer 
e não permita que minhas inseguranças 
me impeçam de tentar 
o que posso conseguir . 
Que o desengano não tome conta 
nunca da minha alma 
quando não for possível 
atingir um objetivo 
e que eu nunca use armas para mudar 
a realidade que não seja a palavra justa. 
Que os 'apesares' da vida não sejam jamais justificativas 
para desistir de um sonho, 
e que as pessoas que cruzarem o meu caminho 
compreendam que não sou perfeita, 
mas estou em busca de aperfeiçoamento. 
Que eu só guarde dentro de mim 
o que for bom 
e nunca me arrependa do que fiz 
ou deixei de fazer, 
pois o que me motivou foi sempre 
a verdade do meu coração. 

segunda-feira, 23 de abril de 2012

23 de Abril, Feliz Dia Mundial do Livro...



Um livro é um mar de emoções e viagem que você pode navegar sem sair do seu sofá ou da sua casa. Ler nos transmite um novo mundo, uma nova forma. Escrever descobre o nosso eu, revela o intimo de nossa alma...
Hoje, 23 de Abril, é o Dia Mundial do Livro e do Direito do Autor, instituído em 1995 e comemorado desde 1996 pela Unesco.
Este dia homenageia a imortalidade de Miguel de Cervantes e William Shakespeare, falecidos em 22 e 23 de abril de 1616, respectivamente, e celebra também o nascimento de escritores como Maurice Druon, Vladimir Nabokov, Josep Pla e Manuel Mejía Vallejo.
Outra ideia inspiradora da Unesco para instituir a data diz respeito a um costume da Catalunha, na Espanha, de, também neste dia, oferecer uma rosa a quem compra um livro...
Não posso dar Rosas a vocês, mais lhe dou a dica, leia pelo menos um livro por mês você verá como tudo será diferente...

Dica de Livro: Corrida pela Herança, de Sidney Sheldon


Nossa dica de livro de Hoje, recorre a um dos grandes escritores internacionais, Sidney Sheldon. "Corrida Pela Herança". Foi um dos primeiros livros que li desse autor, e me apaixonei por ele. 
A história começa coma morte do magnata Samuel Stone, e da leitura do seu testamento que ele deixou registrado em vídeo. Os Herdeiros eram a viúva, o sobrinho, o advogado e um primo distante chamado David. Porém eles se surpreenderam quando ouviram da boca do próprio Stone, que cada um receberia apenas 100 dólares por semana. Para conseguir o restante da herança teriam que seguir pistas que seriam repassadas em videos gravados por Stone a cada semana. Outra imposição era que todos deveriam morar na mansão e vigiar um ao outro. Em meio a trapaças, eles tentam seguir as pistar e encontrar toda fortuna, mas não será nada fácil, já que todos são ambiciosos e capazes de tudo para chegar até a herança.

Um Bom livro, que vale a pena você conferir. A data de sua publicação é de 2001, da Editora Record.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Momentos Inesquecíveis.... de Mairton Costa



Todos já passamos por momentos que por mais que tentássemos nunca esqueceríamos não é? O primeiro beijo, um grande amor, a primeira aprovação em uma faculdade etc.
Mas e quando esse momento nos faz mau? Quando esse momento ficou apenas na lembrança e já não poderá ser revivido? É duro, não é?
Temos que aprender que tudo na vida passa, e que nada é eterno. Mas vá explicar isso ao nosso coração... Quantas vezes me deitei e fiquei olhando pro teto relembrando velhos momentos que vivi, que me fizeram feliz mais que hoje não passam de lembrança. Quantas vezes minha razão quis esquecer e o meu coração não entendeu?
Não são só casos amorosos, mas sim qualquer momento de nossa vida que daríamos de tudo para que voltassem. Porém temos com toda nossa força, esquecer. Porquê já dizia um velhíssimo ditado “Quem vive de Passado é Museu”... Aprendamos a fazer uma nova caminhada, sem esquecer o que o passado nos ensina muito, porém ele não deve continuar a nos guiar e sim servir como base do que devemos fazer na próxima oportunidade, tomando cuidado para não cometer os mesmo erros e muitas vezes com as mesmas pessoas...

Lembranças, de Mairton Costa



Sabe quantas incontáveis vezes me peguei olhando sua foto? Eu olho, e viajo num passado que para meu coração nunca deixou de ser passado. Aqueles momentos de felicidade, alegria, em que nós dois parecíamos duas crianças que não tinham nada a perder.
Porém o tempo passou e tudo mudou. Hoje aquela estória já não mais existe e só me restaram as lembranças dos beijos, abraços e carinhos que você me fazia. E a cada momento percebo que tudo aquilo não passou de um sonho, um sonho que hoje virou meu pesadelo. Sonho do qual você acordou, e me deixou ali sonhando sozinho.
Cada momento que passamos, ficou na memória, cada beijo que dividimos me marcou profundamente. Sonhos destruídos, despedaçados. Hoje posso ver que você nunca esteve completamente naquele sonho, mas era só eu que o vivia, que o consumia a cada momento. Sabe o que é ter que dizer ao coração que foi tudo ilusão? Se não sabe ainda, um dia saberá. Por que todos nós um dia sofremos ou sofreremos por amor. Faz parte.
Mais o fogo, a volúpia, os sonhos só sente isso quem realmente ama, ama de verdade. E mesmo que acabe o relacionamento, ficam as lembranças, lembranças de algo que passou, mais em que fomos felizes.
Talvez o amor seja isso um sonho, dos quais uns acordam e deixam o outro sonhar sozinho; do qual dois vivem para sempre no sonho e conseguem vive-lo independente das circunstâncias...
Assim é o amor, dos quais muitos viram apenas lembranças....

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Cansei..., de Mairton Costa



Cansei de fazer “isso” ou deixar de fazer “aquilo”, porque é certo ou errado.
Cansei de tratar com educação quem merece ignorância.

Cansei de dar atenção a quem merece meu desprezo.

Cansei de dizer sim, quando queria dizer não. De mesmo estando triste,

Distribuir sorrisos e fingir que está tudo bem.

Cansei de hipocrisia, de ter que falar o que agrada e não o que penso.

Cansei de alimentar falsas esperanças. 

De sonhar, idealizar algo, criar Expectativas e no final dar errado.

Estou cansado de ver que a primeira vez é a ultima chance,

Estou cansado de ser mal interpretado

Cansei de nadar contra a maré...

sábado, 14 de abril de 2012

Viver Sempre Vale A Pena, de Mairton Costa


Um dia descobrimos que precisamos de vários motivos para não gostar, mas somente um, para amar; que depois da tempestade, sempre tem o arco-íris; que quando uma estrela cai, um desejo se realiza; que os amigos nos fazem felizes sempre! Que a verdade nunca deixará de ser a melhor solução, que os sonhos não devem deixar de existir. Que voar, deve ser maravilhoso; que perdoar e pedir perdão, são os gestos mais puros e valiosos; que a felicidade, está nas coisas mais simples da nossa vida; que um sorriso, pode desarmar uma guerra; que a confiança, é a base de tudo entre duas pessoas; que a família, é o mais importante de tudo; que nunca devemos deixar as coisas pra amanhã; que o tempo, é o melhor remédio; Enfim, um dia descobrimos, que apesar de tudo, viver, sempre vale a pena!

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Dica de Livro: Os Fantásticos Mistérios de Lygia, de Aila Sampaio



Hoje venho com a Dica de um livro extraordinário como o nome já demonstra. "Os Fantásticos Mistérios de Lygia" da autora Cearense Aila Sampaio é um ensaio que tem como objeto de análise os contos de Lygia Fagundes Telles, do livro de contos Mistériosmostrando a configuração do gênero Fantástico nos contos da escritora e comparando-os a narrativas de Machado de Assis, Edgar Allan Poe, E. T. A Hoffman, Teophile Gautier, escritores do século XIX, e ainda Julio Cortázar, Jorge Luís Borges, Murilo Rubião e J.J. Veiga, do século XX.
Interessa, certamente, os estudiosos de Letras e a pessoas que gostam de narrativas de mistérios.

Um Ótimo Livro para deliciar-se e contemplar os melhores contos de Mistério da grande Autora Lygia Fagundes, que nasceu a 19 de abril de 1923, em São Paulo. Filha de um promotor público e de uma pianista amadora, teve uma infância andarilha pelo interior do estado natal, onde fez o curso primário. A sua paixão pelos mistérios deve vir dessa época, pois teve a sorte de conviver com uma pajem que adorava contar histórias de bruxas, fadas, assombrações, sacis, florestas encantadas e mulas-sem-cabeça, histórias essas que retinha na cabeça e, às vezes, nos cadernos. Ela própria passou, depois, a contá-las em público, com a intenção de transferir o medo que sentia ao ouvi-las.

Aila Sampaio consegue prender ainda mais a atenção do leitor ao mostrar a sua analise sobre os contos descritos.

Vale a pena conferir.... Dica do Blog São Tantas Coisas!!!


Quem é Aila Sampaio?
AILA SAMPAIO, cearense da região do Cariri, é professora da Universidade de Fortaleza e autora dos livros Desesperadamente nua (poemas-1987), Amálgama (poemas-1991) e Os fantásticos mistérios de Lygia (ensaio-2009). Escreve contos, crônicas, poemas, resenhas e ensaios que publica constantemente em blogs, jornais e revistas do país. É membro da Academia Cearense de Língua Portuguesa.


 Confira uma entrevista exclusiva com a Escritora Clicando Aqui





segunda-feira, 9 de abril de 2012

E O Que Faço Com Esse Amor Aqui?- De Mairton Costa



As vezes a noite me pego olhando para o céu, e em cada estrela é como eu enxergasse seu olhar, e no brilho da lua visse um sorriso seu. Talvez seja apenas a saudade que sinto das noites que passamos juntos, conversando, nos beijando.

Deitado fecho os olhos e imagino você aqui do meu lado, sussurrando novamente em meu ouvido as palavras que eu tanto gostaria de ouvir nesse momento: “Eu Te Amo”. Viajo em todos os instantes pelas veredas de minha alma, pelos cânticos desse amor que levo em meu peito. Parece que meu coração espera pacientemente a sua volta, é como se ele esperasse você aparecer aqui a qualquer momento, me abraçar e sem nada mais falar me cobrir com um beijo seu. Beijo que lembro toda vez que fecho só olhos, beijo esse que ainda sinto o sabor doce em meus lábios.

O que será isso, amor ou obsessão? Nem sei, só sei que nesse momento daria tudo só pra ter você aqui mais uma vez, brincando, me fazendo sorrir como criança novamente. Porém parece que tudo fica cada vez mais longe, cada vez mais impossível, cada vez mais distante. E lágrimas descem do meu olhar, quando acordo de meus sonhos no meio da noite, e vejo que não estás comigo, e que talvez nunca mais esteja. Será que aprendo a viver sem você? Será que aprendo a sentir em outros beijos o mesmo sabor e prazer que sentia quando seus lábios tocavam os meus?

E como vou conviver com o ciúme que sinto de ti, que só de pensar que os beijos que foram meus, poderão ser de outro alguém me deixa louco? Que o toque que nossos corpos tiveram não acontecerá mais?  
É nem sei como poderei conviver assim, com essa vontade que tenho de chegar até você, te puxar pelo braço, sentir sua boca perto da minha e dizer: “Eu te amo, e ninguém te afastará de mim”, e logo depois cobrir seus lábios com os meus e viajar em um delicioso beijo seu...

domingo, 8 de abril de 2012

Dica de Livro: O Amor Pode Esperar de Katherine Applegate



Hoje o Blog São Tantas Coisas traz a dica de um livro que cativar você leitor,”O Amor Pode Esperar” de Katherine Apllegate com Tradução de Luciano Machado, cujo titulo original é: Slntrin, Srun, que em sueco significa Amor, Um Dom.

Que laço poderá existir entre o amor e a amizade? Nesse livro de uma forma bem simpática, e não drámatica, é tratado os sacrificio que o amor pode fazer, só para ver uma outra pessoa feliz, ai onde entra a amizade....

Para Alison, Sam Cody é irresistível: aquele belo rosto, os olhos penetrantes... Quando ele a convida para dançar no baile da escola, fica eufórica. Mas a alegria acaba quando descobre que sua melhor amiga, Isabella, também se apaixonou por Sam. Sofrendo de uma doença incurável, ela está para morrer. Diante desse facto, Alison se conforma e deseja que os últimos dias de Isabella sejam os melhores de sua vida... mesmo que ela e Sam tenham de esconder o seu amor. Mas será que eles podem guardar segredo de um sentimento tão forte?

Essa é nossa dica de livro de Hoje, espero que você procure e aprecie-te desta ótima historia... Que faz parte da coleção “Primeiro Amor” da Editora Atica, que sempre nos encanta com seus clássicos... 

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Como os leitores interpretam os textos que leem? - de Aila Sampaio



Escrevo há muitos anos e observo que, assim como na vida as pessoas julgam as atitudes das outras, muitas vezes sem conhecê-las, inspiradas, certamente, em seu próprio modelo, na leitura do texto literário também ocorrem distorções propiciadas pelo mesmo comportamento. Essas minhas reflexões me levaram de volta à ‘Estética da Recepção’, teoria que considera a Literatura enquanto produção, recepção e comunicação, ou seja, uma relação interativa entre autor, obra e leitor.

Claro que não me interessa aqui historiar a teoria literária, mas apenas embasar o meu pensamento sobre a forma como as pessoas recebem o texto que leem. Gostar e não-gostar são reações muito subjetivas. O leitor comum, que não tem pretensões acadêmicas, busca apenas prazer no que lê, quer informação, deleite. Normalmente ele se identifica com textos românticos e existenciais, vê-se em cada palavra ou compreende, por meio dela, o que sentia, mas não sabia (ou conseguia) expressar.


Há, entretanto, uma diversidade de recepções, e isso também nos faz voltar à teoria da Obra Aberta, do Umberto Eco, quando ele diz: “toda obra de arte é aberta porque não comporta apenas uma interpretação”. Pois bem: o que leva o leitor a uma determinada interpretação? Se o texto literário é condicionado pela relação dialógica entre literatura e leitor, certamente, ele interpreta o que lê de acordo com seus próprios referenciais, sua ideologia, sua cosmovisão, seu nível de leitura e, claro, sua circunstância atual. 


O leitor ingênuo não lê com isenção. Cai rápido na armadilha do texto, não compreende as metáforas, faz uma leitura tão horizontal quanto o seu pensamento. Acha que tudo é recado pra ele e que há alguém colocando maldosamente o dedo na sua ferida.


O leitor emotivo se embriaga, se vê em cada palavra. Ele lê com o coração, descobre jardins atrás das frases, luas surgindo pelas frestas das sinestesias e janelas se abrindo em metonímias. Não é preciso saber o nome das figuras, só ultrapassar a camada superficial do texto e mergulhar nas entrelinhas, visitar os subtextos, como se visitam os desvãos da alma.


Há quem leia de arma na mão, exatamente como vive: sempre se defendendo do mundo, perseguido pelos próprios fantasmas. Esses leem com o fígado, com a bílis estourada, digerem os textos como se fossem gorduras, distorcem as mensagens, azedam qualquer doce com a amargura que mastigam todos os dias como o alimento que lhes dá sobrevivência (embora às vezes nem percebam).


Assim, aprendi que há leitores e leitores; que devo escrever e ficar preparada para nem sempre ser compreendida. Não tenho a pretensão de agradar a todos, mas tão-somente de expressar a minha verdade que pode, evidentemente, não ser a de muitas outras pessoas. Se uma só semente germinar, já terá valido a semeadura!

(Ei, falo do leitor comum, sem pretensões críticas e acadêmicas!)

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Dica de Livros: Pollyanna e Pollyanna Moça


Hoje trago a dica de um otimo livro, não é um lançamento, porém não deixa de cativar os leitores. Na verdade são dois livros que fizeram parte de minha adolescência- Pollyanna e Pollyanna Moça -
É uma história encantadora. De uma pequena órfã que vai morar com sua tia - a iracível Tia Poly uma pessoa depressiva e angustiada.
Pollyanna - uma doce menina que muda a vida do lugarejo. Beldingsville - Nova Inglaterra, Estados Unidos, nunca mais foi a mesma, depois do Jogo do Contente.

Sendo uma otimista incurável, Pollyanna não aceita as desculpas das pessoas para suas infelicidades. Ela empenha-se de corpo e alma em ajudá-las através do "jogo" a encontrarem o caminho para a felicidade. E superarem a tristeza.
Entretanto, até mesmo o extremamente forte otimismo de Pollyanna é posto à prova, quando ela sofre um acidente de carro e perde o movimento das pernas. A princípio ela não se inteira totalmente da situação, mas seu estado de espírito decai e muito quando, acidentalmente, ouve um especialista dizer que nunca mais voltará a andar. Depois disso, ela se prostra no leito, incapaz de achar qualquer coisa que a faça ficar contente. Então as pessoas das redondezas começam a visitar a casa de tia Polly, desejosos de fazer Pollyanna saber o quanto o encorajamento dela melhorou as suas vidas; e Pollyanna decide que ainda pode se sentir contente, porque não teria feito o que fez se não tivesse tido pernas.

E assim, Pollyanna deixa sua marca pela cidadezinha...

Quando ela cresce e se torna uma mocinha (Pollyanna Moça), é convidada para ir a Boston onde há alguém que precisa muito dela...Uma mulher solitária e triste... Um garotinho que procura alguém que o adote...
Nesse livro ela também encontra o amor... e com ele, um mundo de incertezas,dúvidas e inquietações de um jovem coração apaixonado...
FICHA DOS LIVROS:
POLLYANNA - lançado em 1913 pela escritora Eleanor H. Porter;
POLLYANNA MOÇA - lançado em 1915, continuação do primeiro. Sucesso estrondoso de vendas!

Essa é a Dica de Livros do Blog São Tantas Coisas de Hoje, procure esse livro e leia-o você vai se apaixonar por ele como eu me apaixonei... 

Amor Verdadeiro, de Mairton Costa

Amores são sentimentos que vem e vão, certo? Errado..
Um amor verdadeiro não vem e vai... isso não é amor, é paixão
Paixões aconteceram durante toda nossa vida
já um verdadeiro amor, dura, permanece sem tempo determinado
O Amor verdadeiro, não importa o que aconteça continua ali
Já uma paixão, desaparece, na hora que alguém deseja
Amor não, ele parece ter vontade própria
Amor Verdadeiro supera até a mais longa distância
O Amor é aquele que cuida, preocupa-se, fornece carinho
Amor verdadeiro é aquele que vem do fundo,
Que ao som de uma música traz as mais belas lembranças
Amor verdadeiro não quer só curtição, sexo
Amor verdadeiro quer aconchego, calma, carinho
Amor Verdadeiro só deseja uma chance para ser demonstrado
E mesmo que essa chance não seja dada
Quem ama verdadeiramente continua ali a espera da pessoa amada
Amor verdadeiro supera perdas, esquecimentos,
E não importa o que aconteça ele está ali forte
Amor verdadeiro não desiste tão fácil, e vê em um fio de esperança
A Chance de ser demonstrado...
Isso é amor, o resto são paixões infames..

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Cuidados na Hora da Leitura


Quando se fala de leitura, a maioria já pensa na cama ou no sofá e em um travesseiro macio! Parece cena de quem vai dormir ou tirar um cochilo, mas é isso mesmo que acontece: ao escolher esses ambientes, os leitores pegam no sono!

É claro que uma posição confortável para a leitura é necessária, mas não precisa ser a escolhida quando se vai dormir porque é exatamente o que vai ocorrer! Além disso, as posturas apontadas acima prejudicam a coluna!

Então o Blog São Tantas Coisas traz para você alguns cuidados que você deve tomar na hora de uma leitura:

1.  Procure uma cadeira confortável na qual toda coluna fique apoiada. Nenhuma parte deve ficar sem suporte! Coloque um travesseiro entre o encosto e sua coluna, se necessário!

2. Não escolha uma cadeira muito alta, de modo que os pés fiquem “balançando”, pois o ideal é que fiquem apoiados no chão para que a parte inferior da coluna não se sobrecarregue.

3. A mesa também deve estar de acordo com sua altura.

4. Vá para um lugar calmo! Se o espaço onde a cadeira e a mesa que escolheu ficam em um ambiente tumultuado, mude-os de lugar ou opte por outro local!

5.  Nunca leia no escuro, pois isso prejudica os olhos! Vá para ambientes claros ou bastante iluminados. Preocupe-se também se está arejado!

6. Não leia com óculos escuros.

7.  Evite ler em movimento, como por exemplo em ônibus, carros, etc. Depois de ficar lendo assim balançando a vista pede socorro.

8. A cada duas horas lendo, tire de 10 a 15 minutos de descanso. Movimente braços e, principalmente, pernas!

Lembre-se que a leitura é um ato prazeroso, mas também de necessidade! Por isso, procure o lugar adequado e decida ler! Até logo mais...

A leitura engrandece a alma.
Voltaire

terça-feira, 3 de abril de 2012

Seu verbo diário, de Aila Sampaio


Nada aconteceu durante a noite para que ela acordasse sem querer ter rumo. O dia estava lá e as obrigações todas enfileiradas, inclusive os 15 minutos de cochilo da sesta. Tudo se passava lá dentro daquela cabeça incapaz de entrar em standy by nem durante o sono. 'Você precisa parar de SER um pouco', aconselhava Clarice... e ela respondia pela voz de Álvaro de Campos: "o que quero é fé, é calma. E não ter estas sensações confusas". Sensações... era isso: tudo sensações, pensamentos, confabulações sobre "a vida não pode ser só isso que eu vejo, as pessoas não podem ser só isso...". E correu pra vida, porque não tinha mais tempo pra pensar enquanto olhava o teto. Ia pensar dirigindo o carro, ouvindo música pra aguentar os engarrafamentos de veículos, pessoas, sentimentos, sensações. Ela sabia que viver não era só 'aguentar', 'suportar'. Viver, pra ela, tinha outro significado..."Bendito seja eu por tudo o que não sei; gozo tudo isso como quem sabe que há o sol" . Sim, Fernando Pessoa, a felicidade dela é essa: achar que sabe pouco e regozijar-se por isso. Seu verbo diário é APRENDER.

Dica de Livro: Onze Minutos, de Paulo Coelho, Editora Rocco


Embora meu objetivo seja compreender o amor, e embora sofra por causa das pessoas a quem entreguei meu coração, vejo que aqueles que me tocaram a alma não conseguiram despertar meu corpo, e aqueles que tocaram meu corpo não conseguiram atingir minha alma. Com estas palavras, escritas aos 17 anos em seu diário, Maria, personagem principal de Onze minutos, de Paulo Coelho, dá uma pista sobre a busca que realizará ao longo da comovente obra. Para a jovem, decepcionada com os padrões afetivos e sexuais que conhece, torna-se utópica a idéia de que duas pessoas possam ter tanto o corpo quanto a alma em perfeita harmonia num relacionamento. Com trajetória semelhante à de tantas mulheres, Maria amadurece precocemente e distancia cada vez mais dos ideais de felicidade que tinha na adolescência. No decorrer de um ano vendendo seu tempo sem poder comprá-lo de volta, como ela diz, a jovem aprende a ser prática e realista, vacinada contra ilusões. Dizer que Onze minutos é a história de uma prostituta seria uma definição simplista demais. Mais importante que a trajetória de Maria é o aprendizado que ela é capaz de extrair de suas duras experiências no exterior.
Neste livro, Paulo Coelho conta a história de uma menina brasileira que provou desde cedo o amargo da decepção amorosa e que fechou seu coração ao amor. Aliciada pela promessa de uma vida melhor, parte para a Europa em busca de uma nova vida. Torna-se prostituta, explora e esforça-se por explicar o inexplicável daquela vida. Recupera ainda a abertura para o amor ao lado de um pintor que conhece num bar e se revela um cliente especial da boate onde trabalhava.
É um livro que explora até onde o ser humano pode chegar por causa de um desejo e o quanto que se dispõe para viver todas as aventuras que a vida nos impõe. Um livro que vale a pena conferir....

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Filhos Brilhantes, Alunos Fascinantes - de August Cury


Bons filhos conhecem o prefácio da história de seus pais Filhos brilhantes vão muito mais longe, conhecem os capítulos mais importantes das suas vidas.

Bons jovens se preparam para o sucesso. Jovens brilhantes se preparam para as derrotas. Eles sabem que a vida é um contrato de risco e que não há caminhos sem acidentes.

Bons jovens têm sonhos ou disciplina. Jovens brilhantes têm sonhos e disciplina. Pois sonhos sem disciplina produzem pessoas frustradas, que nunca transformam seus sonhos em realidade, e disciplina sem sonhos produz servos, pessoas que executam ordens, que fazem tudo automaticamente e sem pensar.

Bons alunos escondem certas intenções, mas alunos fascinantes são transparentes. Eles sabem que quem não é fiel à sua consciência tem uma dívida impagável consigo mesmo. Não querem, como alguns políticos, o sucesso a qualquer preço. Só querem o sucesso conquistado com suor, inteligência e transparência. Pois sabem que é melhor a verdade que dói do que a mentira que produz falso alívio. A grandeza de um ser humano não está no quanto ele sabe mas no quanto ele tem consciência que não sabe.

O destino não é frequentemente inevitável, mas uma questão de escolha. Quem faz escolha, escreve sua própria história, constrói seus próprios caminhos.

Os sonhos não determinam o lugar onde vocês vão chegar, mas produzem a força necessária para tirá-los do lugar em que vocês estão. Sonhem com as estrelas para que vocês possam pisar pelo menos na Lua. Sonhem com a Lua para que vocês possam pisar pelo menos nos altos montes. Sonhem com os altos montes para que vocês possam ter dignidade quando atravessarem os vales das perdas e das frustrações. Bons alunos aprendem a matemática numérica, alunos fascinantes vão além, aprendem a matemática da emoção, que não tem conta exata e que rompe a regra da lógica. Nessa matemática você só aprende a multiplicar quando aprende a dividir, só consegue ganhar quando aprende a perder, só consegue receber, quando aprende a se doar.

Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, uma pessoa sábia vai além, aprende com os erros dos outros, pois é uma grande observadora.

Procurem um grande amor na vida e cultivem-no. Pois, sem amor, a vida se torna um rio sem nascente, um mar sem ondas, uma história sem aventura! Mas, nunca esqueçam, em primeiro lugar tenham um caso de amor consigo mesmos.

Conheça o Blog: Toque para Mulheres


Como descrever mulher? Existem muitas maneiras não é? E como descrever uma mulher, suas caraterísticas e seus trejeitos sob o olhar de um homem?

É isso que o Blog Toque Para Mulheres procura desenvolver, tudo com muito humor e descontração. O Autor Edson Rossatto, criou o blog no intuito de falar do ser mulher de uma forma totalmente diferente e especial. Através de Crônicas bem diversificadas o autor procura uma forma leve e descontraída de trazer o universo feminino para todo o público leitor, sem esquecer que tudo isso na opinião de um homem. Um Blog que merece ser visitado e acompanhado por não ser mais um que exalta ou critica as mulheres mas que traz a visão de um ser masculino do mundo feminino.

Perceberam Alguma particularidade entre o nome do blog TOQUE PARA MULHERES? Veja as primeiras letras de cada palavra, o que forma? Isso mesmo TPM, período bem conhecido das mulheres e também de nós homens... Visitei, li e reli muitas das crônicas lá postadas, percebi o quanto o autor toma um certo cuidado para não transformar os textos em algo que denigra a imagem da mulher... Abaixo mostro a vocês, meus leitores, uma das muitas postadas no blog, ficou dificil selecionar uma, mais ai está:

As borboletas do Mário

Andei pensando muito no estilo de mulher de que gosto: alta, magra, branca, loira, olhos verdes, bastante seios (que sejam dois, por favor!), cabelos longos, que use scarpin e tailleur. Tá, eu sei que estou pedindo a Nicole Kidman, mas não posso sonhar alto?
Atribuem a Donald Trump a seguinte frase: "Se seus sonhos estão nas nuvens,
não se preocupe, pois eles estão no lugar certo. Agora construa os alicerces".
Bacana o Donald! (o pato também, mas ele não tem frases tão boas assim.
Talvez até tenha, porque, na verdade, nunca consegui entender muito bem o que ele fala).


Visite o blog Toque para Mulheres e Veja uma maneira diferente de descrever uma mulher... Clique aqui e curta.... Eu Recomendo...


domingo, 1 de abril de 2012

Ação Social: Conheça o projeto DIA


Aproveito o espaço do nosso blog para falar um pouco do projeto DIA (Departamento Infantil Acreditar) realizado pela Igreja Assembleia de Deus Betânia em Paracuru, a 85 km de Fortaleza no Ceará.
O Projeto Visa atingir crianças na faixa etária de 4 a 12 anos, em risco social, ou sejam Crianças Carentes. Através da Palavra de Deus e de Eventos como a Sala 3D ( 3 Dias) Onde é Ofertado Além de Atividade Lúdicas, o Lanche e sorteio de prêmios, já no último dia são entregues presentes que podem ser Materiais Escolares ou Brinquedos.
Durante as Férias é realizada a EBF (Escola Bíblica de Férias) Onde durante uma semana é oferecido café da manhã e almoço para os participantes, onde também são distribuídos materiais didáticos.
E todos os Sábados na sede da Igreja é realizada a EBI (Escola Bíblica Infantil), onde além das crianças aprenderem a palavra de Deus também recebem lanche e prêmios.


Gostou do Projeto então que tal colaborar? Como?
Muito fácil você pode ajudar tanto com ajuda pessoal como doação de materiais tipo: Cadernos, lápis, Bíblias, lanches etc ou doações financeiras...
Para maiores informações Curta a página do projeto no facebook: 
https://www.facebook.com/pages/DIA-Departamento-Infantil-Acreditar/208891035867406


Ou Adicione um dos responsáveis do projeto: Tiago Mendes : https://www.facebook.com/tiaguinho.mends

Entrevista Exclusiva com a Escritora e Professora da UNIFOR Aila Sampaio


Quem é Aila Sampaio?
AILA SAMPAIO, cearense da região do Cariri, é professora da Universidade de Fortaleza e autora dos livros Desesperadamente nua (poemas-1987), Amálgama (poemas-1991) e Os fantásticos mistérios de Lygia (ensaio-2009). Escreve contos, crônicas, poemas, resenhas e ensaios que publica constantemente em blogs, jornais e revistas do país. É membro da Academia Cearense de Língua Portuguesa.

Entrevista com a Escritora:

QUANDO COMEÇOU O SEU AMOR PELA ESCRITA?

Faz muito tempo. Eu era menina quando comecei a escrever diários. Depois das leituras literárias – poemas de Álvares de Azevedo, Gonçalves Dias e outros românticos -, aos 10 anos, veio a poesia. Com o tempo, o amor só cresceu, se multiplicou, e comecei a exercitar outros gêneros.

EM QUE VOCÊ MAIS SE INSPIRA NA HORA DE ESCREVER?

Na vida. Na verdade, minha escrita apenas transfigura emoções em palavras. Sou muito sensível e sinto o mundo de uma maneira muito particular, muito diversa da forma como a maioria que me cerca sente. Com a palavra, posso tudo...

VOCÊ JÁ TEM LIVROS PUBLICADOS? QUAIS SÃO?

Em 1987, publiquei DESESPERADAMENTE NUA, livro de poemas. Em 1991, saiu AMÁLGAMA, também de poemas. São válidos como registros de uma época. Tornei-me professora, passei a estudar e analisar o texto literário com outros olhos, e dei um tempo nas publicações para amadurecer os meus textos. Em junho, sairá o meu terceiro livro de poemas: DE OLHOS ENTREABERTOS. Faço crítica literária também, escrevo para jornais e revistas. Nessa linha, publiquei OS FANTÁSTICOS MISTÉRIOS DE LYGIA em 2009. Tenho muita coisa ainda pra publicar... mas vamos aos poucos. Por enquanto, prefiro reunir minhas produções nos blogs: www.literaila.blogspot.com ; www.litebrasil.blogspot.com e www.frasesdeaila.blgspot.com.

NA SUA OPNIÃO QUAL TEXTO QUE VOCÊ ESCREVEU QUE É SUA MAIOR PAIXÃO?

Como escolher um só filho como o predileto? Escrevo crônicas, contos, resenhas, artigos, poemas... O que posso dizer é que o meu gênero predileto ainda é a poesia!
 QUAL SEU ESCRITOR(A) PREFERIDO(A)?

Difícil citar um escritor preferido. Ultimamente, leio muito Milton Hatoum, Lygia Fagundes Telles, Mia Couto. Na poesia, continuo revisitando os de sempre: Gullar, Cecília, Drummond.

VOCÊ SE INSPIRA EM ALGUM ESCRITOR(A) NOS SEUS TEXTOS?

Não. Mas com certeza tenho influência das minhas muitas leituras.

ALGUM DOS SEUS TEXTOS SÃO INSPIRADOS OU RETRATAM SUA PRÓPRIA VIDA?

Transfiguro as minhas verdades, escamoteio as minhas mentiras poéticas apenas.

PARA TERMINARMOS, DEIXE UMA MENSAGEM PARA OS LEITORES...

Não acredito em uma juventude que não lê, não questiona, não se apaixona por uma causa. Não acredito na vida sem o sonho, sem a busca pela essência. A forma de olhar o mundo muda tudo dentro e fora de nós. Sem a leitura, sem o exercício da palavra, não vejo como aprimorar os olhos e ensiná-los a ver o que deve ser visto. Só o amor e a poesia podem nos salvar do tédio e dos enigmas íntimos que nos sufocam. Recomendo ler sempre e todos os dias... o quê? O que dê prazer!

Anos Roubados, Um Livro Apaixonante


Anos Roubados de Fiona Hood - Stewart

Esse livro é maravilhoso. Pena que não foi lançado em edição de livraria. A narrativa é empolgante, e você só consegue largar o livro quando termina a última página, e mesmo assim você fica com um gostinho de quero mais.

A história começa com a ida de dois irmãos para a guerra, digamos que o irmão A é bonzinho e o irmão B, malvado. O irmão B é apaixonado pela noiva do irmão A, e quando estão na guerra faz com que seu irmão seja "morto" para que ele possa ficar com o noiva dele. Pense?! Com um irmão desse A não precisa de inimigo.

B volta da guerra, casa-se com a noiva de A, enquanto isso A, sobrevive à guerra, com a ajuda de uma linda alemã, pela qual ele se apaixona e vive alguns dias de amor. Mas ele precisa ir embora, para não prejudicar a alemã, visto que ele luta contra a Alemanha... fugindo ele se faz passar por um americano, e rumo aos Estados Unidos fica muito amigo de um filho de un industriário. o amigo morre e ele se encarrega de entregar seus bens aos familiares, que logo o tratam como um filho, e ele casa-se com a irmã do amigo falecido.

A guerra continua e ele se muda com a esposa para outro pais, e lá ela faz uma amiga.... o marido começa a desconfiar da amizade das duas, uma vez que como o casamento deles foi meio que por conveniência, ela não mantém relações sexuais com ele.

A desconfiança de A continua até o dia em que ele pega a mulher na cama com a amiga. "A" fica chocado, mas logo faz uma proposta para a esposa, pois ele gostaria muito de um herdeiro. Proposta aceita, A dorme com a esposa, mas logo depois dorme também com a amante dela... isso por imposição da própria.

A guerra desloca-se para o país onde eles estão e a esposa de A morre num navio, sobrevive apenas sua filha e a amante. Nesse meio tempo A descobre que teve um filho com a linda alemã, e por coincidência do destino A mata o próprio filho para salvar-se da morte. É muito triste essa parte.

Bem, enquanto isso B não se dá bem com a esposa, ele queria que ela o amasse, mas ela tem apenas afeição por ele. E passados alguns anos A finalmente se reencontra com a ex-noiva e se casam. A cena final é eles dois velhinhos contando a história para os filhos e netos.

Recomendo. É maravilhoso, além de uma aula de história.
p.s: há um segredo no livro, que só é revelado quandos eles estão velhinhos, mas é segredo e não conto não, rs, mas é algo importante e triste.

Resumo:

A empolgante saga de duas famílias entre a guerra e a paz, entre o amor e o ódio
Nos campos de batalha da Primeira Guerra Mundial, os gêmeos Angus e Gavin se separaram em um dos momentos mais terríveis, que mudaria a vida de ambos para sempre.Acreditando que o irmão estivesse morto, Angus ocupou seu lugar na família e casou-se com a noiva dele.
No entanto, Gavin sobrevivera. Julgando-se traído pelo irmão, ele criou uma nova identidade nos Estados Unidos e durante décadas de guerra e turbulência, paz e prosperidade, acalentou um amargo desejo de vingança.
O destino voltaria a unir os dois irmãos de uma maneira absolutamente imprevisível. Porém, o futuro dos filhos de ambos ficaria marcado pelos pecados dos pais. E, já no limiar de outro século, o segredo que governou tantas vidas finalmente seria revelado.